Skip to content

Rev. Everton Pita e Nayra

Espanha, março de 2022

“Dios mío, fortaleza mía, en él confiaré; Mi escudo, y el fuerte de mi salvación, mi alto refugio; Salvador mío; de violencia me libraste.” 2 Samuel 22:3

Queridos irmãos,

Graça e paz!

Antes de nada, queremos pedir desculpas pela demora no envio das notícias de fevereiro. Para nós é sempre uma enorme alegria compartilhar o maravilhoso que é Deus para conosco. Realmente, não merecemos tantas bênçãos recebidas das Suas mãos. Em um mundo tão complicado em que vivemos, o texto de 2 Samuel nos faz lembrar que somos privilegiados por termos um Deus que é fortaleza, escudo, salvação, refúgio e livramento. Que podemos pedir mais ao Senhor! Devemos tão somente agradecer a Sua eterna bondade e servi-lo com todo o nosso coração.

  1. Família

No último 12 de fevereiro o nosso netinho Samuel completou 1 ano de vida. Como sempre a Nayra e a Ruth prepararam e organizaram a festinha que contou somente com os familiares. Ver o crescimento dos netos e acompanhá-los é de fato um privilégio. O Daniel, o outro netinho de 4 anos, já está tomando gosto pela música em adoração ao Senhor. É algo tão gratificante e recompensador que oramos a Deus para que seja sempre assim. 

O Leandro continua em Basiléia e, segundo ele, tem crescido bastante no escritório de arquitetura em que trabalha. Novas experiências têm surgido e, ao parecer, terá o seu contrato renovado agora em maio, graças a Deus. Ele segue participando com regularidade da igreja e tem feito boas amizades com os jovens. Inclusive nas atividades que realizam nos finais de semana. Nayra e eu estamos bem, apesar de que temos tido alguns problemas de saúde, porém nada que esteja fora de controle. A Nayra com sua úlcera no olho que às vezes reabre e eu com a tensão alta. Estamos medicados e confiamos que a graça de Deus nos acompanha. Esta semana perdemos em Recife um familiar, esposo da nossa querida e amada sobrinha. A sua morte foi prematura e bastante drástica, assim como foi difícil ter que enfrentar toda a situação estando longe. Ele tinha apenas 33 anos e era médico, porém se foi e lamentamos a sua partida. Que Deus cuide da nossa sobrinha e lhe dê forças para seguir adiante.

  1. Colégios

Seguimos ensinando Bíblia nos colégios da rede pública de ensino e temos sido ricamente abençoados por Deus. A cada dia temos novas experiências e, aos poucos, vemos o crescimento espiritual dos nossos alunos. Sentimos muita pena de uma grande parte deles, em virtude da problemática familiar em que se encontram. Inclusive, temos acompanhado as famílias e tentado ajudar na medida do possível. Algumas famílias têm vindo à nossa igreja e têm ficado conosco aquelas que não assistiam a nenhuma outra igreja. Com isso podemos seguir dando mais assistência em suas dificuldades. Temos acompanhado os desafios dos jovens e adolescentes crentes têm sido bombardeados de uma maneira impressionante sobre temas como a transexualidade, inclusive por parte de alguns professores de filosofia e de ética (valores), etc. A umas semanas atrás uma aluna de uma outra professora de Bíblia de um outro instituto teve que recorrer ao diretor do colégio para pedir que lhe permitisse expor à classe o seu ponto de vista bíblico contrário ao da professora que estava obrigando toda a turma a apresentar um trabalho com seu ponto de vista em favor da transexualidade com a única alternativa. Com o apoio do diretor e a insatisfação da professora, a aluna expôs diante de todo o grupo, porém teve a palavra cortada pela professora que se sentiu incomodada grandemente. Experiências assim vemos quase todas as semanas.

Uma outra problemática que vemos na sociedade e que afeta profundamente aos alunos e aos jovens da igreja é o tema do suicídio. Segundo os órgãos competentes espanhóis, a cada duas horas e meia uma pessoa se suicida em Espanha e de cada 5 mortes, uma é de um jovem. Vivemos dias difíceis e complicados, onde a saúde mental também tem sido considerada uma problemática extrema, especialmente entre os jovens e adolescentes. Tem sido o contexto da maioria dos colégios e afeta diretamente o trabalho da igreja pela influência negativa.

  1. Igreja

Portanto, tem sido grande a nossa responsabilidade na hora de dirigir a igreja e de dar as aulas nos colégios. Sentimos que a direção nos observa constantemente e nos vigia os passos, apesar de sermos bem tratados. Oramos a Deus para que muitos conheçam o Seu amor e, por ele, sejam libertos e se entreguem a Cristo. Outro fato importante é que temos observado o aumento nos colégios do número de professores crentes que ensinam outras matérias. Graças a Deus, pois não nos sentimos sozinhos em um ambiente tão complicado.

Vejam que foto mais bonita! Esse é o grupo de louvor da igreja. O Pr. Alejandro e eu estamos aí, porém não formamos parte do grupo. É uma equipe preciosa que tem trabalhado com amor e responsabilidade.

No último dia 28 de fevereiro, dia da Comunidade Autônoma de Andaluzia, fomos ao “Parque Amate”, que se encontra perto da igreja. Levamos os fantoches para contar uma história bíblica, levamos folhetos para distribuir no parque e depois nos divertimos comendo e brincando. Foi um dia maravilhoso que em breve deveremos repetir, especialmente com a chegada da primavera que será um bom tempo para sair e dar testemunho de Cristo.

Um lugar estratégico foi escolhido e o grupo saiu pelo parque cantando, distribuindo folhetos e convidando para ver os fantoches. Muitos foram com os seus filhos e pararam para escutar a história. Momento precioso!

 

 

 

 

 

 

 

A Igreja continua com as suas atividades semanais de oração, estudo bíblico e o culto dominical, onde seguimos com a classe das crianças e dos adolescentes na Escola Dominical. As reuniões têm sido bem assistidas e o culto do domingo tem recebido vários visitantes. Deus permita que muitos permaneçam conosco, porém o mais importante é que a igreja está fazendo a sua parte. Que fiquem aqueles que fazem parte dos propósitos do Senhor.

 

PEDIDOS DE ORAÇÃO

  1. Por nossa saúde física.
  2. Por nossa sobrinha e a sua nova etapa de vida.
  3. Pelos nossos filhos e netos.
  4. Por nossos alunos e diretores dos colégios.

             Igreja:

➢ Acampamento de verão em julho.

➢ Conversão dos maridos não crentes das nossas irmãs,

➢ Saúde emocional e espiritual de alguns jovens e adolescentes da igreja.

➢ Famílias novas que estão chegando.

 

Queridos, muito obrigado pelo carinho de vocês e por estarem sempre aí orando por nós e pela obra do Senhor.

 Que Deus os abençoe e os guarde.

Em Cristo,

Pr. Everton e Nayra

 

Compartilhe esta postagem

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on twitter

Últimas postagens

Você pode contribuir para o Evangelho a qualquer momento com sua oferta.
Informativos