Skip to content

Mis. Emma Castro (Base Brasil) – Agosto

14/08/2014

“Amo o SENHOR, porque ele ouve a minha voz e as minhas súplicas”. Salmo 116.1

Prezados irmãos e parceiros no ministério,

Quanta surpresa a vida nos reserva, não é? As vezes surpresas agradáveis, mas outras vezes acontecem situações que nos deixam perplexos sem saber o que fazer e nos empurra a tomarmos decisões imediatas e não podemos errar. São nestas horas que nos sentimos mais pertinho do Pai. Momentos de crise sempre tem este lado positivo na nossa vida.

Avanços no ministério

Estes últimos meses foram marcados por intensos trabalhos, pois era necessário terminar alguns materiais

que seriam distribuídos na reunião do Supremo Concilio nos dias 19 a 22 de julho passado. Graças a Deus pudemos finalizar:

1- Mais uma edição da Revista Alcance;

2- Uma Revista Relatório dos 4 anos de trabalho da APMT;

3- Um CD com 34 vídeos curtos que contém: seis vídeos sobre a história da APMT, seis vídeos sobre o focos da Ação Global e regiões de maior carência de envio missionários e 24 vídeos de diferentes missionários e seus projetos;

4- O nosso site em novo formato com novas possibilidades já está no ar. Tivemos muito trabalho para ajustarmos tudo o que era preciso. Também o site do CFM está quase pronto e poderá atender melhor a demanda que temos com o curso.

Peru

Nos dias 16 de julho a 1 de agosto estive no Peru, acompanhando o grupo de 45 pessoas que realizaram o estágio como parte do CFM – Curso de Formação Missiológica.

1- Formamos a equipe de Comunicação no grupo, a qual era responsável por registrar todas as atividades nos diferentes locais. A Equipe foi composta por sete pessoas. Durante o estágio finalizamos dois vídeos e postamos no nosso canal. Também atualizamos a nossa página no Facebook e o Site.

2- Estive em Cusco, nos dias 18 a 20 de julho, registrando o trabalho dos missionários Jairo e Kênia Rodrigues, que trabalham há mais de 10 anos com famílias, jovens, homens e mulheres. Fizemos um vídeo sobre o ministério da família para divulgação, que está disponível no canal do YouTube da APMT.

3- Estive na região de Ayacucho nos dias 27 a 30 de julho. Uma parte da equipe, 5 pessoas, foi realizar o trabalho e apoiar o ministério do Rev. Josué Yupanqui. Gravamos vídeos,  registramos o trabalho dos dentistas, reunião nos lares, cultos e o trabalho na congregação no povoado chamado Santa Inés, que fica à 2 horas de distância e a 3.555 m de altitude. Realizei um trabalho com as crianças na igreja enquanto os pais eram atendidos pelos dentistas.

4- Em Lima, nossa base, fizemos a cobertura de duas EBFs, trabalho dos dentistas em duas igrejas, cultos em cinco igrejas, encontro com as mulheres, encontro com homens, encontro de líderes eclesiásticos no Seminário, reunião com a liderança Indígena da Transamazônica, Culto na congregação Quechua, escolinha de Futebol, trabalho com os jovens e entrevistas a líderes da Igreja Evangélica Presbiteriana e Reformada no Peru – IEPRP. Conversamos e encorajamos os missionários locais. Em várias ocasiões, também, fui solicitada para fazer a tradução do português para o espanhol.

Família

No segundo dia da nossa estada no Peru, quando já me encontrava em Cusco, tive um grande susto, a noticia de que meu marido, Rev. Cornélio, estava internado em um hospital nos Estados Unidos. Ao receber a noticia, fiquei desorientada, muito assustada, mas sem ter ainda um diagnostico preciso. Após conversar com ele, fiquei mais calma. Mas mesmo assim, quando retornei a Lima, vi os procedimentos para voltar a São Paulo no mesmo dia.

Antes, porém, da minha ida ao aeroporto recebi a noticia do resultado do cateterismo que não tinha sido detectado nenhuma gravidade. O Cornélio me disse para continuar no Peru e me programar para estar com ele em agosto, quando realmente ele precisaria da minha companhia ao retornar para casa. Ele ficou 10 dias internado. Foi submetido a vários exames. O diagnóstico final foi Fibrilação Atrial e Aritmia.

Eu estou com ele aqui nos Estados Unidos desde o dia 6 de agosto. Ele não podia retornar para a casa e estar sozinho, porque ainda está em observação, tomando a medicação, fazendo dieta e o controle periódico. No dia 28 de agosto terá outra consulta para tratar a Aritmia. A medicação que está tomando, está fazendo o efeitoesperado. Graças a Deus!

Com esta situação e, para poder ficar tranquila durante o tratamento da saúde dele, tivemos que tomar algumas providências em casa. O Paulo, nosso filho mais velho, ficou em São Paulo e está montando uma república no nosso apartamento. Samuel resolveu começar o cursinho de Medicina em Asunción, Paraguai, e a Paloma foi para Concepción, morar com minha irmã Cristina.

Não entendemos ainda os propósitos de Deus, foi uma mudança radical que não tínhamos planejado, mas cremos que o Senhor está cuidando de cada um de nós e orientando-nos nessas tomadas de decisões.

Sabemos que muitas pessoas tem orado por nós nestes dias críticos.  Estarei o tempo que seja necessário do lado do meu marido nos Estados Unidos, se Deus assim permitir, aguardando a resposta definitiva do Departamento de Migrações sobre o visto “religioso”, seja ele positivo ou negativo.

Continuo trabalhando online no Depto. de Comunicação coordenando os trabalhos no Site, Redes Sociais e Revista Alcance. Contamos com uma estagiária que é aluna do último ano de Jornalismo no Mackenzie, Isabella Silveira Dias.

Gratidão

1- Agradeço de coração a todas as pessoas que estiveram orando e dando palavras de alento nestes dias sombrios;

2- Louvo a Deus pela APMT, na pessoa do Executivo, Rev. Marcos Agripino e membros da Assembleia que compreenderam essa situação e tem nos apoiado;

3- À igreja CBC em Southampton que pagou minha passagem e cuidou do meu marido no hospital e nas suas casas, hospedando-o antes da minha chegada;

4- À minha família e amigos que compreenderam esse momento e estão apoiando ao Paulo, ao Samuel e à Paloma.

Pedidos

1- Pelo restabelecimento completo da saúde do Cornélio;

2- Pelo suprimento financeiro que acarreta toda esta situação de saúde e familiar;

3- Proteção e segurança dos filhos, agora longe de nós.

 

Na dependência daquele que nos chamou para servi-lo, até que Ele volte!

Mis. Emma Castro

Compartilhe esta postagem

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on twitter

Últimas postagens

Você pode contribuir para o Evangelho a qualquer momento com sua oferta.
Informativos