Skip to content

Rev. Augusto e Martha Liza

Campinas, setembro de 2020

“Teus, ó Senhor, são a grandeza, o poder, a glória, a majestade e o esplendor, pois tudo o que há nos céus e na terra é teu. Teu, ó Senhor, é o reino; tu estás acima de tudo.” 1 Crônicas 29: 11

 

Queridos irmãos, Parceiros em Ministério, amigos e familiares,

Escrevemos a vocês para relatar o que temos vivenciado neste último trimestre de junho a agosto deste ano. E que ano!!

Continuamos aqui no Brasil, pois as fronteiras peruanas continuam fechadas e as igrejas no Peru seguem impedidas de se reunirem, pelo menos até dezembro.

A Pandemia tem conseguido paralisar pessoas, famílias, grandes e pequenas economias, mas nem a Pandemia pode parar a Missio Dei. Continuamos em Missão.

Daqui do Brasil temos feito estudos com os irmãos de Huancayo e Huancavelica, enviamos materiais para as crianças e suas famílias, nos reunirmos para prestar culto ao nosso Deus todos os domingos e temos nossas reuniões para devocionais a cada noite de segunda a sábado. As devocionais são realizadas por mim e pelo irmão David Mandujano, nosso sócio em ministério no Peru.

Nestes meses também tenho participado, através da plataforma Zoom, das conferências organizadas pela Igreja Presbiteriana do Peru. Os irmãos têm apresentado alguns temas para consideração e discussão dos pastores presbiterianos do Peru.

Eu e Martha cumprimos todas as recomendações quanto a isolamento social, nos comunicando com a família somente através das redes sociais, e fazendo todas as nossas compras de alimentos e remédios online.

Sabemos que nosso Deus tem tudo sobre o seu controle, e somente Ele pode determinar se contrairemos o vírus ou não, mas obedecemos às recomendações da ciência, tendo-a como parte da provisão de Deus para as nossas vidas.

Para Martha, estar tão perto de nosso neto sem poder estar com ele é um sacrifício, mas ainda assim nos submetemos as recomendações na esperança de que pronto venha uma vacina, que nos ajudará a manter as medidas de distanciamento de uma forma mais tranquila.

A Igreja Segue em Missão

Desde 15 de março não podemos nos reunir presencialmente como Igreja no Peru por decreto do governo peruano e como dito anteriormente, seguiremos assim pelo menos até dezembro de 2020. Mas nós e a igreja continuamos em missão, e a despeito das dificuldades, nos reunimos virtualmente como igreja.

Atualmente estamos desenvolvendo o trabalho com a Igreja através de:

Cultos dominicais online por meio da página da Igreja no Facebook

https://www.facebook.com/IEPRPHuancayo/;

todos os domingos às 10:30 h Peru, 12:30 h Brasil.

Envio de Histórias e atividades para as crianças através do Grupo de Facebook “Club de Niños” aos sábados as 15:00 h Perú, 17 h Brasil. https://www.facebook.com/groups/186325075476479/

Devocionais e estudo bíblico todas as noites de segunda a sábado às 20:00 h Peru, 22:00 h Brasil, através de reuniões via plataforma Zoom;

Estudo Bíblico com os irmãos de Huancavelica através da Plataforma Zoom;
Iniciamos um Grupo de discipulado, através da plataforma Zoom, que se reúne todos os Domingos às 16 h Peru, 18:00 h Brasil.

Em 7 de Julho a Igreja fez 1 ano de cultos públicos. No Domingo 05 de Julho celebramos, agradecemos e louvamos a Deus por esta grande benção, prestando culto através da página da Igreja no Facebook. Os irmãos das 2 Igrejas de Huancavelica prestaram culto junto com a nossa comunidade, e foi um momento de muita alegria.

No dia 7 de Julho, dia do aniversário da Igreja, nos reunimos através do Zoom com os irmãos de Huancavelica, e mais uma vez celebramos em Cristo o aniversário da Igreja que nasce em Huancayo.

Nossos cultos dominicais têm reunido pessoas da Argentina, EUA, Trujillo, Ayacucho, Huancavelica, Lima, e os membros da comunidade em Huancayo. Nossos cultos são online pela página da igreja no Facebook, e Deus tem trazido muitas pessoas para cultuar online conosco através de recomendações e convites de membros da Igreja.

Daqui do Brasil eu e Martha gravamos a mensagem, enviamos ao nosso parceiro peruano irmão David Mandujano, e David dirige o culto, formata digitalmente e publica em nossa página do Facebook.

Damos graças a Deus pela vida do irmão David e por sua disposição e compreensão de Reino, para a Glória de Deus.

