Skip to content

Miss. Mauricio Martinez e Ana Cristina

Africa do Sul/Zimbawe, 13 de outubro de 2019

 

Amados irmãos!

“Quem somente observa o vento nunca semeará, e o que olha para as nuvens nunca segará”. Eclesiastes 11:14

 

Vocês têm medo do vento? O vento sempre foi algo que me chamou a atenção… Desde os intensos até aqueles que vem antes da chuva, para mim, o vento sempre sinaliza que o tempo está mudando. Aqui na Cidade do Cabo, especialmente em Kenilworth, onde moramos, o vento é muito forte e sempre me causa muito medo, mas sempre que venta muito lembro que a casa em que estou foi construída para suportar o vento forte.

No último dia 07 de setembro, completamos três meses na África do Sul. Para nós, tem sido tempos de ventos fortes, pois o processo de adaptação em uma outra cultura sempre é intenso por mais que ela seja parecida com a nossa. Precisamos abrir mão dos nossos pré-conceitos, da maneira que entendemos o mundo e tudo ao nosso redor para entender como as pessoas nesse país pensam e agem. Devemos abrir mão do nosso jeito de falar, pois o processo de aquisição de língua é total, ele não muda somente o seu jeito de falar, mas o modo como se alimenta, toma banho, lava louça (aqui temos pouca água em relação ao Brasil); precisamos pensar em outra língua, pois o nosso pensamento muitas vezes não faz sentido nessa nova cultura; precisamos abrir mão do “eu penso que”, para “eu aprendo que..”; enfim, precisamos ser um copo vazio todo dia…

Em meio aos ventos fortes, temos obtido vitórias e estamos firmes no aprendizado da língua. No mês de novembro, participaremos de uma Conferência com igrejas do continente africano, onde teremos a oportunidade de conhecer lideranças das igrejas no Zimbábue. Esse evento será nosso primeiro congresso na língua inglesa, um grande passo para nós.

Também temos muita alegria no local onde Deus nos colocou para morar, uma casa com outras sete pessoas amáveis conosco nesse tempo de aprendizado da língua, nos ajudando com a pronúncia das palavras e nos ensinando sobre a cultura da África do Sul.

O vento com certeza vai continuar soprando forte, pois essa é a vida do missionário, mas além da certeza, sempre que o tempo está mudando, temos a segurança de que a casa edificada sobre a rocha nunca irá cair.

Orem por nós para que possamos viver intensamente nos próximos sete meses tudo o que Deus preparou para nós por aqui, afinal, o vento nunca deixará de soprar…

Na próxima página, seguem alguns dos eventos dos quais participamos nos últimos meses.

Como participar?

* Orando;
* Divulgando nosso projeto em

sua Igreja e aos seus amigos; * Mobilizando eventos;
* Investindo financeiramente.

Motivos de oração e agradecimento:

* Fidelidade de Deus em nossas vidas;

* Progresso alcançado no aprendizado da língua e empenho para permanecer firme até o término dos estudos;

* Estamos com 78% do recurso mensal necessário para a permanência na África do Sul, de modo que precisamos levantar novas parcerias.

 

 

C O N T A T O

Maurício: (11) 97465.0533 Ana: (11) 99530.2243

mauricioeanaost@gmail.com projetocasadepedra

 

Contas bancárias

– Maurício Lima Martinez (CPF: 213.821.778-79) Caixa Econômica Federal
Agência: 3191 Código: 013 C/P: 00012933-0 Banco do Brasil Agência: 4584-5 C/C: 17.576-5

-Ana Cristina da Silva Ost (CPF: 174.270.768-85) -Caixa Econômica Federal
Agência: 0255 Código: 013 C/P: 0004759-6 Banco Itaú Agência: 0067 C/C: 05175-5

-Depósito via APMT (CNPJ: 04138895/0001-86) -Banco do Brasil – Agência: 5853-x C/C: 7500-0 Bradesco – Agência : 119-8 C/C: 107965-4 (Favor informar que a contribuição depositada é para o Missionário Maurício Lima Martinez, enviando um e-mail para : tesouraria@apmt.org.br

Agradecemos a Deus pela sua vida e que o Senhor o recompense grandemente.

