Skip to content

Mis. Fabiana e Sebastian Braun (Alemanha) – 11/11/2016

Olá queridos amigos e irmãos,

Como vocês estão? Finalmente conseguimos escrever e abaixo vocês podem conhecer e se envolver com a obra que o Senhor tem feito aqui na Alemanha. O nosso muito obrigado a todos que tem segurado as cordas aí no Brasil para que possamos continuar servindo e testemunhando integralmente, vocês nos abençoam para que possamos abençoar a outros.

Família

A nossa filha Naomi é um presente do Senhor e um milagre em nossa vida, temos visto o cuidado do nosso pai em cada detalhe da vida dela, e mesmo que esteja sendo um desafio para nós administrar todos os nosso afazeres com o cuidado dela, nós temos somente motivos de gratidão por esse primeiro ano de vida da nossa filha. 
 

No dia 1/09 ela comemoramos e ela pode comer seu primeiro bolo de aniversário, em especial queremos  agradecer as irmãs da SAF da igreja Presbiteriana Unida de SP que nos deram uma oferta específica para o primeiro bolo de aniversário da nossa filha! Deus cuida de detalhes.

Infelizmente nos últimos dois meses ela teve várias crises gástricas e descobrimos que seu corpo desenvolveu uma intolerância a Frutose, ou seja, ela não pode comer frutas e alguns outros alimentos, agora precisamos esconder as frutas que ela tanto gosta e também sempre estar preparando e controlando os alimentos que ela come. Mas nós cremos que o Deus de detalhes tem cuidado de nossa filha de forma sobrenatural, se possível clame pela saúde dela e por sabedoria para nós.

 

Mulheres refugiadas

O projeto com as mulheres refugiadas esta a todo vapor e o Senhor tem nos abençoado com muitas oportunidades!
 

Agora temos um dia fixo para atendermos as mulheres no café, às segundas-feiras entre 15:00 até 21:00h. E a cada semana recebemos mulheres novas e nosso grupo só tem aumentado e se tornado mais forte e nós temos tido oportunidades maravilhosas de compartilhar assuntos profundos e que chegam ao coração dessas mulheres.

No começo do nosso trabalho, a gente atendia esporadicamente mulheres traumatizadas, mas não sei se é felizmente ou infelizmente, chegamos a um ponto em que as mulheres confiam muito em nós e compartilham seus mais profundos segredos! Estamos chegando à conclusão que 80% das mulheres que atualmente atendemos sofrem algum tipo de trauma, seja de abuso sexual, físico ou moral que elas viveram em seus países, dentro da própria família ou até mesmo aqui na Europa.

Esse número tem nos chocado muito e nos levado a clamarmos por muita sabedoria e por muito mais trabalhadoras para nosso projeto, essas mulheres estão desesperadas a procura de esperança e cura, nós desejamos fazer diferença na vida delas, queremos levar a verdadeira esperança mas há tanto trabalho a ser feito e tão poucas pessoas dispostas a  servirem. Por isso, nós agradecemos se você puder clamar nesse momentos por essas mulheres tão preciosas e sofridas que o Senhor tem colocado no nosso caminho, e também para que o Senhor levante mais trabalhadoras

Seminário

Nosso Deus é fiel e sustentou o Sebastian e nossa família durante os quatro anos dos seus estudos teológicos. Nós vivemos esses anos totalmente pela fé e pela graça e foi um tempo de muito aprendizado e cuidado do Senhor em todas as áreas. Agradeça e louve ao Senhor junto conosco por mais essa vitória!

 

Quais os caminhos seguir depois da formatura?

Após a conclusão do seminário do Sebastian, algumas igrejas o convidaram para pastorear, (há, infelizmente também, uma necessidade muito grande de pastores por aqui, pois muitos estão ficando velhos e não há muitos jovens interessados em assumir o trabalho) e nós clamamos muito para que o Senhor mostrasse qual seria o nosso próximo passo a tomar. O projeto com as refugiadas estava planejado para três anos, e nossos planos era, depois da formatura, seguir outro caminho. Mas o Senhor falou de forma clara conosco para continuarmos o trabalho, pois o projeto com os refugiados havíamos iniciado antes da crise e agora com tanta gente chegando há uma necessidade maior ainda de dar continuidade ao trabalho e além do mais nós, não recebemos uma pessoa que pudesse assumir a liderança e "passarmos o bastão".

Mesmo Deus falando conosco claramente de diversas formas nós, a partir de agosto, não tínhamos mais casa para morar e sabíamos que ficar em Sinsheim (cidade onde moramos) seria depender mais ainda de Deus e foi assim que o Senhor usou novamente pessoas e nos deu em um mês várias opções de escolha de casa. Uma casa pastoral que em baixo ainda funciona uma igreja (que infelizmente tem somente 10 membros acima de 70 anos e não tem condições e ou visão de sustentar um pastor, e irá "morrer") e esteve fechada por quase 4 anos esperando a "família certa" chegar.