Para as crianças, Martha formata as histórias bíblicas do livro de Gênesis e elabora atividades para crianças de 3 a 10 anos. As atividades são enviadas através da página das crianças no Facebook. Ela combinou com as famílias que enviará o material e as famílias poderão estudar a bíblia com suas crianças.

Nossos devocionais são desenvolvidos por mim e por David, e reunimos alguns membros da Igreja em Huancayo. Alguns membros são bem frequentes, outros já se revezam, porém recebo relatos de como este momento diário com Deus tem fortalecido as famílias diante das circunstâncias que estamos atravessando. Soli Deo Gloria. É neste espaço também que comemoramos os aniversários.

Agora no mês de agosto incluímos uma novidade: toda quinta feira o devocional é realizado por um irmão que participou do Estágio da APMT em Huancayo. Os dois primeiros foram com a Missionária Mônica e com os estagiários Jean Marc, Juanny e Catarina. Foi uma benção o encontro da Igreja com estes irmãos. Os irmãos de Huancayo têm muito carinho pelos brasileiros que participaram do estágio da APMT em Huancayo.

Também não deixamos os irmãos de Huancavelica desassistidos. A convite deles, realizamos estudos bíblicos e pregamos em um Culto Dominical. Foi uma grande benção estar com estes irmãos, a quem amamos tanto.

Aqui no Brasil, no dia 25 de agosto, fizemos uma live com a Igreja Presbiteriana do Jardim Vitória, Belo Horizonte, MG, onde pudemos compartilhar do que Deus tem feito em Huancayo e em nossas vidas. Ficamos muito gratos a esta Igreja, a irmã Cassiane, ao seminarista Alexandre e ao Pr. Marcio pela oportunidade.

A entrevista está disponível em:
https://www.facebook.com/IPBJV/videos/609473269764637/,

Situação do Peru na Pandemia

A situação no Peru está a cada dia mais difícil. A rede hospitalar é muito deficitária em Lima e muito mais deficitária na serra e selva peruana. No Peru não existe um sistema de saúde como o nosso SUS. Lá eles têm o sistema EsSalud, que é opcional para o trabalhador e devido aos baixos salários, as pessoas optam por não fazerem o plano.

O número de pessoas infectadas e de mortes cresce a cada dia exponencialmente e a rede hospitalar, quer seja do governo ou privada, não consegue atender a todos que necessitam de cuidados. O Peru agora é o primeiro lugar no mundo em mortalidade em proporção a número de habitantes.

A situação é bem pior na serra e selva peruana por 2 motivos: primeiro, o número de leitos é muito reduzido existindo poucos leitos de UTI; e segundo, porque os camponeses têm medo de ir para o hospital, pois para eles ir ao hospital é sinônimo de morte. Não percebem que o que causa a morte. é a falta da procura por cuidados médicos a tempo.

Segundo as notícias que temos, em Huancayo as pessoas começam a morrer em suas casas, ou na rua, muitas vezes esperando serem atendidas nos corredores do hospital. Não há leitos para todos, não há UTI para os que necessitam e não há balões de oxigênio suficientes para os que deles precisam. As famílias têm que sair e procurar quem venda o oxigênio para o seu familiar acamado, e nem sempre encontra ou pode pagar.

No nosso informativo anterior contamos um pouco de como é a configuração das famílias e moradias peruanas. Geralmente muitas pessoas morando em uma casa pequena, muito frio, casas fechadas, e quando um membro da família se contagia, logo os demais são infectados.

Somada a esta situação vem a questão da sobrevivência e muitas vezes a imprudência. Muitas pessoas não possuem geladeira, o que faz com que elas saiam diariamente de suas casas para compras de alimentos. Muitas pessoas vivem do comércio informal, o que também as colocam em alto risco de contágio. O governo tenta editar medidas de segurança, mas o povo está cansado e já não obedece mais.

Foram restabelecidas as viagens interestaduais e intermunicipais, com protocolos de segurança rígidos, que muitos não obedecem.

O aeroporto foi aberto para voos internos no Peru, também com protocolos rígidos, mas o número de contágios continua aumentando, o que fez com que o governo fechasse os voos para determinadas regiões e começasse uma quarentena localizada. Huancayo fica no estado de Junín, e está entre as cidades que foram alvo desta quarentena localizada.

Se não bastasse todos estes problemas, em algumas cidades, Huancayo inclusive, o número de festas e reuniões sociais aumentam, e assim o contágio se multiplica. Festas e reuniões estão proibidas, mesmo assim muitos continuam com este comportamento imprudente.

No meio de toda esta situação, reconhecemos que Deus tem sido misericordioso com a nossa comunidade em Huancayo. Não tivemos notícias de nenhuma morte e nem infecção no meio dos membros de nossa comunidade. Porém tivemos notícias de muitas pessoas com as quais convivemos que contraíram o vírus e duas mortes que nos entristeceram muito.

