Skip to content

Rev. Silas Lima (Povos indígenas) – Agosto

06/08/2014

Momento de semear e de edificar!

Retornamos de uma viagem a diversas aldeias onde pregamos e distribuímos as escrituras. Deus está causando um despertamento entre os Wajãpi e novas aldeias estão solicitando nossa visita para receberem o NT e o ensino.

Nossos colegas: Chico, Rosilda, Milton e sua esposa Nereide e 2 filhos também foram  conosco. Fomos de Toyota para as aldeias Manilha, CTA e Pinoty que nos esperavam. A estrada estava com atoleiros feios, mas o Senhor abençoou e nos guardou em cada passo. Em Manilha, o grupo estava sedento pela Palavra. Vários decoraram o Pai Nosso e outros compraram o Novo Testamento. Pelos dois dias que estivemos com eles, percebemos o quanto eles vibraram com Evangelho. Patiheu que nunca ouviu antes, se interessou  e esteve  bem atento junto com sua esposa. Orem por eles.

Capitão Tsako e outros passaram horas ouvindo bem atentos, seguimos para CTA. Foi muito bom ali também. Pessoas da aldeia Cachoeirinha souberam e vieram ouvir a Palavra. Ficamos comovidos pelo interesse deles. Ouvimos relatos de duas aldeias em que os caciques disseram: “Agora que temos a Palavra de Deus não vamos mais fazer bebidas, caciri.” Deus conhece a sua intenção. Que Ele lhes dê a fé para realmente praticar essa decisão tomada. Fizeram a melhor escolha. Finalizamos na aldeia Pinoty.

Nossa saúde tem sido boa, com limitações sempre. Seguindo como pode as dietas e medicação, Silas tem passado bem, mesmo tendo dores de cabeça, na coluna, variação da pressão, etc. Eldna sofreu uma queda da rede, se machucou um pouco, mas já está melhor. Tínhamos mais duas aldeias para visitar, mas os índios precisaram ir para uma reunião, assim precisamos refazer nossos planos. Foi melhor assim, porque nosso pique é baixo. Deus sabe.

Duas coisas boas que estão acontecendo: os colegas da MNTB, nos acompanhando nessas viagens e participando um pouco do ensino. Eles desejam se engajar mais com a pregação, graças a Deus!  Outras aldeias tem nos convidado com o mesmo interesse.

Sobre a igreja indígena, estou prestando apoio como posso, pois ainda tenho contatos com os irmãos e lhes dou alguma ajuda. Não digo que não nos reuniremos mais, mas há uma prioridade maior no momento e não podemos fazer tudo. 

A APMT desejava arrumar mais pessoas para os dois ministérios: Macapá e Tucano 2, mas ainda não conseguiu. Concordaram que é bom dar uma pausa no projeto da Igreja Indígena aqui para reavaliar e ver o que fazer no futuro. Oremos por obreiros para substituírem os idosos que estão prontos para ‘passar o bastão’.

Peço que orem por obreiros para trabalharem com as tribos do PI Tumukumaque: Apalaí-Wayana, Tirió, Akurio e outros, principalmente com os Apalaí e Tiriós que precisam muito de discipulado sério.

Assim sendo, nesse semestre nos dedicamos mais aos Wajãpi pelo momento da distribuição do NT e seu interesse, e também porque no próximo ano iniciaremos o processo de retirada gradativa para que os crentes e outros assumam mais a liderança, etc.

Retornaremos essa semana para continuar atendendo outros convites, continuem orando por nós!

Silas e Eldna.

Assista ao vídeo da entrega do NT na língua Wajãpi a no canal na APMT no Youtube

 

 

Compartilhe esta postagem

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on twitter

Últimas postagens

Você pode contribuir para o Evangelho a qualquer momento com sua oferta.
Informativos