Skip to content

Rev. Luiz Augusto e Rachel Bueno

Portugal, setembro de 2020

Dou graças ao meu Deus todas as vezes que me lembro de vós, fazendo, sempre com alegria, oração por vós em todas as minhas súplicas, pela vossa cooperação no evangelho desde o primeiro dia até agora. Filipenses 1:3-5

Prezados irmãos e amigos,

Como bem escreve o apóstolo Paulo aos Filipenses, nós também agradecemos a Deus pela cooperação e participação de cada um na difusão do evangelho nas terras lusitanas. Louvamos a Deus por cada igreja parceira, por cada amigo e amiga de oração, por aqueles que intercedem por nós, pois estão juntos conosco nos desafios e nas tribulações que passamos a fim de que estejamos a fazer a vontade de Deus.

O mês de agosto foi bem concorrido. Desde nosso encontro “online” com a Diretoria de nossa Missão – a APMT, como nos convites e participação em meditações e testemunhos com igrejas e irmãos do Brasil.

No dia 4 de agosto estivemos em reunião com a Diretoria da APMT. Esse encontro foi online porque fomos orientados a não sairmos do país devido a pandemia. Foi um tempo em que fomos ouvidos pelos irmãos e fizemos uma avaliação da primeira etapa do projeto.

Nesse encontro nosso relatório foi aprovado e também ficou designado o novo projeto para os próximos 3 anos. A partir deste segundo semestre estaremos nos mudando para a região da Beira Interior e nos localizando na cidade da Covilhã, ao pé da Serra da Estrela, a 300 km de Lisboa a fim de darmos início a plantação de uma igreja naquela cidade. O projeto foi analisado e aprovado. Atualmente, há pouco esforço missionário das igrejas para se plantar igrejas nos interiores de Portugal. A maioria das igrejas cristãs-evangélicas se localizam nos grandes centros (LisboaPorto).

Portanto, irmãos, esperamos que ainda neste ano, estejamos a nos mudar de cidade. Aos nossos irmãos e igrejas parceiras estaremos a enviar os detalhes do

Projeto para os próximos anos. Vamos precisar muito mais da oração e apoio dos irmãos, pois estamos a ir a uma região sem presença de igrejas bíblicas e históricas ali estabelecidas. Será um projeto-raiz.

Agradecemos a Deus pela oportunidade de cooperarmos junto as igrejas da ICPP neste tempo anterior, especialmente no Barreiro e em Alhos Vedros, e rogamos a Deus que o Senhor esteja a enviar mais missionários para continuar esta obra nestes dois locais. Também agradecemos a Deus pela oportunidade de desenvolvermos amizades e relacionamentos saudáveis neste tempo com vários irmãos portugueses. Mas a obra da plantação de igreja precisa continuar e ir além.

No dia 11 de agosto, tivemos a rica experiência de falarmos as irmãs da SAF da Sinodal Curitiba e no 21 falamos as irmãs da Sinodal Pernambuco. Foram momentos de grande crescimento espiritual. No dia 22 pudemos partilhar nossas experiências e pregar “online” aos jovens da Igreja Presbiteriana de Sião em Aracaju.

Rachel continua com os discipulados a algumas irmãs via online e na sua participação com projeto Philhos da AMTB. Luiz também continua a pregar e ensinar. Neste mês reabrimos os nossos dois locais de cultos, tanto no Barreiro como em Alhos Vedros, seguindo as regras da Direção Geral da Saúde-PT. Os estudos bíblicos e as reuniões de oração continuam “online”.

A cirurgia de Rachel por enquanto foi postergada. O plano de saúde para ela que vínhamos pagando não autorizou esse tipo de procedimento e estamos em conversação com um médico amigo em Recife, para que ela possa realizar quando de nossa viagem que já está marcada para dia 18 de janeiro a 28 de fevereiro do próximo ano. Rachel está a ser acompanhada pela sua médica aqui também e está medicada.

Beatriz, que estava na linha da frente de batalha contra o covid-19, foi infectada e passou 14 dias de quarentena. Os sintomas não foram graves e ela, embora esteja no final do período de confinamento, já se sente melhor. Pedro Augusto, neste mês iniciou o seu primeiro contrato de trabalho na empresa que estagiava. Ambos estão animados apesar deste susto de Beatriz.

Pedimos orações pelo Seu Raul, o pai do Luíz, que tem enfrentado uma situação delicada de sua saúde e pela da. Rosa, mãe de Rachel que ainda espera uma cirurgia de sua perna pelo SUS.

Enfim irmãos, estamos começando a nos preparar para tomar um novo rumo. O desafio é grande e por isso contamos com as orações de vocês. O apóstolo S. Tiago diz que a súplica de um justo vale mais por seus efeitos (Tg 5.16). Portanto estejam conosco nesta nova jornada. O Senhor respondeu nossas orações, agora queremos pedir que nos dê sabedoria para podermos ver os direcionamentos da Sua vontade.

 

Com amor e carinho fraternais,

Luiz e Rachel Bueno

Compartilhe esta postagem

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on twitter

Últimas postagens

Você pode contribuir para o Evangelho a qualquer momento com sua oferta.
Informativos