Pr Dante, era pastor leigo da Igreja Presbiteriana e Reformada do Peru, na cidade de Lircay, ficou hospitalizado por um longo período e depois de estar bem melhor veio a falecer em decorrência do vírus. Toda a sua família contraiu o vírus, e somente ele veio a falecer. Pedimos suas orações pela sua esposa Helena Aparco e pela sua família.

Também faleceu, depois de uma longa batalha contra o vírus de quase mês e meio o Pr. Adolfo Huaranga. Era pastor da Igreja Evangélica Peruana, denominação de corte reformado, e deixou sua esposa Sara e seu filho Moshe, um jovem de 24 anos. Também pedimos as suas orações por Sara e Moshe.

Esta enfermidade vem ceifando a vida de muitos em toda a Terra, e apesar de sabermos que nosso Deus está no controle de tudo, nos entristece ver tanto sofrimento no meio de tantas famílias no Brasil, no Peru e no mundo. Houve um dia que me comuniquei via WhatsApp com 4 famílias no Peru, e as 4 estavam com todos os seus membros infectados pelo vírus da COVID19.

Diante do quadro que acabamos de apresentar, convido você, meu irmão a orar com John Piper:

“Pai,

Em nossos melhores momentos, por tua graça, não estamos dormindo no Getsêmani. Estamos acordados e ouvindo a oração do teu Filho. Ele sabe, lá no fundo, que deve sofrer. Mas em sua perfeita humanidade, ele clama: “Se possível, passa de mim este cálice”.

Da mesma forma, sentimos, lá no fundo, que essa pandemia é designada, em tua sabedoria, para propósitos bons e necessários. Nós também devemos sofrer. Teu Filho era inocente. Nós não somos.

No entanto, em nossa humanidade menos do que perfeita, com ele também clamamos: Se possível, passa de nós este cálice. Fazer rapidamente, ó Senhor, o trabalho doloroso, justo e misericordioso que resolvestes realizar. Não te demores em julgamento. Não demore a tua compaixão. Lembra-te dos pobres, ó Senhor, de acordo com a tua misericórdia. Não esqueças o grito dos aflitos. Conceda recuperação. Conceda uma cura. Livra-nos — tuas pobres criaturas indefesas — dessas tristezas, oramos.

Mas não desperdices a nossa miséria e tristeza, ó Senhor. Purifica o teu povo da preocupação impotente com o materialismo estéril e o entretenimento sem Cristo. Torna a isca de Satanás amarga em nossas bocas. Corta de nós as raízes e os restos do orgulho, do ódio e dos caminhos injustos. Concede-nos a capacidade de ficarmos indignados quando menosprezamos a tua glória. Abre os olhos do nosso coração para ver e saborear a beleza de Cristo. Inclina nossos corações à tua palavra, teu Filho e teu caminho. Enche-nos com coragem compassiva. E faze um nome para ti mesmo através do serviço do teu povo.

Estende a tua mão em grande avivamento para o bem deste mundo que perece. Que as terríveis palavras do Apocalipse não sejam proferidas nesta geração: “Porém, não se arrependeram”. Assim como feristes corpos, atinge agora as almas adormecidas. Proíbe que eles permaneçam adormecidos nas trevas do orgulho e da descrença. Em tua grande misericórdia, fala a esses ossos: “Viva!” E alinha os corações e as vidas de milhões com o valor infinito de Jesus.
Em nome de Jesus, amém.”

Nossos Motivos de Oração

Agradecimento

Pelo cuidado, sustento e proteção Divina a cada dia;

Pela Igreja em Huancayo

Pelas Igrejas de Huancavelica;

Por nossas vidas, saúde e ministério.

Súplicas

Pelos povos do Peru e do Brasil diante da pandemia;

Por sabedoria e rendição a Deus dos líderes das nações Brasileira e Peruana;

Por uma vacina ou remédio para a cura da COVID19;

Pela Sra Sara, e Moshe, esposa e filho do Pr. Adolfo Huaranga;

Pela Sra Helena, esposa do Pr. Dante, e sua família;

Pela relação do câmbio real/sol que a cada dia o real se encontra mais desvalorizado, afetando assim nossos recursos financeiros.

Pela abertura das fronteiras do Peru, para que retornemos a nossa casa em segurança;

Pelo grupo de discipulado; constância e desejo de aprender;

Por nós, pela nossa saúde e ministério; e que Deus nos dê graça e sabedoria para desenvolver o trabalho de evangelismo e o pastoreio da Igreja online.

Pr. Augusto e Martha Liza,

Compartilhe esta postagem

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on twitter

Últimas postagens

Você pode contribuir para o Evangelho a qualquer momento com sua oferta.
Informativos