Skip to content

Luiz Gomes e Cláudia

Portugal, agosto de 2020

“Oh! Provai e vede que o Senhor é bom, Bem-aventurado o homem que Nele se refugia” Salmos 34:8

Uma expressão muito usada pelo povo português é “Sabe Bem”. Ex: sabe bem comprar aqui, ou esta feijoada sabe bem. Quando se diz isto numa frase, se quer dizer que aquilo é Bom. Mas é ainda mais do que isto; significa que “eu provei e realmente é bom”. A palavra sabe neste caso não significa saber, mas é sabor. A grande lição para os tempos de pandemia e desestruturação da sociedade em todo mundo é que o evangelho que a cristandade conhece deve ser saboreado, não é só conhecimento intelectual, mas uma experiencia com o autor e consumador de nossa fé. O salmista David nos convida a provar e ver que o Senhor é bom. Muito mais do que argumentos que possamos aprender, somos edificados na fé quando saboreamos a doce presença do Espírito Santo em nossas vidas. E o salmista continua…“feliz o Homem que nele se refugia”. As maiores autoridades em saúde por todo o mundo, estão desesperadas para dar uma resposta rápida e eficaz para o Covid19; achar uma vacina, um remédio, um método profilático contra a contaminação pelo vírus. Porem o que precisamos mesmo, não são apenas de respostas científicas, mas de um lugar onde podemos nos refugiar. O Senhor, nosso Deus, nos acolhe em seus braços; nos sustenta com sua forte mão e aponta lugar seguro para estar. “Sabe bem” nos refugiarmos no Senhor.

DESEMPENHO NO CAMPO

Este último trimestre, foi sem dúvida o mais atípico destes quase 8 anos que estamos no campo missionário. Porem o Senhor em nada mudou e seu cuidado tem sido grande para com nossa família e todos os missionários aqui na Europa neste tempo de confinamento. Assim também, sei que o Senhor continua a abençoar ao meu querido irmão e irmã que tem nos acompanhado neste projecto em Portugal. Compartilho então, um pouco do muito que o Senhor tem feito por nós e através de nós aqui em Portugal

No Centro de Convivência

No Projeto do Centro de convivência para idosos, ainda não
podemos estar presencialmente com os nosso queridos idosos. Por uma lei,
O serviço Nacional de saúde de Portugal, tem sido bastante rigoroso
quanto ao contacto com os utentes dos lares de idosos. Normalmente os
cristãos tem buscado as redes sociais para cultuar ao nosso Deus, porem
com os idosos isto sempre é uma grande dificuldade. Então, tivemos a
ideia de, eu e a Cláudia, produzirmos vídeos reproduzindo todo nosso
momento de culto onde eles já estão habituados. Ali cantamos, oramos
por eles e pregamos a palavra. Enviamos para a direcção do lar de idosos
e eles tem apresentado para eles no datashow. Recebemos o retorno a direcção de que eles tem gostado muito por ter este tempo de culto ao Senhor como também de ser lembrado nestes tempos difíceis. A Deus toda honra e toda a Glória.

No apoio Domiciliário

Igualmente, o projecto ACTOS 2.47, de apoio domiciliário, teve que ser interrompido por se tratar de visitas aos idosos em suas casas. O que temos procurado fazer é entrar em contato telefônico regularmente com eles e ali conversamos bastante, lemos a Biblia e oramos com ele. Temos visto a mão de Deus agir na vida deles, bem como também em nossas vidas pois tem nos animado e abençoado neste tempo de confinamento. Entretanto, neste mês de junho, já tivemos a oportunidade de encontrar com uma de nossas queridas irmãs, para um café próxima a sua casa. Que o Senhor guarde a cada um deles para o testemunho da sua palavra.

Na Igreja de Carnaxide

A Igreja Presbiteriana de Carnaxide, onde somos membro, ainda esta tendo culto através das redes sociais. Temos acompanhado de perto todas as necessidades da igreja e oramos para que em breve possamos voltar presencialmente a adorar o nosso Deus.

