Skip to content

O Valor do Evangelho

Mágico e ateu assumido, Penn Jillette, muito conhecido pelos socialights, declarou algo muito importante para nós como cristãos. Após um dos seus shows, um expectador se dirigiu a ele e lhe deu mais do que bons elogios por seu excelente show. Esse cristão disse-lhe: “Eu trouxe isto para você”. Em sua mão ele segurava uma pequena Bíblia de bolso.

“Sou um empresário e não sou louco”. Disse o homem, olhando o mágico nos olhos. Embora soubesse que aquele a sua frente era ateu, podendo facilmente recusar o seu presente, ele o amou ao ponto de correr o risco de lhe dar o livro mais odiado pelos ateus: a Bíblia.

O impacto daquele episódio na vida daquele ateu o levou a postar um vídeo em seu canal no Youtube, no qual ele afirma: “Eu sempre digo que não respeito pessoas que não fazem proselitismo. Se você acredita que existe céu e inferno, e que pessoas podem ir para o inferno e não obter a vida eterna, e você pensa que não vale a pena dizer isso a alguém, porque poderia soar socialmente estranho, quanto você tem que odiar uma pessoa para não evangelizá-la? Quanto você tem que odiar alguém para acreditar que a vida eterna é possível e não dizer isso a ela?” Penn Jillette (The gift of a Bible).

Se alguém lhe oferecesse um milhão de reais por um dos seus olhos, você o venderia? Creio que a resposta automática seria uma recusa à oferta, porque os nossos olhos são valiosos demais. Quanto você estaria disposto a investir para salvar a sua própria pele, caso você estivesse entre a vida e a morte em um hospital? Agora, nós estamos falando de almas que estão morrendo sem ouvir a Palavra de Deus. Lucas 15.7 nos afirma o que Deus pensa sobre o valor de uma conversão: “Digo-vos que assim haverá alegria no céu por um pecador que se arrepende…”

Mas como haverá arrependimento se não há quem pregue, pois “a fé vem pelo ouvir e ouvir a Palavra de Deus.” Ele anuncia a todos os “homens, em todo lugar, que se arrependam”. Só haverá arrependimento se houver a pregação do Evangelho, e só crerão se alguém lhes pregar a mensagem de salvação.

Quando não pregamos, nós contribuímos diretamente para instauração do caos sobre a terra. O mundo está perdendo o temor pelas Leis de Deus, e criando os seus próprios deuses, consequentemente, quebrando o primeiro mandamento “Não terás outros deuses além de mim”. Toda iniquidade emana da quebra desse mandamento, e o resultado é: o nome do Senhor é blasfemado, assassinatos em massa em várias partes do mundo, abortos em profusão, larga escala de fabricação e disseminação de drogas ilícitas, banalização do sexo etc. O ódio, que segundo as Escrituras é igual a matar o irmão no coração, tem sido praticado até mesmo por aqueles que se autodenominam cristãos. Somente nos EUA, mais de 45 milhões de bebês já foram abortados desde 1970, quebrando o sexto mandamento que diz: “não matarás”. O número de adultérios, tanto no meio secular como entre os cristãos, tem aumentado assustadoramente, rompendo com o sétimo mandamento que diz: “não adulterarás”.

A colheita está pronta para ser ceifada. Pecadores não arrependidos estão por todos os lugares e Deus os chama ao arrependimento. Para isso, precisamos pregar destemidamente. O que o ateu Penn Jillette disse é verdade, “o quanto precisamos odiar alguém para não pregarmos a essa pessoa o Evangelho da salvação?” Deus nos deixou o seu maior exemplo, ao enviar o seu Filho unigênito para morrer em nosso lugar. O que moveu o seu coração foi um amor tal que em nenhuma língua se tem palavra para expressá-lo. Tudo o que Deus requer de nós é amor pelos perdidos, movido por atos de obediência. “Ide e pregai o evangelho a toda a criatura”.

Quem ama, deseja o melhor para o seu próximo. O bem mais supremo que pode acontecer a alguém é a salvação. Sendo assim, deixar de pregar o Evangelho pode não ser um ódio declarado, mas é uma profunda indiferença, e isso é o contrário do amor. Que Deus nos ajude a amar o nosso próximo ao ponto de rompermos barreiras para pregarmos o Evangelho de esperança e de uma vida eterna com Cristo.

REV. RONALDO ANDRÉ

Compartilhe esta postagem

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on twitter

Últimas postagens

Você pode contribuir para o Evangelho a qualquer momento com sua oferta.
Informativos