Skip to content

Miss. Lígia Bordini

Ubatuba, Abril de 2020

“Bem sei que tudo podes, e nenhum dos teus planos pode ser frustrado. “ Jó 42:2

Amados irmãos, Graça e Paz!

Os trabalhos na comunidade quilombola do Cambury de uma hora para outra, entrou obrigatoriamente em uma pausa, tudo mudou! Passamos a viver um momento delicado em nossa vida diária, bem como toda nossa nação. Um momento de exercitar nossa fé inteiramente no Senhor.

Jó passou por uma crise forte e desesperadora em sua saúde, suas finanças e, o mais difícil, morte na família e desafios nas amizades. Ele sentiu uma profunda dor em sua alma. Em meio à crise, ele reconhece a sua fragilidade e sua dependência de Deus. No capítulo 19.25 ele diz: “Porque eu sei que o meu Redentor vive…” Ele ainda possuía uma perspectiva em Deus em meio às lutas. Deus responde aos seus questionamentos mostrando Sua soberania, o Seu poder sobre todas as coisas e também a pequenez do homem. Deus está no trono.

Embora não entendamos muitas coisas, devemos lembrar que nada foge ao Seu controle. Deus tudo pode! Minha oração, meus queridos irmãos, é que esta verdade esteja presente em nossa vida neste momento difícil que estamos vivendo. A fé é exercitada e fortalecida em momentos de crises.

O Quilombo Cambury, assim como todo país, vive um momento de reclusão social. No inicio, nas duas primeiras semanas foi difícil para a comunidade entender o que estava acontecendo. Foi proibida a presença de turistas, a única alternativa de trabalho local, com aluguel de quartos e vendas de suas iguarias nos quiosques. O acesso ao Cambury foi fechado, o ônibus proibido de circular no bairro, a escola fechada e nossos cursos paralisados. Nosso único meio de comunicação está sendo através do WhatsApp que poucos possuem.

Espaço Novo – Assim que terminou o feriado de carnaval, encontramos um lugar que será ótimo para o nosso trabalho e reunião. A princípio procuramos alugar uma casa, mas não conseguimos devido o espaço não ser adequado para os trabalhos, salas de aulas. Dessa maneira, uma das moradoras no quilombo, que muito admira o nosso trabalho, nos cedeu a sala e um quarto de sua casa e o projeto irá arcar com os gastos da luz e internet. Parte da mudança já está no morro e a outra parte está na cidade aguardando a construção da casa.

Quanto à construção da casa no terreno doado, ainda aguardamos a documentação da Associação do quilombo e também do Parque Estadual da Serra do Mar, para então iniciarmos. Assim caminhamos entendendo que os planos de Deus não podem ser frustrados e que o tempo para todas as coisas é com Ele. Esse é o tempo de viver na completa dependência do Senhor e reconhecer o quão frágeis somos e tirarmos desse momento lições para nossa vida. Quero poder aproveitar para falar do amor de Deus muito mais do que antes à esta comunidade a qual Ele me colocou com esse exato propósito.

Amados irmãos essa missão só está sendo possível realizar com o vosso apoio e orações e por isso conto com toda vossa fidelidade e intercessão. Que Deus os abençoe, guarde e os fortaleça a cada dia!

Nossos motivos de oração:

Quilombo:

  • por este tempo de quarentena obrigatória;
  • pelo suprimento de alimentos para os que estão sem recursos financeiros;
  • por estratégias nesse novo cenário que vamos enfrentar;
  • pelo compartilhar da Palavra;
  • pela urgência da Evangelização em nossos dias.

Por mim:

  • agradecer pelo lugar que encontramos para o trabalho;
  • por um carro acessível ao local;
  • pela aprovação breve da autorização de construção;
  • suprimento financeiro para o projeto;
  • meu sustento pessoal;
  • por minha saúde.

Um forte abraço a cada um com toda minha gratidão.
No amor de Cristo,
Lígia Bordini
IPB – APMT – Quilombo Cambury

Compartilhe esta postagem

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on twitter

Últimas postagens

Você pode contribuir para o Evangelho a qualquer momento com sua oferta.
Informativos