Skip to content

Rev. O. F.

OM, 13 de outubro de 2019

GRATIDÃO…

Quero expressar aqui minha imensa gratidão a todos os irmãos que participam de alguma forma para meu ministério aqui no Oriente Médio. Tenho consciência que jamais conseguiria desenvolver o ministério aqui sem apoio de cada um de vocês. Que Deus os abençoe ricamente e continue nos dando forças para caminharmos juntos nessa empreitada que o Eterno colocou em nossas mãos.

 

DISCIPULADO & BATISMOS…

Louve a Deus por mais 3 mulheres, sendo uma bem jovem, que estão terminando o discipulado e em 2 semanas serão batizadas. As três tem estado muito animadas com esse ato tão importante na vida delas. Elas tem crescido na fé e tem dado um bom testemunho. Queremos investir na jovem que é muito inteligente e tem o coração na obra. Ore por essas mulheres, o batismo delas nessa região é bem complicado. Que o Pai esteja no controle de tudo.

 

NOTÍCIAS DA JAMILI…

Depois de vários dias de tratamento médico na Índia, a pequena Jamili retornou hoje para o Oriente Médio, juntamente com seus pais. Apesar do cansaço da viagem ela estava sorridente e alegre. Ela está super bem, mas a investigação médica ainda continua. Que Deus traga a cura completa por essa menina de apenas 12 anos de idade. Os pais dela agradecem muito as intercessões dos irmãos em favor da Jamili e estão super gratos por ver o estado dela agora. Vamos continuar de joelhos dobrados em favor dessa pequena ovelhinha de Cristo.

 

ORE…

Estamos com 3 obreiros presos aqui no Oriente Médio, sendo um brasileiro. Estamos trabalhando pela liberdade deles. Dois deles havia sido liberto e deportado, mas foram presos novamente. Ore por isso e por favor não divulgue essa informação nas redes sociais pois atrapalha no processo aqui.

 

PROJETOS EM ANDAMENTO…

Estamos trabalhando com alguns projetos que queremos concretizar até dezembro, se Deus assim nos permitir. O primeiro projeto é a aquisição de distribuição de pelo menos 500 MP3s no dialeto Maharis. Se conseguirmos mais vamos distribuir mais, mas o alvo é de pelo menos 500 unidades. O segundo projeto é a finalização da construção do andar superior da nossa igrejinha no Paquistão. Se Deus permitir em meados de dezembro vamos consagrar mais essa etapa da nossa construção. O terceiro projeto é o natal com fé. Queremos distribuir um kit evangelístico no mês do Natal para crianças árabes refugiadas e para as crianças do Paquistão. Esse kit vai conter material evangelístico, alguns docinhos e um pequeno presente para a criança. Estamos calculando o valor de 15 reais por kit. Esperamos abençoar muitas crianças e levá-las ao conhecimento da verdade.

 

CARRO MISSIONÁRIO…

Queridos fazem 2 anos que estamos sem carro no campo. Está cada vez mais difícil servirmos aqui sem um meio de transporte. Quero pedir aos irmãos que ore conosco nesse sentido, para que Deus providencie um carro para nós no tempo Dele. Precisamos de um carro que consiga andar na areia do deserto. Esteja na brecha em nosso favor, diante desse desafio enorme.

 

PARABOLA DO FILÓSOFO KIERKEGAARD…

O escritor Philip Yancey adapta uma parábola do filósofo cristão Soren Kierkegaard. É uma parábola de um rei que ama uma moça humilde. Eis a parábola: Não havia rei como ele. Todos os estadistas tremiam diante de seu poder. Ninguém ousava pronunciar uma palavra contra ele, pois este rei possuía a força para esmagar todos os oponentes. E, ainda assim, esse poderoso rei derreteu-se de amores por uma moça humilde. Como podia declarar seu amor por ela? Por ironia, sua própria realeza deixava-o de mãos amarradas. Caso a trouxesse ao palácio, lhe coroasse a cabeça com jóias e lhe vestisse o corpo de vestes reais, certamente ela não resistiria – ninguém ousava resistir-lhe. Mas ela o amaria? É claro que diria que o amava, mas amá-lo-ia de verdade? Ou iria viver com ele temerosa, secretamente se lastimando pela vida que havia deixado para trás? Seria feliz ao seu lado? Como ele poderia saber? Caso fosse na carruagem real até a cabana dela na floresta com uma escolta armada balançando imponentes estandartes, isso também a atordoaria. Ele não desejava uma súdita servil. Desejava uma amante, uma igual. Desejava que ela esquecesse que ele era um rei e ela uma moça humilde e que deixasse que o amor partilhado vencesse o abismo existente entre eles. “Pois é somente no amor que o desigual pode ser feito igual”. O rei, convencido de que não poderia fazer a moça melhorar sua condição social sem reprimir sua liberdade, decidiu rebaixar-se. Vestiu-se de pedinte e aproximou-se da cabana incógnito, com uma capa surrada, frouxa. Não era um mero disfarce, mas uma nova identidade que assumiu. Renunciou ao trono para ganhar a mão dela. Foi exatamente isso o que Deus fez para ganhar você e eu! Ele se rebaixou até o nível humano – na verdade, a uma das mais baixas posições sociais que alguém poderia assumir – a de um servo (Filipenses 2: 5-8).

ORANDO PELOS POVOS NÃO-ALCANÇADOS

POVO: Os Chukchi – Rússia. POPULAÇÃO: 16.000 pessoas. MODO DE VIVER: Habitam na costa asiática do oriente Russo, na península Chukchi, no noroeste da Sibéria. Existem dois grupos: um vive nos bosques interiores da península e subsiste das manadas de renas; e outro, vive na costa e são caçadores de focas. Praticam o xamanismo. OREMOS: Que Deus envie missionários para pregar o Evangelho e que possam adaptar-se às condições climáticas do lugar.

 

 

Miss. OF

“Juntos Somos a Diferença”

 

 

Compartilhe esta postagem

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on twitter

Últimas postagens

Você pode contribuir para o Evangelho a qualquer momento com sua oferta.
Informativos