Skip to content

Rev. Jairo e Kenia Rodrigues (Peru) 10/07/2015

Saludos amigos y sócios de ministerio.

Servi al Senhor com alegria… Salmo 100

 

Oramos para que esta os encontre desfrutando de todas as benção de Deus nosso Pai.

Temos colaborado com um grupo de irmãos que de vez em quando faz trabalhos em duas prisões diferentes aqui em Lima uma se Cham San Juan de Lurigancho que é a segunda prisão mas grande e perigosa do mundo. e a outra se chama Castro e Castro para pessoas com temas de drogas e terrorismo. no final de Junho fomos a Castro e Castro a fazer um trabalho junto com o departamento de pscologia deste presidio chamado abraço-terapia.  devido a que mas  de 75% deles são de lares de pai ausente muitos deles nunca tiveram a mãe cerca.

Depois que um irmão  compartilhou um tema sobre o amor de Deus e a importância do pai e de como o pai importe indenidade e destino amor e carinho aos filhos como Deus nosso Pai o faz. foi feito um chamado para os que estão presos que nunca o quase nunca receberam um abraço de um pai e queriam receber agora ademais de palavras de benção e alento que viesse a frente. éramos uns 15 homens adultos e algumas mulheres que estávamos ali. Nós os homens fomos a frente e pensávamos que não viram por vergonha o por se sentirem os machos que não precisa destas coisas. a verdade é que a maioria veio para ser abraçada e receber umas palavras de alento. pude dizer a muitos de estes homens que estava ali palavras como: o Senhor te ama, aqui não é o teu fim, Deus é um Deus de amor e de novos começos, Deus é nosso pai e amparo e socorro para todos os momentos, Deus te ama e te quer salvar e te quer como filho, Deus nunca te deixara… etc.

Muitos terminaram em lagrimas e muitos não podiam conter quanto voltaram para as suas mesas.

Depois servimos um lanche, uma empresa doo uns 200 sandwiches e foi uma festa para eles já que muitos fazia anos não somente que não receberam um abraço mais que não podiam comer um sandwiches.

A Palavra de Deus também nos manda: “Lembrem-se dos que estão na prisão, como se aprisionados com eles; dos que estão sendo maltratados, como se vocês mesmos estivessem sendo maltratados.” Hebreus 13:3 NVI

Assim parte do trabalho evangelistico e missionário da igreja é visitar os presos como se estivera com eles.

Oremos pelos presos convertidos que fazem trabalho de discipulado e evangeliza e ajuda a organizar estas reuniões fazendo o convite cela por cela. e pela diretoria do presidio que nos da a permissão de entrar. as fotos foram tomadas por uma trabalhadora do departamento de psicologia do presidio pois não é permitido entrar nenhum tipo de câmara. Orem pelo grupo para que sigamos adiante a maior parte neste dia estava de vermelho.

“porque “todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo” Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? E como crerão naquele de quem não ouviram falar? E como ouvirão, se não houver quem pregue? E como pregarão, se não forem enviados? Como está escrito: “Como são belos os pés dos que anunciam boas-novas!””
Romanos 10:13-15 NVI

 

em Cristo  Seus Missionários Jairo y Kenia

Compartilhe esta postagem

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on twitter

Últimas postagens

Você pode contribuir para o Evangelho a qualquer momento com sua oferta.
Informativos