fbpx Skip to content

Rev. Cácio e Elisângela Silva

AM, 06 de maio de 2020

 

Notícias do Povo Y

 

Irmãos queridos,

Já agradecidos pelas orações e pelos vários contatos em busca de informação, enviamos breves notícias da nossa equipe missionária.

  1. Se antecipando às autoridades e pensando em resguardar os indígenas que são mais vulneráveis a doenças respiratórias, a Missão orientou que todos os missionários permanecessem em suas cidades polos sem visitarem aldeias até segunda orientação. Desta forma, desde o dia 20 de março nenhum dos nossos colegas está em terra indígena e todos vinham tomando cuidados protetivos em contatos com indígenas mesmo nas cidades.
  2. Com o rápido avanço da pandemia no Amazonas, a equipe entrou em distanciamento social e por fim em isolamento domiciliar. Os indígenas das aldeias têm sido orientados pelas autoridades a não virem para as cidades, de forma que estamos sem contato com os indígenas aldeados há cerca de quarenta dias.
  3. Mesmo as igrejas urbanas tiveram suas reuniões paralisadas por decretos estaduais e municipais desde final de março. Os colegas à frente destas estão fazendo o que podem para encorajar os irmãos indígenas por diferentes meios.
  4. Cada missionário tem procurado se adaptar e aproveitar da melhor forma possível esse tempo de isolamento. Alguns tem produzido materiais de ensino bíblico e de encorajamento da fé. Há muito que pode ser feito.
  5. Em Manaus a situação está bem crítica e a família Lidório foi acometida pela COVID-19. Pela graça de Deus não precisaram de hospitalização até aqui e oramos por boa e rápida recuperação.
  6. Mesmo com a distância e isolamento, o vírus já alcançou várias cidades do interior. Em Santa Isabel tem alguns casos confirmados, mas a situação geral é branda. Todos da nossa equipe ali estão bem e em paz.
  7. Em São Gabriel a situação está um pouco mais tensa. Em apenas 10 dias, desde a primeira confirmação, já são 26 casos confirmados, 3 mortes, dezenas de casos suspeitos e, infelizmente, ouvimos de suspeitas também em aldeias distantes. Um casal da nossa equipe está com sintomas bem característicos, apesar de passar bem. Todos os demais estão bem e a paz do Senhor tem enchido nossos corações.

Por favor, continuem conosco em oração, não somente por nós, mas também pelos indígenas.

O Senhor é nosso refúgio, socorro e fortaleza, rocha firme em quem podemos confiar.

N’Ele nossa fé e nossa esperança,

Cácio e Elisângela Silva

Compartilhe esta postagem

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on print

Últimas postagens

Arquivo

Arquivos

Você pode contribuir para o Evangelho a qualquer momento com sua oferta.
Informativo