Skip to content

Miss. Ronalda e Joseph Nassakou

Senegal, abril de 2021

Prezados irmãos,

Graça e Paz do Senhor Jesus!

“Dizei aos desalentados de coração: sede fortes, não temais. Eis o vosso Deus. A

vingança vem, a retribuição de Deus; Ele vem e vos salvará.” Isaias 35: 4.

Temos vivido tempos difíceis, muitos estão desalentados de coração; são muitos enlutados, desencorajados, angustiados, são muitos os que estão em profundas tristezas e desesperanças. Mas o Senhor nos manda dizer aos desalentados de coração: sede forte, não temais! Eis o vosso Deus. Em outras palavras: não te desesperes, não se deixe por vencido, seja corajoso, não tenha medo, eu, o Senhor, estou contigo. Dizei aos desalentados de coração: Nós sabemos que essa mensagem da cruz pode transformar vidas, consolar corações, livrar da morte eterna pecadores e transportá-los para o reino do filho do seu amor. Eis o vosso Deus. O trono não está vazio. Ele continua sentado no trono e dominando tudo, o seu domínio não tem fim, em suas mãos está a vingança e a retribuição, nada passa desapercebido diante dos seus olhos, Ele sabe de tudo, sabe que somos pó e precisamos ser encorajados, animados, fortalecidos e consolados pelo seu Espirito Santo. Glória a Deus!

Um pouco do Senegal:

Um garoto Talibés de 13 anos da cidade de Louga, no interior do Senegal, foi mais uma vítima dos maus-tratos dos líderes mulçumanos daqui. Esse garoto ao ser levado para o hospital, viram que já estava morto. A polícia fez uma enquete e constatou que ele foi vítima de maus-tratos do Marabu. Esse homem foi preso e condenado a 5 anos de prisão. Pela primeira vez foi feito justiça no caso de maus-tratos com as crianças Talibés do Senegal. Podemos ver isso como resposta de oração.

Situação política do Senegal: durante o mês de março houve algumas manifestações, a oposição Senegalesa reclama a transparência e a revisão do código eleitoral no momento das eleições locais e legislativa, que acontecerão este ano. Durante esse período de manifestação houve 13 mortos e muitas pessoas ficaram feridas. Muitos manifestantes foram presos, saquearam e queimaram alguns supermercados, lojas, posto de gasolina. Nesse período muitas atividades e escolas foram suspensas.

Crise econômica: como em todos os outros países do mundo, o Senegal atravessa uma grande crise econômica causada pela pandemia. A economia do Senegal é baseada no turismo, e por causa das restrições, o Senegal não recebe mais os turistas, causando assim um grande crise econômica; as famílias sem recursos financeiras, os jovens sem empregos, muitas organizações de investimento fecharam, ONGs, hotéis… a situação é lamentável.

 

1 – Desempenho no Campo:

Fomos liberados para que recomeçássemos o nosso projeto no início do mês de janeiro com algumas restrições necessárias: teríamos que manter distanciamento, receber um número respeitando o espaço, usar máscaras, lavar as mãos e usar álcool em gel. Durante esse período houve alguns Marabus (Lideres mulçumanos), responsáveis pelas crianças que recebemos, que ficaram com Covid, por isso fomos obrigados a suspender a presença de algumas crianças, para que as outras não fossem contaminadas.

Também tivemos no mês de março tempos de tensões com a política do Senegal e fomos obrigados a fechar o trabalho durante uma semana.

Estamos com um pequeno problema em relação ao nosso centro onde realizamos o trabalho, o proprietário está querendo construir e nos pediu o local. Vamos ter que entregar no mês de junho. Teremos que alugar outro local um mês antes.

2 – Evolução dos alvos:

Tivemos um número de 160 crianças em janeiro, 188 em fevereiro e 93 em março, somando um total de 441 crianças durante esse trimestre. Foi um trimestre muito difícil, com poucas crianças.

Mantemos o contato com os rapazes da rua, auxiliando e ajudando-os em suas necessidades; O Joseph tem passado por alguns locais aonde ficam agrupados muitos garotos e rapazes das ruas, fazendo evangelismo pessoal e aconselhamento.

