Skip to content

Rev. Raimundo Montenegro e Veridiana

Panamá, outubro de 2022

E eu, Senhor, que espero? Tu és a minha esperança. (Sl 39.7).

Desde que chegamos ao Panamá, temos experimentado novas circunstâncias em nossa vida (sociais, linguísticas, culturais, educacionais e ministeriais), às quais temos buscado nos ajustar.

Graças a Deus temos as seguintes boas notícias a compartilhar com vocês: Durante o tempo que estivemos no Brasil, tivemos reuniões importantes e esclarecedoras com a Comissão de Missões da nossa igreja enviadora, a PIPBH, e com uma comissão da APMT em Belo Horizonte; realizamos visitas e divulgações do Projeto Panamá em algumas igrejas nos estados de Minas Gerais e Espírito Santo, assim como no Distrito Federal; já de volta ao Panamá, estamos aprendendo a lidar com o clima úmido e quente do país, que nos provoca algumas reações cutâneas e desenvolve muito mofo (bolor) nos objetos em casa; após várias visitas ao Meduca (Ministério da Educação no Panamá), finalmente conseguimos a autorização à matrícula dos nossos filhos menores (Arthur e Felipe) e o devido ajuste curricular deles ao sistema educacional panamenho; e, assistindo às atividades dominicais da Iglesia Presbiteriana de Panamá, os integrantes da nossa família estão começando a se familiarizar com a língua (castelhana) usadas aqui.

O nosso filho David segue com bom aproveitamento no internato em PE (Brasil). Seguimos conversando e orando a respeito das possibilidades para ele a partir de julho de 2023, pois ainda há muitas incertezas quanto à permanência dele e da Ester conosco no Panamá. O Rev. Montenegro esteve na República Dominicana entre os dias 16 e 20 de setembro próximos passados, visitando um trabalho evangélico naquele país. Veridiana e Ester conseguiram marcar algumas consultas médicas importantes a serem feitas no Brasil. Por fim, pela graça do Senhor, neste primeiro ano de regresso ao campo missionário transcultural, temos cumprido o proposto, mantido uma prática regular de exercícios devocionais familiares, essencial quando ainda não se consegue compreender bem o que é dito na nova língua em aprendizado; e seguimos cumprindo o projeto e o cronograma aprovados pela APMT.

 

Agora, pedimos a você que se una a nós nas seguintes orações ao nosso Pai Celestial:

  • Agradeça a Deus pelo consolo e apascentamento do coração que começamos a sentir quanto à dificuldade de ter/manter conosco nossos filhos mais velhos, Ester e David, neste campo missionário;
  • Rogue ao Senhor direção e bênção às questões estruturais e ministeriais ainda incertas e pendentes – a serem resolvidas (visto, deliberações da APMT quanto ao campo) – e à nossa colaboração ministerial;
  • Peça ao Soberano provisão para os demais integrantes da equipe designada pela APMT ao Panamá, para que assim o trabalho se desenvolva bem neste país e todos estejam devidamente instalados e focados.

 

Nos laços fraternos frutos da obra do Cristo Redentor,

Raimundo, Veridiana, Ester, David, Arthur e Felipe Montenegro

 

Compartilhe esta postagem

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on twitter

Últimas postagens

Você pode contribuir para o Evangelho a qualquer momento com sua oferta.
Informativos