Skip to content

Miss. Lígia Bordini

Ubatuba, Maio de 2020

“Ainda que a figueira não floresça,… todavia eu me alegro no Senhor, exulto no Deus da minha salvação. O Senhor Deus é a minha fortaleza, e faz os meus pés como os da corça, e me faz andar altaneiramente. “ Habacuque 3:17-19

Amados irmãos, Graça e Paz!

Somos gratos a Deus pelo privilégio de servi-Lo ao longo de minha vida e por ter me sustentado até aqui com sua infinita Graça.

Quanto a esse tempo sombrio e de incertezas que vivemos por causa do Covid19, estou com boas expectativas quanto ao futuro, pois creio que o Senhor haverá de fazer coisas grandiosas por meio da Sua Igreja no Brasil como em todo o mundo. Aparentemente portas estão fechadas, todavia sabemos que quando portas se fecham aqui neste mundo, a porta do céu se abre e a ação de Deus se torna ainda mais visível, porém, difícil de mensurar…

No Quilombo Cambury, graças á Deus, tudo está calmo, apesar da entrada permanecer ainda fechada, sem turistas, e o povo confinado em casa sem receber visitas nem mesmo de familiares que vivem na cidade. No Estado de São Paulo, não foi confirmado nenhum caso de Covid 19 nos quilombos. No entanto, já não podemos dizer o mesmo de quilombos que estão nos Estados de Amapá, Bahia, Goiás, Maranhão, Pará, Pernambuco, Rio de Janeiro e Amazonas. Oremos por esses irmãos.

Usando de forma útil esses dias de quarentena no quilombo, os pais se reuniram para construir uma nova sala para a escola. Embora seja uma responsabilidade da Prefeitura, os pais decidiram mutuamente realizar a obra, uma vez que as crianças não estão em sala de aula.

O ônibus ainda não tem permissão para entrar no bairro e continuamos, na medida do possível, nos falamos através do Whatsapp com alguns. A comunidade está ficando impaciente com toda essa situação que não depende de nós para voltar ao “normal”.

Trabalhando em casa, estou na cidade com meus irmãos onde estamos reclusos, mas não parada. Na necessidade de uso das máscaras e na dificuldade de encontra-las, começamos a confeccioná-las aqui em casa. Com a ajuda de minha irmã, fizemos várias e estamos doando ao pessoal do quilombo. Nesse tempo também entrei em contato com uma pessoa do quilombo da Fazenda, há uns 10km de distancia do Cambury, e estamos também confeccionando e doando à eles. Por algumas vezes tivemos a visita de famílias do Cambury aqui em casa, quando entregamos á elas as mascaras, e outras vezes nos encontramos no centro da cidade de Ubatuba.

Assim tem sido nossos dias de confinamento. Mais do que em qualquer outro tempo sentimos o quanto somos dependentes do Senhor, quanto somos frágeis e o quanto precisamos Dele em cada projeto diário de nossa existência.

Carecemos irmãos muitíssimos de suas orações por nós nessa missão, pois ao retornarmos as atividades, precisaremos ter sensibilidade para perceber possíveis mudanças de perspectivas, pois esse período tem deixado alguns desesperançados com relação ao futuro de cada um na comunidade.

Deus os abençoe, guarde e os fortaleça a cada dia!

Muito obrigada por todo apoio e intercessão.

Intercedam,

  • por este tempo de quarentena;
  • pelo suprimento de alimentos para os que estão sem recursos financeiros;
  • por estratégias nesse novo cenário que está sendo construído e que devemos enfrentar;
  • pelo compartilhar da Palavra e a urgência da Evangelização em nossos dias.
  • por uma casa adequada para o trabalho até obtermos autorização para a construção;
  • por minha saúde
  • por um carro acessível ao local;
  • suprimento financeiro para o projeto e pelo meu sustento pessoal.

Um forte abraço a cada um. Sempre a disposição para quaisquer dúvidas, meu contato está abaixo.

No amor de Cristo,
Lígia Bordini
IPB – APMT – Quilombo Cambury

WhatsApp (11) 9 4243.5712

Compartilhe esta postagem

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on twitter

Últimas postagens

Você pode contribuir para o Evangelho a qualquer momento com sua oferta.
Informativos