Skip to content

Rev. Basílio e Gislaine Gonçalves (Senengal) 12/12/2014

Queridos Irmãos, graça e paz.

Considerando que estamos próximos ao Natal, quero começar fazendo uma breve meditação abordando este tema. Uma razão a mais é que neste momento, tenho feito as minhas devocionais no evangelho de Mateus. No capítulo 2 de Mateus podemos ver a continuidade da narração do nascimento de Jesus e podemos sugerir o seguinte tema para nossa reflexão: Jesus, o Centro.

A centralidade de Jesus nos céus, obra das mãos do Pai.

“porque vimos a sua estrela no Oriente”.  Mt. 2:2

“e eis que a estrela que viram no Oriente os precedia”. Mt. 2:9

“E, subitamente, apareceu com o anjo uma multidão da milícia celestial, louvando a Deus e dizendo: Glória a Deus nas maiores alturas, e paz na terra entre os homens, a quem ele quer bem”. Lc 2: 13-14.

Nesta primeira lição, devemos aprender que naquela noite o céu foi adornado com uma estrela que jamais esteve presente qualquer outra noite que se passou desde a criação. A estrela de Jesus era a rainha de todas as outras.  Seu brilho, seu tamanho, sua formosura, sua beleza e sua perfeição sobrepujavam sobre todas as outras, tornando-a a centralidade do céu naquela noite, revelando assim de forma indiscutível e indelével o nascimento do grande Rei Jesus Cristo.  Vimos também naquela noite um coral de anjos nos céus, ensaiado divinamente pelo Espirito Santo, os quais realizaram uma única apresentação de toda História, dando glórias a Deus pai nas alturas pelo nascimento do PRÍNCIPE da paz que nasceu e está entre os homens. Jamais, desde a criação, existiu uma noite desta nos céus. Os céus e toda a criação celeste tiveram uma alegria incomparável.

A centralidade de Jesus na terra, obra das mãos do Pai.

“Tendo ouvido isso, alarmou-se o rei Herodes, e, com ele, toda a Jerusalém; Mt”. 2:3

A expressão de forma direta (o menino) aparece sete vezes no capítulo 2 revelando assim que toda a centralidade esta no menino Deus e Rei. Mateus 2: 8, 9, 11, 13, 14,20 e 21.

“Entrando na casa, viram o menino com Maria, sua mãe. Prostrando-se, o adoraram…”. MT. 2:11.

Não só foi no céu, mas na terra também. Todos, tanto o Rei como todos de Jerusalém, ouviram a notícia do nascimento do Rei de Israel, o Salvador. O menino tornou-se o centro de tudo e de todos.

Irmãos, que neste natal o centro de nossas conversas seja Jesus; em nossas festas seja Jesus; em nossas visitas a parentes seja Jesus e em nossas saudações natalinas seja Jesus. Assim como a estrela brilhou, os Anjos cantaram e os magos adoraram assim seja o nosso natal, ai sim teremos um FELIZ NATAL.

Nosso tempo em Senegal

Família

As crianças estão bem, graças a Deus não tem tido problemas com enfermidades. Quanto ao desempenho da língua eles estão bem melhor. Principalmente Hadassa, nossa primogênita, já se comunica de forma bem eficiente no francês, louvamos a Deus por isto.  Na escola, eles não tiveram um bom desempenho no primeiro bimestre, compreensível por causa da falta de domínio da língua, mas neste bimestre que se passou eles tiveram uma melhora significativa. Quanto à ambientação na escola, pudemos perceber desenvolvimentos por vê-los com alguns amiguinhos, o que nos deixou muito felizes. Orem por isto. Além da língua e a socialização com novos colegas ainda existe as questões culturais diferentes enfrentadas pelos nossos filhos. Aqui, como em muitos países africanos, eles castigam as crianças fisicamente de diversas formas. Na escola dos nossos filhos, eles deixam as crianças de joelhos, o que deixou nossa filha Hadassa muito revoltada, principalmente por ter sido castigada coletivamente, pois o professor ouviu conversa ao retornar na sala sem saber os verdadeiros culpados.

Quanto a mim e a Gisa temos passado por momentos de enfermidades. Estive no Brasil por dois meses para refazer a cirurgia e logo quando cheguei aqui Gisa teve uma crise de coluna que teve de ficar 20 dias de repouso. Os dois sem poder fazer esforços na questão de peso não tem sido fácil. Pedimos que orem conosco pelo carro, que facilitará muito. Temos pouco a pouco desenvolvido na língua o francês que tem sido um desafio para nós. Nossa faculdade, onde cursaremos francês, que teria que começar em setembro iniciará somente na próxima segunda feira.   Quanto a desenvolvimento de amizades é muito lento por ser o senegalês um pouco fechado, mas temos procurado com um cumprimento aqui, outro ali, sentando, conversando… Neste momento tenho dado assistência em um projeto da missão a 70 km da capital MBOUR a principio tem ido lá uma vez ao mês pregar e da santa ceia. E aqui na capital prego um domingo em outro projeto e o restante do tempo temos usado para aprendizado da língua e cultura, desenvolvimento de relacionamento, oração e leitura bíblica.  Desejamos e pedimos a direção e orientação de Deus para servi-lo na implantação da Igreja que Ele irá realizar aqui neste país.

Orem conosco:

  • Pela nossa família, proteção, renovar das forças e livramento;
  • Pelo povo senegalês, para que Deus salve os seus que aqui estão;
  • Orientação e discernimento do Senhor para nossas vidas no desenvolvimento da obra aqui;
  • Pela continuidade do aprendizado da nova língua;
  • Pelas crianças na escola
  • Pela necessidade de um carro para o trabalho e para nossas necessidades diárias

 

Basílio, Gisa, Hadassa, Gabriela e Ian.

Compartilhe esta postagem

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on twitter

Últimas postagens

Você pode contribuir para o Evangelho a qualquer momento com sua oferta.
Informativos