Skip to content

Mis. Luciano de Azevedo (Moçambique) – 17/11/2011

 

 

Seminário com equipe do Abrace Moçambique

 

Como eu havia escrito em minhas cartas anteriores, recebemos a visita de nove irmãos provenientes do Brasil, sendo cinco pastores, um seminarista, um missionário e dois líderes de jovens. A maioria desses irmãos pertence ao Presbitério Centro-Norte Paulistano da IPB, de onde surgiu a iniciativa do projeto, de modo especial através o Rev. Daniel Albuquerque. Os irmãos podem conhecer melhor o projeto através do blog http://missaoabracemocambique.wordpress.com.

 

Durante quatro dias, esses irmãos estiveram ministrando diversas palestras e workshops sob o tema Evangelização e Crescimento de Igreja aos pastores, evangelistas e instrutores da IPM. Os alunos da Escola de Teologia do Khovo também participaram dos seminários. As palestras foram excelentes e ainda tenho ouvido as boas impressões dos irmãos moçambicanos que tiveram a oportunidade de participar. 

 

Os irmãos do Abrace Moçambique também doaram uma biblioteca com cerca de 600 livros teológicos de excelente qualidade. Trouxeram toda a biblioteca devidamente etiquetada e catalogada num programa próprio para biblioteca. Também doaram um computador, estante para os livros e colaboraram financeiramente para a realização do seminário. Trouxeram também livros para serem distribuídos. Cada um dos participantes dos seminários recebeu um kit com cerca de 15 livros de excelente qualidade.

 

A experiência com esses irmãos aumentou minha convicção de que, quando o missionário no campo move ações em parceria (não só financeira) com a igreja enviadora, os resultados são muito mais positivos. Especialmente quando se trata de um grupo aberto para aprender e que aceita o fato de que, as necessidades de uma determinada igreja no campo transcultural, não são as mesmas (não necessariamente) daquelas que encontramos em nosso próprio contexto. A equipe do Abrace Moçambique está de parabéns, pois veio concentrada em transmitir fundamentos bíblicos e não em reproduzir nosso modelo ou experiência como igreja em outro país. 

 

A equipe do Abrace Moçambique pretende voltar também nos próximos anos com a proposta de continuar nos ajudando na capacitação de obreiros. Eu creio que Deus tem planos ainda maiores para essa parceria e que havemos de colher ainda muitos frutos dessa iniciativa, para a glória de Deus. 

 

Seminário com pastores sobre a ETK

 

Eu também havia pedido orações acerca disso. Obrigado aos que oraram!!! A reunião foi muito positiva. Nunca haviam realizado um encontro como esse. Alguns pastores falaram sobre os primórdios da ETK, outros falaram sobre os atuais programas de formação de obreiros da IPM (pastores, evangelistas, instrutores, anciãos, etc.) e todos falaram acerca das perspectivas futuras da Escola de Teologia do Khovo. Pelo que ouvi nesse encontro, a Igreja Presbiteriana de Moçambique está de fato interessada em aproveitar a ETK dentro de seus programas de formação de obreiros. Nada foi decidido nesse encontro, mas as reflexões foram muito positivas. Eu saí dessa reunião satisfeito e com minha visão ainda mais fortalecida. 

 

Viagem ao distrito (interior)

 

No início de Outubro, tive a oportunidade de fazer algo que me agrada de forma especial: viajar para o distrito para visitar uma de nossas igrejas. Acompanhado de dois alunos da ETK e de um evangelista da IPM, estive visitando a Paróquia de Massingir, na província de Gaza, a cerca de 5 horas de viagem de Maputo. Fomos convidados pelo evangelista responsável por aquela igreja (ainda não têm pastor) para dar palestras aos jovens. Esse tipo de viagem proporciona um convívio importante com os alunos que vai além das quatro paredes da sala de aula. Foi muito gratificante ver os dois alunos que me acompanhavam: Nelson e Alfredo, a ensinar e a interagir com os jovens  e demais membros da igreja em Massingir. 

 

Fim do ano letivo na ETK

 

Em Novembro termina o ano letivo de nossa escola. Temos sete alunos que estarão concluindo o curso esse ano e esperamos que muito outros ingressem no ano que vem. Louvamos a Deus por esses que perseveraram nos estudos até aqui e que agora terão a alegria de receber seu certificado de nosso curso de teologia. Mais ainda, poderão usar esse conhecimento para melhor servir a Deus em suas igrejas. 

 

Alguns motivos de oração quanto a isso:

 

– Nosso problema de espaço continua e nos preocupa quando ao próximo ano. Com o desenvolvimento da escola, alguns acreditam que podemos ter até trinta novos alunos no primeiro ano – não há como acomodar esse número no espaço que temos. Há uma possibilidade de compra de um contêiner (daqueles grandes, de navio) que já se encontra nas dependências do Khovo, pertencente ao Conselho Cristão de Moçambique. É um contentor já adaptado, onde atualmente funcionam escritórios e que nos resolveria, por hora, o problema de espaço. Estamos fazendo uma proposta ao CCM. Orem acerca disso!

 

– Nosso diretor, Obede Baloi, foi eleito para ser reitor de um outro seminário (Ricathla) e, possivelmente, deve nos deixar. Estou um pouco apreensivo quanto à escolha do novo diretor. Orem que Deus esteja colocando alguém realmente disposto a continuar caminhando conosco, abraçando a visão de desenvolver a escola, e não alguém em busca apenas de interesses pessoais. 

 

 

Obrigado pelas orações! 

 

Um grande abraço a todos!

 

 

Luciano de Azevedo

 

 

 Caixa Postal 21 – Ma

Compartilhe esta postagem

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on twitter

Últimas postagens

Você pode contribuir para o Evangelho a qualquer momento com sua oferta.
Informativos