3 – Notícias da família:

Nós estamos bem, mas, enfrentamos um tempo muito difícil de enfermidade. Joseph e eu ficamos com todos os sintomas do Covid, tivemos febres, falta de ar, dores no tórax, diarreia, ânsias de vômitos, dores no corpo, na cabeça, nos olhos, perdemos o olfato, e tivemos dificuldade para respirar. Fizemos o tratamento e graças a Deus fomos curados.

Nossos filhos vão bem. Para Kady, as portas se fecharam para a bolça que ela havia recebido dos Estados Unidos para finalizar sua faculdade, mediante a todo esse problema mundial que temos enfrentado. Mas ela continua trabalhando e se alto sustentando. O Isaac vai bem. Estamos com grande desafio para com sua escola, pois antes não tínhamos uma grande despesa, mas com o problema da covid, fomos obrigados a colocar ele numa escola particular para que ele não perdesse o ano.

Estamos enfrentando uma fase muito difícil com nossas finanças e as finanças do nosso projeto. O real desvalorizou muito, 1 dólar estácustando quase 6 reais no Brasil, mas quando tiramos aqui no Senegal, já está custando mais de 6 reais, sem falar das taxas do banco ou transferência, e o imposto de renda que pagamos. Não estamos quase tendo finanças para realizar o nosso projeto, está muito difícil. Estamos realmente vivendo tempos difíceis com o aumento do dólar e a crise financeira mundial e o aumento de todas as coisas aqui no Senegal. Também perdemos algumas igrejas que nos ajudavam, o que torna tudo mais difícil.

4 – Motivos de Louvor:

Louvamos a Deus pela nossa saúde, pelos cuidados do Senhor, pela cura divina; pelos livramentos e suprimentos, também pelos cuidados do Senhor para com nossas famílias no Brasil e no Togo;

Agradecemos ao Senhor as oportunidades que tem nos dados para anunciar sua Palavra e aconselhar muitos que tem nos procurado;

Agradecemos ao Senhor a oportunidade que temos de alimentar e abençoar a vida de muitas crianças e de anunciar o evangelho da Salvação;

Louvamos ao Senhor a oportunidade de estar no Senegal como intercessores, suplicando ao Senhor pelos doentes, pelos cegos espirituais, pelos idolatras, pelos injustiçados, pelos enlutados, pelos perdidos, pelos afamados, pelos maltratados e pela salvação desse povo que amamos;

Louvamos ao Senhor pelo carinho e amor que temos recebido das nossas igrejas, e agradecemos as orações. Sei que não tem sido fácil continuar motivando, apoiando, ajudando a espalhar graça e esperança nesse tempo tão difícil que estamos vivendo. Louvamos a Deus que a nossa igreja continua firme no Senhor e vivendo a sua Palavra.

5 – Motivos de oração:

É necessário alugar outro local para realizarmos o nosso projeto. Para alugar um imóvel aqui, são necessários três meses de calção e um mês para a imobiliária; orem para que o Senhor nos mostre esse local, nos dando sua direção e suprimento.

Estamos enfrentando uma crise financeiro mundial, e com isso nosso projeto está sofrendo também. Precisamos de um socorro imediato, por isso, pedimos que orem por essa situação, para que o Senhor possa interver, e que possamos conseguir o necessário para a continuidade do nosso projeto. Que o Senhor possa levantar outras igrejas, e despertar as que já apoiam a investir um pouco mais.

Orem pelo Senegal, por salvação, por consolo para os corações enlutados, por cura divina para as pessoas doentes com corona vírus.

A pobreza tem aumentado no Senegal, muitos desempregos, tantos que mendigam pedindo ajuda; que o Senhor possa visitar o Senegal saciando a fome e a sede dos que almejam, fisicamente e espiritualmente;

Orem pelo nosso filho Isaac, para o suprimento da sua escola. Que Deus possa nos dar as finanças necessárias.

 

“Toda boa dádiva e todo dom perfeito, vem do alto, descendo do Pai das luzes, em que não há mudança e nem sombra de variação.” Tg.1:17

Abraços saudosos, no amor de Jesus,

Seus Missionários, Ronalda e Joseph Nassakou.

Compartilhe esta postagem

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on twitter

Últimas postagens

Você pode contribuir para o Evangelho a qualquer momento com sua oferta.
Informativos