Skip to content

O Valor do Evangelho

Mágico e ateu assumido, Penn Jillette, muito conhecido pelos socialights, declarou algo muito importante para nós como cristãos. Após um dos seus shows, um expectador se dirigiu a ele e lhe deu mais do que bons elogios por seu excelente show. Esse cristão disse-lhe: “Eu trouxe isto para você”. Em sua mão ele segurava uma pequena Bíblia de bolso.

“Sou um empresário e não sou louco”. Disse o homem, olhando o mágico nos olhos. Embora soubesse que aquele a sua frente era ateu, podendo facilmente recusar o seu presente, ele o amou ao ponto de correr o risco de lhe dar o livro mais odiado pelos ateus: a Bíblia.

O impacto daquele episódio na vida daquele ateu o levou a postar um vídeo em seu canal no Youtube, no qual ele afirma: “Eu sempre digo que não respeito pessoas que não fazem proselitismo. Se você acredita que existe céu e inferno, e que pessoas podem ir para o inferno e não obter a vida eterna, e você pensa que não vale a pena dizer isso a alguém, porque poderia soar socialmente estranho, quanto você tem que odiar uma pessoa para não evangelizá-la? Quanto você tem que odiar alguém para acreditar que a vida eterna é possível e não dizer isso a ela?” Penn Jillette (The gift of a Bible).

Se alguém lhe oferecesse um milhão de reais por um dos seus olhos, você o venderia? Creio que a resposta automática seria uma recusa à oferta, porque os nossos olhos são valiosos demais. Quanto você estaria disposto a investir para salvar a sua própria pele, caso você estivesse entre a vida e a morte em um hospital? Agora, nós estamos falando de almas que estão morrendo sem ouvir a Palavra de Deus. Lucas 15.7 nos afirma o que Deus pensa sobre o valor de uma conversão: “Digo-vos que assim haverá alegria no céu por um pecador que se arrepende…”

Mas como haverá arrependimento se não há quem pregue, pois “a fé vem pelo ouvir e ouvir a Palavra de Deus.” Ele anuncia a todos os “homens, em todo lugar, que se arrependam”. Só haverá arrependimento se houver a pregação do Evangelho, e só crerão se alguém lhes pregar a mensagem de salvação.

Quando não pregamos, nós contribuímos diretamente para instauração do caos sobre a terra. O mundo está perdendo o temor pelas Leis de Deus, e criando os seus próprios deuses, consequentemente, quebrando o primeiro mandamento “Não terás outros deuses além de mim”. Toda iniquidade emana da quebra desse mandamento, e o resultado é: o nome do Senhor é blasfemado, assassinatos em massa em várias partes do mundo, abortos em profusão, larga escala de fabricação e disseminação de drogas ilícitas, banalização do sexo etc. O ódio, que segundo as Escrituras é igual a matar o irmão no coração, tem sido praticado até mesmo por aqueles que se autodenominam cristãos. Somente nos EUA, mais de 45 milhões de bebês já foram abortados desde 1970, quebrando o sexto mandamento que diz: “não matarás”. O número de adultérios, tanto no meio secular como entre os cristãos, tem aumentado assustadoramente, rompendo com o sétimo mandamento que diz: “não adulterarás”.

A colheita está pronta para ser ceifada. Pecadores não arrependidos estão por todos os lugares e Deus os chama ao arrependimento. Para isso, precisamos pregar destemidamente. O que o ateu Penn Jillette disse é verdade, “o quanto precisamos odiar alguém para não pregarmos a essa pessoa o Evangelho da salvação?” Deus nos deixou o seu maior exemplo, ao enviar o seu Filho unigênito para morrer em nosso lugar. O que moveu o seu coração foi um amor tal que em nenhuma língua se tem palavra para expressá-lo. Tudo o que Deus requer de nós é amor pelos perdidos, movido por atos de obediência. “Ide e pregai o evangelho a toda a criatura”.

Quem ama, deseja o melhor para o seu próximo. O bem mais supremo que pode acontecer a alguém é a salvação. Sendo assim, deixar de pregar o Evangelho pode não ser um ódio declarado, mas é uma profunda indiferença, e isso é o contrário do amor. Que Deus nos ajude a amar o nosso próximo ao ponto de rompermos barreiras para pregarmos o Evangelho de esperança e de uma vida eterna com Cristo.

REV. RONALDO ANDRÉ

Compartilhe esta postagem

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on print

Últimas postagens

Arquivo

Arquivos

Você pode contribuir para o Evangelho a qualquer momento com sua oferta.
Informativo