Skip to content

Isaac Souza e Shirley

Brasil/Indigenas, setembro de 2021

“Teu, Senhor, é o poder, a grandeza, a honra, a vitória e a majestade; porque teu é tudo quanto há nos céus e na terra; teu, Senhor, é o reino, e tu te exaltaste por chefe sobre todos.” 1 Crônicas 29.11

Queridos irmãos, graça e paz,

Glorificamos nosso Deus pela oportunidade de ter passado dois meses em uma das aldeias dos U*. No momento, estamos em Brasília cuidando de nossa saúde, principalmente a Shirley, que está fazendo uma bateria de consultas e exames por causa de sua perna que se move durante a noite e por causa de sua vitamina B12 estar bastante alta, podendo ser um indicativo de alguma enfermidade séria. Mas o trabalho relacionado ao campo continua: a Shirley fez consultoria de várias porções bíblicas na língua P*, continua a finalizar as correções de Lucas na língua U*; o Isaac continua trabalhando no dicionário U*. Estamos elaborando material de leitura para a Escola U*, com conteúdo sobre higiene, antialcoolismo e antitabagismo.

Estamos planejando retornar para a aldeia no final de outubro.

Tempo na Aldeia:

Na aldeia, ministramos aulas de reforço escolar, fizemos discipulado, corrigimos a tradução do livro de Lucas e boa parte da tradução do livro de Rute, colaboramos nos cultos, fizemos visitas evangelísticas domiciliares e orientamos a família do Pr. T*, que era a única da liderança que estava na aldeia. As demais lideranças, como a maior parte da comunidade, estavam, por várias semanas, pescando para venda do pescado.

Desânimo da Liderança:

Já sabíamos que a liderança da igreja estava desanimada com a morte de nossa irmã T*, pois todos eram parentes dela por laços consanguíneos ou afins. Porém, não sabíamos a profundidade do impacto que sua morte causou. Nas nossas três primeiras semanas na aldeia, da liderança, apenas o Pr. T* estava indo para a igreja. O pior, o viúvo estava se embriagando. Na quarta semana, um dos presbíteros, pai do viúvo, veio para a igreja com sua esposa. Decidimos conversar individualmente com cada membro da liderança, quando retornaram da pescaria, o que resultou em uma reunião com todos. Eles se pediram perdão e fizeram acordo de retornar a frequentar a igreja como modelo para os demais membros. Nosso irmão viúvo foi disciplinado e está em observação. Ele casou novamente. Sua nova esposa estava em uma turma de discipulado com a Shirley. Ela é uma boa moça e tem demonstrado uma grande vontade de aprender de Jesus. Ela tem ajudado seu esposo a confiar mais em Cristo. Ficamos pensando que, após a morte e sepultamento do Senhor Jesus, alguns discípulos, desanimados, voltaram para a sua antiga atividade de pesca no mar (João 21). Aparentemente, o óbito da T* levou a liderança a se dedicar à pesca, pelo abatimento causado por sua partida. O desafio pela frente agora é ser pescador de gente e não de peixe.

Transformando vidas:

Mesmo com os altos e baixos na igreja, vidas têm sido transformadas pelo poder do evangelho. Por exemplo, dois dos três principais x* têm depositado sua confiança em Cristo e não mais nos espíritos com os quais eram familiarizados. Um deles sempre que está enfermo, pede orações. Essa prática veio de uma vez que estava doente e Deus lhe falou que ele não iria morrer, que ficaria bom da doença, e isso aconteceu imediatamente. Ele sabe diferenciar bem a voz de Deus das vozes dos espíritos. O outro ex- x* sempre ora antes de suas atividades diárias, refeições e também ao deitar e ao levantar. Outros participantes da igreja, no dia a dia, demonstram igualmente sua confiança em Cristo. Atualmente, muitos jovens estão se afogando na bebida alcoólica. Nosso consolo é que “onde abundou o pecado, superabundou a graça” (Romanos 5.20).

Avó Amamentando – Milagre:

Depois que a T* faleceu, as filhas ficaram com a avó paterna, pois T* era órfã. A criança mais nova, de um ano e meio, ainda mamava e estava chorando muito, na ausência da mãe. Então, a avó deu a mama (sem leite) para ela se acalmar. Ela começou a sugar e o leite começou logo a produzir. Ela está mamando em sua avó, que há dezesseis anos não amamentava!

Pedidos de Oração e Louvor:

– Para que o coronavírus continue sem causar óbito entre os U*, como tem sido até agora;

– Por T*, que ainda não superou completamente a perda de sua esposa T*;

– Pelos anciãos das aldeias U*, para entenderem bem o Evangelho;

– Pelos rapazes e moças que estão sendo discipulados;

– Pelos U* que estudaram em instituto bíblico, mas estão longe de Deus;

– Pela saúde física, emocional e espiritual de nossa família;

– Por uma moradia para nossa família em Brasília;

– Por nossos colegas missionários: Alessandro e Joice e filhas (Pietra e Melina). A Joice tem tido problemas de hérnia de disco;

– Pela liderança autóctone e seus familiares:

– Louvado seja Deus pela conclusão da construção da casa missionária na aldeia A*. Eles continuam pedindo presença permanente de missionários entre eles, igual a aldeia I*;

– Louvar a Deus pela vida do Pr. T* que, apesar de toda situação adversa, tem se mantido firme à frente da Igreja U*. Ele acabou de fazer uma viagem evangelística à aldeia I*.

 

Muito obrigado por suas orações e parceria ministerial,

 

Isaac e Shirley Souza.

E-mail: Isaac Souza: [email protected] e celular/Whatsapp 61-9-8212-3830 (Tim)

E-mail: Shirley Souza: [email protected] e celular/Whatsapp 61-9-8170-8730 (Tim)

Compartilhe esta postagem

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on twitter

Últimas postagens

Você pode contribuir para o Evangelho a qualquer momento com sua oferta.
Informativos