Repatriamento

No mês de Abril, quando começou o lockdown em Portugal, milhares
de pessoas perderam seus empregos e muitos foram despejados de onde moravam por falta de pagamento. Dentre eles estavam centenas de brasileiros que só tinham a opção de voltar para o Brasil num voo de repatriamento. Cerca de 50 deles foram para a porta do aeroporto de
Lisboa na esperança de ser incluído no primeiro voo. Porem não foi tão simples assim e eles não conseguiram logo viajar e resolveram ficar acampados na porta do aeroporto. Ali começaram a passar frio e fome. Quando vimos uma reportagem na TV, corremos logo para lá e levamos o que foi possível. Fomos para as redes sociais e fizemos um apelo a quem pudesse ajudar a estes compatriotas. A resposta foi excelente. Eles tiveram ajuda em alimento e cobertores suficiente. Depois de alguns dias, parte deles conseguiram viajar e outros foram albergados e viajaram também. Pedimos a Deus que abençoe e guarde aos brasileiros que ainda estão em Portugal em situação precária para que possam suportar este momento de crise.

Na Base Europa:

Por nossa sugestão ao coordenador da Base Europa, o Rev. Marcos Azevedo, temos nos reunido 2 vezes por semana na plataforma zoom para uma reunião de oração entre os missionário que servem no continente Europeu. Tem sido uma grande bênção poder partilhar com os demais missionários nossas lutas e vitórias. Que o Senhor faça prosperar seu reino aqui neste continente e que sejamos instrumento para edificação e crescimento desta obra que é Dele..

Notícias da família:

Confiamos que Deus sempre cuida de nós. Ele tem mostrado soberanamente isto na vida de todos o que o conhece, porem é para estes tempo que nossa fé é provada. Nosso filho Nathan, foi para Espanha para fazer um programa de intercâmbio na faculdade no final de janeiro. Em março, como a contaminação pelo novo vírus chegou muito rápido a Espanha, ele ainda está retido no pais até a presente data. A cidade onde ele esta já contabiliza centenas de vidas perdidas. Procuramos falar com ele todos os dias, sabemos que Deus guarda os que são seus, mas não nos cansamos de suplicar por sua segurança. Nathan está com viagem marcada de volta para dia 4 de Julho.

A Cláudia, neste mês de Junho, precisou ir para o Brasil, aproveitando um desses voos de repatriamento, para fazer um tratamento medico e possivel cirurgia. Peço aos irmãos que orem por ela e pelos pais dela. Nossos filhos no Brasil, Liz e Lucas, continuam sendo abençoados e guardados por Deus em todo tempo.

Motivos de agradecimento e louvor

Agradecemos a Deus porque Ele tem abençoado nossa família, apesar de todos os perigos. Louvamos a Deus por todo trabalho que temos o privilégio de desenvolver aqui, especialmente nestes tempos difíceis.. Ele é fruto único e exclusivo da misericórdia de Deus para com os eleitos que ali tem se achegado, bem como para connosco que nos sentimos imensamente felizes por ser usados por Deus na sua obra.

Louvamos a Deus por todas as irmãs das SAFs, em todo Brasil que oram por nós e tem ofertado no campo missionário.

Agradecemos a Deus por que podemos ter acesso a tecnologia da internet e uma vez por semana temos nos reunido numa plataforma on-line para orarmos uns pelos outros. Louvamos a Deus também por você, irmão em Cristo que ora por este projecto, que contribui, divulga e tem sensibilidade com o corpo de Cristo aqui em Portugal. Que Deus continue abençoando ao irmão, sua família e igreja de forma poderosa para honra e glória de seu próprio nome. Percebemos que tudo é provisão de Deus.

Pedidos e oração

– Por Portugal, para que este tempo de grande provação seja também de quebrantamento aos Deus único e verdadeiro

– Pelo Projecto do Centro de convivência para idosos, para que Deus continue a abrir portas e novos parceiros. Para que Deus nos use mais e mais em sua obra aqui em Portugal.

– Pela igreja Cristã presbiteriana de Portugal. Por novos obreiros para o campo
– Para que a igreja no Brasil e em todo mundo jamais perca a paixão pelas almas perdidas.
– Pelos Brasileiros que chegaram em grande quantidade a Portugal e muitos passam por grandes dificuldades porque o desemprego tem aumentado de forma drástica
em todo o pais.

Peço que orem para que Deus nos dê forças e saúde para levar a cabo, todo trabalho que temos o privilégio de desenvolver aqui. Ele é fruto único e exclusivo da acção de Deus e sua soberania.- Peço aos queridos irmãos que orem por minha esposa Cláudia, minha filha Liz, seu esposos e filhos, meu filho Lucas e sua esposa e filha (ambos no Brasil) e meu filho Nathan.

 

Em Cristo,

 

Luiz Gomes

Compartilhe esta postagem

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on twitter

Últimas postagens

Você pode contribuir para o Evangelho a qualquer momento com sua oferta.
Informativos