Skip to content

Rev. Tiago Gomides e Mila

Tailândia, maio de 2022

Recentemente, muitos souberam dos jovens brasileiros que foram presos por tráfico de drogas aqui na Tailândia. Este tipo de crime por aqui tem consequências bastante severas, como muitos anos de prisão ou até mesmo pena de morte. Foi então que descobrimos que há muito tempo não há nenhuma execução de presos, pois a última instância para o apelo judicial seria implorar o perdão do Rei, e somente ele poderia transformar a condenação da morte, em oportunidade de uma nova vida. Isso nos fez lembrar do Rei do reis, ao qual servimos, e como Ele assumiu a nossa condenação de morte, para que pudéssemos viver a vida Dele neste mundo, e assim sinalizarmos a cidadania do Reino de Deus aqui na terra, como novas criaturas, filhos (as) amados (as) do Pai Celeste. Recebemos perdão eterno, para uma vida eterna e em missão aqui, agora e onde estivermos.

Este perdão foi o que a nossa irmã Noon experimentou na prisão, e agora serve ao Senhor junto conosco, nos abençoando e ensinando muitas coisas sobre o seu país e sua vida como discípula de Jesus. Ela nos ajudou a conseguirmos a terceira dose da vacinação contra Covid19, uma vez que estrangeiros acabam ficando entre as últimas “prioridades” do Reino da Tailândia, quando se diz respeito a tratamento de saúde. Noon saiu da prisão há três anos e está reconstruindo a sua vida com a ajuda da família da fé! Veja o testemunho dela neste link: https://lifepointbangkok.com/testimony Nos sentimos honrados por poder ser parte da história da redenção de Deus na vida da Noon, e servirmos o Rei Soberano e nosso Senhor!

Foi a Noon também que no Natal pregou o Evangelho em sua oração, antes da nossa Ceia natalina no dia 24, com vários vizinhos da nossa vila. Para a maioria deles foi a primeira vez celebrando o natal e apresentamos o real motivo do “Festival de presentes”, como eles associam o feriado “do ocidente”. Jesus recebeu presentes dos sábios vindos daqui, do Oriente, para honrá-lo e adorá-lo como Rei que nasceu, prometido pelos astros do céus! Sementes foram lançadas, e continuamos orando por cada um deles e testemunhando este Reino que já chegou, mas ainda não plenamente neste mundo.

E nós conseguimos presenciar a realidade deste Reino, quando Tiago participou das reuniões da Rede de Plantação e Revitalização de Igres “City to City Thailand”. Eles estão trabalhando na tradução do livro Igreja Centrada do Rev. Dr. Tim Keller, e uma vez ao mês, um grupo de pastores e líderes da região metropolitana de Bangkok se reúne  para estudar e discutir cada capítulo traduzido. Em fevereiro foi a primeira participação do Rev Bantoon It, pastor da igreja em que estamos servindo. O principal objetivo desta rede, é apoiar e multiplicar comunidades de fé que estejam ancoradas e fortalecidas no Evangelho transformador de Cristo, que as leve ao serviço, em amor ao próximo e que influencia a cultura da cidade. Nós ficamos muito encorajados com o envolvimento do Rev. Bantoon It e dos demais líderes de diversas denominações e contextos, que buscam a unidade na diversidade do Corpo de Cristo, para o avanço do Reino de Deus no reino da Tailândia. Essa mesma unidade, vimos no último módulo do treinamento de Plantação de Igrejas – Projeto Paulo, oferecido pela OMF. O curso teve como enfoque, o aprimoramento de técnicas contextualizadas e específicas para o plantio de igrejas na Tailândia.

E como é empolgante para nós, finalmente estudar uma porção das Escrituras no idioma tailandês o Evangelho de Marcos. Que foi escrito com o objetivo de instruir os gentios convertidos de Roma, pagãos que confiaram suas vidas nas mãos do Cristo e Salvador do mundo. Reler os ensinamentos e relatos de poder do Filho de Deus encarnado, com a perspectiva dos tailandeses como alvos deste Evangelho é mesmo emocionante! A linguagem usada na Bíblia é da realeza, uma vez que se trata do Rei do Universo, e aprendemos muito acerca da cultura tailandesa também. Como é rica, dinâmica e transformadora a Palavra de Deus.

Também nestes primeiros três meses de 2022, podemos testemunhar o que Jesus nos ensina em Marcos 10:14-15 > เมื่อพระเยซูทอดพระเนตรเห็นอย่างนั้นก็ไม่พอพระทัย ตรัสกับพวกสาวกว่า “จงยอม ให้เด็กเล็กๆ เข้ามาหาเรา อย่าห้ามเขาเลย เพราะว่าแผ่นดินของพระเจ้าเป็นของคนอย่างพวกเขา เราบอกความ จริงกับท่านทั้งหลายว่า ใครที่ไม่ยอมรับแผ่นดินของพระเจ้าเหมือนเด็กเล็กๆ จะเข้าในแผ่นดินนั้นไม่ได้ Nossas filhas têm sido participantes da Missão conosco, porque delas é o Reino dos céus {é o que fala o versículo acima). Jesus usa Sophia e Victoria para nos conectar com muitas pessoas e assim demonstrar o amor de Cristo em nosso relacionamento com elas. Sophia começou a ter aulas particulares de tailandês, e isso tem dado a ela mais confiança para brincar e se divertir com nossos vizinhos. E Victoria começou a andar, e sempre chama atenção pela sua cabeleira, e agora já sabe fazer o Yai cumprimento em tailandês.