 

Amados irmãos!

“Quem somente observa o vento nunca semeará, e o que olha para as nuvens nunca segará”. Eclesiastes 11:14

 

Vocês têm medo do vento? O vento sempre foi algo que me chamou a atenção… Desde os intensos até aqueles que vem antes da chuva, para mim, o vento sempre sinaliza que o tempo está mudando. Aqui na Cidade do Cabo, especialmente em Kenilworth, onde moramos, o vento é muito forte e sempre me causa muito medo, mas sempre que venta muito lembro que a casa em que estou foi construída para suportar o vento forte.

No último dia 07 de setembro, completamos três meses na África do Sul. Para nós, tem sido tempos de ventos fortes, pois o processo de adaptação em uma outra cultura sempre é intenso por mais que ela seja parecida com a nossa. Precisamos abrir mão dos nossos pré-conceitos, da maneira que entendemos o mundo e tudo ao nosso redor para entender como as pessoas nesse país pensam e agem. Devemos abrir mão do nosso jeito de falar, pois o processo de aquisição de língua é total, ele não muda somente o seu jeito de falar, mas o modo como se alimenta, toma banho, lava louça (aqui temos pouca água em relação ao Brasil); precisamos pensar em outra língua, pois o nosso pensamento muitas vezes não faz sentido nessa nova cultura; precisamos abrir mão do “eu penso que”, para “eu aprendo que..”; enfim, precisamos ser um copo vazio todo dia…

Em meio aos ventos fortes, temos obtido vitórias e estamos firmes no aprendizado da língua. No mês de novembro, participaremos de uma Conferência com igrejas do continente africano, onde teremos a oportunidade de conhecer lideranças das igrejas no Zimbábue. Esse evento será nosso primeiro congresso na língua inglesa, um grande passo para nós.

Também temos muita alegria no local onde Deus nos colocou para morar, uma casa com outras sete pessoas amáveis conosco nesse tempo de aprendizado da língua, nos ajudando com a pronúncia das palavras e nos ensinando sobre a cultura da África do Sul.

O vento com certeza vai continuar soprando forte, pois essa é a vida do missionário, mas além da certeza, sempre que o tempo está mudando, temos a segurança de que a casa edificada sobre a rocha nunca irá cair.

Orem por nós para que possamos viver intensamente nos próximos sete meses tudo o que Deus preparou para nós por aqui, afinal, o vento nunca deixará de soprar…

Na próxima página, seguem alguns dos eventos dos quais participamos nos últimos meses.

Como participar?

* Orando;
* Divulgando nosso projeto em

sua Igreja e aos seus amigos; * Mobilizando eventos;
* Investindo financeiramente.

Motivos de oração e agradecimento:

* Fidelidade de Deus em nossas vidas;

* Progresso alcançado no aprendizado da língua e empenho para permanecer firme até o término dos estudos;

* Estamos com 78% do recurso mensal necessário para a permanência na África do Sul, de modo que precisamos levantar novas parcerias.

 

 

C O N T A T O

Maurício: (11) 97465.0533 Ana: (11) 99530.2243

mauricioeanaost@gmail.com projetocasadepedra

 

Contas bancárias

– Maurício Lima Martinez (CPF: 213.821.778-79) Caixa Econômica Federal
Agência: 3191 Código: 013 C/P: 00012933-0 Banco do Brasil Agência: 4584-5 C/C: 17.576-5

-Ana Cristina da Silva Ost (CPF: 174.270.768-85) -Caixa Econômica Federal
Agência: 0255 Código: 013 C/P: 0004759-6 Banco Itaú Agência: 0067 C/C: 05175-5

-Depósito via APMT (CNPJ: 04138895/0001-86) -Banco do Brasil – Agência: 5853-x C/C: 7500-0 Bradesco – Agência : 119-8 C/C: 107965-4 (Favor informar que a contribuição depositada é para o Missionário Maurício Lima Martinez, enviando um e-mail para : tesouraria@apmt.org.br

Agradecemos a Deus pela sua vida e que o Senhor o recompense grandemente.

 

Compartilhe esta postagem

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on twitter

Últimas postagens

Você pode contribuir para o Evangelho a qualquer momento com sua oferta.
Informativos