Skip to content

Rev. Daniel e Márcia Gomes

Japão, 26 de junho de 2020

 

Queridos irmãos, amigos, parceiros na obra missionária no Japão!

 

Sobre a nossa situação em relação ao COVID-19, segue algumas atualizações:

 

Na semana passada o primeiro ministro do Japão decretou estado de emergência em sete províncias, incluindo Tóquio. Essa semana, por causa do crescente número de infectados, todo o Japão está sob o mesmo decreto.

 

Os dados de hoje dizem que aqui há 9.795 casos confirmados, 1.012 recuperados e 154 mortes. A pior situação é em Tóquio, onde está a maioria dos infectados.

 

A medida de emergência não significa restrição de liberdade. O governo pede cautela, fechou bares, casas de jogos, e cancelou grandes eventos. As escolas, que deveriam voltar de férias no dia 4 de abril, só voltarão no dia 06 de maio. Apenas creches estão funcionando.

 

A escola brasileira onde trabalho continua com as crianças menores e os professores estão dando aulas on-line para os alunos maiores.

 

Nas lojas há barreiras entre os caixas e os clientes e marcas no chão marcando a distância que cada um deve manter uns dos outros e disponibilizam álcool em gel aos clientes.

 

O governo distribuirá duas máscaras de pano por família e dará uma ajuda de 100.000 ienes a cada cidadão, cerca de 900 dólares.

 

Os japoneses já fazem uso de máscaras, habitualmente, por causa de alergias frequentes aqui. Estamos evitando visitas aos lares, restaurantes, lojas, frequentando apenas supermercados ou farmácias e apenas quando muito necessário.

 

Quanto à igreja, temos os cultos presenciais, obviamente os que estão gripados, com imunidade baixa ou tem mais de 60 anos estão em casa, acompanhando a transmissão ao vivo. A igreja continuará aberta enquanto isso for possível. Estamos mantendo precauções como uso de máscaras, álcool em gel e distância entre as cadeiras.

 

O trabalho continua normal, exceto que muitos já estão perdendo emprego ou ganhando férias forçadas por falta de peças para a produção.

 

Não tem sido fácil esses dias, mas Deus é nosso refúgio e fortaleza em toda tribulação. Continuem em oração, apoiando uns aos outros. Que a distância física não nos impeça de permanecer unidos!

Abraço!

Rev. Daniel, Márcia e Ruth

Compartilhe esta postagem

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on twitter

Últimas postagens

Você pode contribuir para o Evangelho a qualquer momento com sua oferta.
Informativos