E quem diria, que um aniversário de criança poderia ser uma oportunidade para apresentar o Doador e Mantenedor da Vida, e por isso podemos celebrar a cada novo ano, as bençãos que recebemos do nosso Rei cheio de graça, bondade e misericórdia. Foi o que fizemos no aniversário das duas, que foi ainda mais especial com a participação da Vovó Iva e do Vovô Ângelo, que ficaram um tempo conosco aqui na Tailândia até este momento especial de celebração.

Para comemorar o 1º ano de vida da Victoria, a família organizou um pequeno piquenique com os bebês da vila onde moramos, os amiguinhos do “banho de sol” que se encontram todas as manhãs. Na incerteza se teria a celebração ou não, por causa de uma chuva que caiu o dia todo, no final da tarde as vizinhas com suas crianças vieram até nossa casa, e procuramos um lugar que estivesse seco para os parabéns! Como ficamos felizes com a empolgação delas por essa celebração singela. No momento da “festinha” fomos surpreendidos com o coração servo da Sophia, que se levantou e espontaneamente começou a servir todos os convidados da irmãzinha. Isso chamou a atenção de todos os pais, e serviu como testemunho de quem Cristo é o Rei que veio servir e nos acolher em seu abraço perdoador. Ele é a razão da nossa celebração e presença aqui no reino da Tailândia. Ficamos muito felizes em ver que nossa filha está seguindo os passos do Soberano Jesus!

Por fim, vimos a graça Daquele que está assentado no Trono, à direita de Deus, em três situações interessantes, e pedimos suas orações para a continuação do agir do nosso Rei. 

 

1) Na celebração do Ano Novo Chinês, nós entregamos 5 laranjas e um folheto evangelístico para 6 famílias que mantemos um relacionamento mais próximo. O costume de dar laranjas significa nosso desejo de bem estar e abundância para quem recebe. Em tailandês, o som do número 5 é Ha [5555 = Hahahaha] simbolizando assim, alegria! Ao darmos 5 laranjas com o folheto, desejamos A ALEGRIA ABUNDANTE que só podemos encontrar em Cristo! Após esta ação, a Sra Anong voltou até nossa casa com presentes para a Sophia. Culturalmente isso quer dizer, que ela nos considera como parte da sua família. Nesta ocasião, ela contou o quanto gostou do livreto evangelístico que recebeu de presente. Estamos orando para que a semente do Evangelho germine em seu coração e ela renda-se ao Rei Jesus.

2) Ao longo dos últimos 2 anos, temos testemunhado a soberania de Deus e participado da ação regeneradora na vida da família do Plug, Kukkaiz e seus filhos. Recentemente recomendamos Plug e Kukkaiz, como obreiros para o ministério da Missão Adore em Mae Sae. Tiveram que fazer uma grande mudança do extremo sul do país para o extremo norte, mas terão escola internacional para os filhos e muito envolvimento com o Corpo de Cristo na província de Chiang Rai. Vemos o poder perdoador do Rei transformando essa família, de um casamento arruinado pelo vício e violência para serem embaixadores do Reino Eterno de Deus, servindo junto a missionários brasileiros e estrangeiros aqui.

3) A pandemia e suas restrições realmente nos limitaram na forma como agirmos aqui. Em nossa igreja participamos ativamente do grupo pequeno. Geralmente são 4 a 6 pessoas, as únicas cristãs de suas famílias. Sempre sentimos que estamos fazendo muito pouco em termos ministeriais, mas fomos surpreendidos na avaliação que recebemos dos pastores depois do primeiro ano servindo aos irmãos da igreja Sueb Sampanthawong. Um dos pontos positivos apontados por eles, foi que a nossa pequena e limitada participação, tem ajudado esses irmãos e irmãs perceberem que a aplicação das Escrituras pode e deve ser uma prática no dia-a-dia. Para eles, adotar um estilo de “vida missional” é um conceito completamente novo! Eles se verem como participantes da missão é inovador na cultura tailandesa, que depende sempre do monge ou sacerdote para atividades relacionadas à fé. Louvamos ao Senhor porque mesmo quando não percebemos, Ele está nos usando para sua Glória e expansão do seu Reino, até mesmo nos ambientes online. Não há limites para a ação do Rei Resgatador e Restaurador!

Família Gomides.

Compartilhe esta postagem

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on twitter

Últimas postagens

Você pode contribuir para o Evangelho a qualquer momento com sua oferta.
Informativos