Início de um novo projeto

A nossa nova casa, além de ter um espaço ótimo para se iniciar um trabalho evangelístico, está localizada na frente à estação de trem, ou seja, é um local ideal e nós nos sentimos extremamente privilegiados por recebermos um local tão especial e praticamente pronto para iniciarmos um novo projeto. Ao orarmos pedindo por sabedoria para começarmos algo, entendemos que a oração seria nosso ponto de partida, não somente em nós, mas também através de nós a fim de sermos instrumento de revitalização da consciência missionária da igreja alemã.

Esse método não é novo, lembramos dos irmãos morávios que há quase 500 anos atrás através de um movimento de 24 horas de oração deu início às missões como conhecemos hoje, e nós cremos que o início de uma "casa de oração" seria ideal para servir a igreja local e assim  fortalece-la para que possamos alcançar os refugiados que aqui estão chegando aos montes.

Além de que através da oração nós podemos facilmente abordar as pessoas na rua, pois assim como no Brasil quase ninguém nega uma oração. Já temos sete pessoas que o Senhor trouxe para nosso encontro semanal de oração em favor desse novo projeto. Ainda estamos no começo e há muita coisa que precisa ser planejada e organizada, mas louvamos ao Senhor por nos proporcionar esse privilégio de iniciarmos mais um projeto para o Reino. Se você puder, ore por esse projeto e agradeça ao Senhor pela oportunidade que temos de servir em nossa casa.

Viagem ao Brasil (25/11/16 até 23/01/17)

Tudo oque o Senhor tem realizado aqui na Alemanha através da nossa família só é possível porque temos o corpo de Cristo nos suportando, temos a APMT que é nossa agência missionária enviadora e temos também as igrejas e pessoas que oram e nos sustentam das mais diversas formas, além no nosso time aqui em nossa cidade.

Para que o trabalho continue indo tão bem, nós precisamos sempre estar administrando nossos círculos de apoio e um dos pré-requisitos da APMT é que após 3 anos de contrato nós retornemos ao Brasil para uma reunião com a diretoria e assinemos um novo contrato.

Pois bem, chegou o tempo e no dia 6/12/12 nós estaremos em São Paulo para participar dessa reunião e aproveitaremos essa viagem para visitar as igrejas e parceiros que estão envolvidos na obra do Senhor por aqui.

Com o aumento do Euro, com a chegada da Naomi e com a expansão dos nossos projetos nosso sustento financeiro quase que duplicou, por isso se você deseja participar desse projeto contribuindo financeiramente e ou sabe de pessoas e igrejas que queiram fazer parte da obra de Deus entre os refugiados e reavivamento da igreja na Alemanha entre em contato conosco.

Pedimos que aqueles que queiram nos encontrar ou nos convidar para falarmos em alguma igreja ou grupo, por favor, nos escreva para planejarmos juntos a melhor data, pois infelizmente ficaremos pouco tempo ai entre vocês e queremos poder encontrar e divulgar a realidade que vivemos para o maior grupo de pessoas possível!

Motivos de gratidão:

  • Vida da Naomi
  • Formatura do Sebastian 
  • Participação de várias refugiadas em nossas atividades
  • Viagem ao Brasil
  • Casa pastoral que mudamos
  • Diversas oportunidades de testemunhar o evangelho

Motivos de oração:

  • Nossa saúde, em especial alergia da Naomi.
  • Nosso relacionamento como família e criação da Naomi
  • Sabedoria para administrarmos nosso tempo
  • Sustento financeiro
  • Sensibilidade para vivermos uma vida de oração e sermos testemunhas da obra do Senhor
  • Revitalização das igrejas e despertamento da obra missionária na Alemanha
  • Inicio do novo projeto "Casa de oração"
  • Mais pessoas em nossa equipe
  • Sabedoria em testemunhar de forma clara
  • Relacionamentos com as mulheres que tem participado dos projetos.
  • Guerra na Síria, Iraque, Ucrânia e suas vítimas
  • Pessoas que estão, nesse momento, em fuga buscando refúgio em algum outro país.
  • Uma tradutora árabe para nossos estudos Bíblicos
  • Famílias dos refugiados que estão desestruturadas
  • Cura emocional, física e espiritual das mulheres refugiadas que estamos atendendo.

Compartilhe esta postagem

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on twitter

Últimas postagens

Você pode contribuir para o Evangelho a qualquer momento com sua oferta.
Informativos