Skip to content

Presidente da CNSAF agradece o apoio recebido

Minhas queridas irmãs das SAFs e irmãos da IPB,

Louvado seja Deus pela sua bondade.

Graças damos ao Senhor Jesus por ter nos levado em sua paz e ter nos trazido de volta ao nosso país.

Fomos 11 irmãs acompanhadas do Rev. Marcos Agripino da APMT nas visitas missionárias que fizemos a três países no Continente Africano.

Cada país tem sua beleza e suas dificuldades mas em todos encontramos pessoas que amam a Jesus como amamos.

Cada viagem nos deixou uma experiência e uma impressão que nunca sairá dos nossos corações.

Fizemos a obra missionária em cada um deles e nos esforçamos para entregar o que o Senhor nos pediu, isso dentro de nossos limitações e como suas servas.

Logo, logo as 11 irmãs emitirão seus pareceres pessoais sobre a viagem e faremos um relato para a SAF em Revista. Fotos  e gravações de momentos especiais é o que não faltarão pois as queridas Subdonita e Keila deram cobertura a tudo que lá aconteceu ajudadas pelas irmãs que tinham suas máquinas sempre apostas, sem falar na super máquina do missionário Rev. Marcos Agripino, a quem agradecemos a bondade como se preocupou conosco e ajudou a todas a caminhar em três civilizações diferentes.

Estivemos com alguns missionários presbiterianos pessoalmente e falamos a distância com mais de uma dezena deles e com suas famílias, quando em viagem a tecnologia nos proporcionou (o computador do Rev. Agripino) momentos de oração por eles e de louvor a Deus junto com eles também.

Conhecemos muitos queridos irmãos e irmãs, choramos juntos e nos alegramos também com o que Deus faz em todo o planeta entre os seus servos.

Missões é o que não falta para realizar, pois em todos os lugares que fomos há necessidades grandes para que o Evangelho seja espalhado. Faltam Bíblias em todas as línguas mesmo em Português.

Sobram campos pois os missionários não dão conta. Angola tem um povo inteiro a espera do Evangelho e lá temos 18 mil presbiterianos e cerca de 70 pastores. Moçambique tem cerca de 100 mil presbiterianos e somente 56 pastores. 

Eles precisam dos irmãos brasileiros e a terra para o Evangelho é mais do fértil. Os campos estão brancos e os frutos prontos para a ceifa. 

As mulheres presbiterianas como auxiliadoras participam do Bom Combate de Cristo cada uma na sua forma de ser e dentro da realidade do seu país e da forma como forma catequizadas ou evangelizadas por outro povo.

Em todos os países as esposas dos pastores estão entre as líderes do TF.

Em Moçambique as mulheres parecem mais ainda empenhadas talvez pela falta de obreiros.

Agradecemos a todos os amados irmãos e irmãs que oraram por nós. Não fossem as orações e os cuidados do Senhor não teríamos superado as dificuldades (todos do grupo).

Mas chegamos vitoriosos em Cristo Jesus e pela sua graça.

Continuem orando por nós para que Jesus tenha misericórdia de nós.

Em Cristo

 

Ana Maria Prado

Presidende a CNSAFs

Compartilhe esta postagem

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on twitter

Últimas postagens

Você pode contribuir para o Evangelho a qualquer momento com sua oferta.
Informativos