Skip to content

Rev. Ronaldo André e Fernanda

Inglaterra, agosto de 2022

Newcastle – Reino

“Quem intentará acusação contra os eleitos de Deus? É Deus quem os justifica. 34Quem os condenará? É Cristo Jesus quem morreu ou, antes, quem ressuscitou, o qual está à direita de Deus e também intercede por nós.”  (Rm. 8:33-35)

Todas as semanas, realizamos nossos evangelismos numa região chamada Northumberland Street, localizada no centro da cidade, onde o fluxo de pessoas é expressivo. Nos encontramos e oramos antes do evento, num obelisco, há alguns metros de distância dali. 

Algumas semanas atrás, no entanto, decidimos que o evangelismo iria ocorrer no obelisco e não no nosso lugar de costume. Durante o evangelismo, uma moça de aproximadamente 23 anos (vamos chamá-la de Melany), abordou um dos nossos evangelistas descontrolada e aos prantos, desabafou dizendo que tinha faltado ao trabalho naquele dia e que estava indo cometer suicídio com um objeto cortante que carregava consigo.

Ela também nos disse que já tinha até deixado uma nota para os seus pais do seu intento de terminar com sua vida. O seu desespero era ainda maior, pois acreditava que não existia perdão para ela, devido ao seu envolvimento com o lesbianismo e não conseguia lidar com a ideia de que iria para o inferno.

Uma inglesa que foi aluna no nosso curso de evangelismo, e membro da nossa igreja junto com um outro integrante da equipe conversaram com ela e a evangelizaram, ela se acalmou e cremos que recebeu um novo coração naquela tarde. No domingo passado, ela já foi para a igreja e está sendo acompanhada de perto. Diferentemente da Melany, muitos outros, não tiveram a mesma oportunidade de ouvir do evangelho antes de darem fim a suas vidas. O aumento no número de suicídios só no ano de 2021, durante a pandemia, foi de 61.6% (fonte: Office for National Statistics).

Numa sociedade longe de Deus, isso já é esperado. Aqui apenas 6% dos adultos, confessam ser cristãos praticantes. Entre os jovens de idade 16-29, 70% professam não aderir a nenhuma religião. Entre os que abraçam alguma crença, 10% são católicos, 7%, Anglicanos, e 6% se consideram mulçumanos. Os evangélicos, por serem inexpressivos, nem entram nas estatísticas. 

O Reino Unido precisa de nossas orações e mobilizações para vermos o evangelho voltando a fazer diferença no velho continente. Deus tem os seus remanescentes aqui, e nós temos tido a oportunidade todas as semanas, de podermos evangelizá-los e trazer-lhes uma mensagem de esperança que só em Cristo eles poderão ter. 

Mais uma vez, expressamos o nosso mais profundo carinho e gratidão a todos vocês que têm nos apoiado fielmente, seja através de suas orações, contribuições, ou palavras de incentivo. 

 

Motivos de oração

1- Para que a Melany se fortaleça na sua fé e seja uma testemunha viva para os seus pais e familiares.

2- Orem por um casal de senhores, Patrícia e John, que também se converteram durante o nosso evangelismo, para que eles possam se firmar em uma de nossas igrejas.

3- Orem pelo James, morador de rua que já foi um evangelista, e hoje se encontra nas drogas e está muito debilitado. 

4- Orem por nossa equipe de evangelistas, (sabedoria, força e proteção) para continuarmos fielmente em nossa missão de levar o evangelho de Cristo ao Reino Unido. 

5- Que os novos convertidos enfrentem sua aversão cultural da igreja . 

6- Orem por nossas igrejas que não tem pastor e estão perdendo seus membros, em grande parte, após o lockdown. 

7- Orem pela a Emily que no dia 24 de junho, ela completou 13 anos. 

8- Orem pelos os idosos de nossa igreja (saúde). Em especial, orem pela dona Yvonne, que tem dores constantes , mesmo tomando medicamentos fortes.

 

Que Deus abençoe a cada um de vocês! A todos vocês, o nosso muito obrigado!

Em Cristo, Pr. Ronaldo, Fernanda, Meggie, Emily e Isabella.

 

Compartilhe esta postagem

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on twitter

Últimas postagens

Você pode contribuir para o Evangelho a qualquer momento com sua oferta.
Informativos