Skip to content

Gessé Rios e Iolanda

Africa do Sul, julho de 2021

 

Eis que faço uma coisa nova, agora sairá à luz; porventura não a percebeis? Eis que porei um caminho no deserto, e rios no ermo. (Isaías 43:19)

Graças ao nosso bom Deus, Ele está fazendo algo novo cada dia e cada manhã, por meio de Jesus o Seu Filho Unigênito!

Dia 11/07 completamos 34 anos que dissemos “sim” um ao outro. Desde então, juntos temos procurado servir Àquele que nos chamou para a Sua obra. Iolanda está totalmente recuperada da cirurgia no joelho. Sente alguma dificuldade apenas para agachar, mas a mobilidade está completamente recuperada. No momento estamos tentando uma dieta para abaixar o nível do colesterol ruim alterado.

Nossa imensa gratidão ao Senhor pela saúde dos nossos familiares no Brasil. Nessa altura, a maioria já foi totalmente imunizada para o coronavírus ou já recebeu a primeira dose de algum dos vários imunizantes disponíveis em nosso país.

Agradecemos a Deus pelos nossos filhos e por Seu cuidado sobre eles. Gui tem trabalhado muito servindo no Mukhanyo com seus conhecimentos em TI. No mês passado solicitou ativarmos alguns canais de TV (não temos canais de TV em casa) para assistirmos a Euro Cup, o que temos feito quando os horários nos permitiam. Philipe e Leo, em Cape Town, também estão ótimos. Dos dois, apenas o Leo já foi imunizado contra o covid-19 por trabalhar na área de saúde. Assim, já voltou a atuar em tempo integral no laboratório / Universidade. Agora está organizando a viagem para o período de trabalhos na Universidade de Groningen, Holanda. Philipe ainda trabalha no modo “home office”, o que lhe agrada muito mais.

Deus cuida dos detalhes. Há exatamente 1 ano fizemos uma difícil escolha no momento em que o país se preparava para a primeira onda do covid-19. Nosso contrato de aluguel vencia e, devido ao avanço do vírus, estávamos inseguros de permanecer ali pelas vulnerabilidades do local. Após orarmos, entendemos que Deus estava nos direcionando a encontrarmos outro local. Assim, mudamos de Pretória para Cullinan e, apesar do susto inicial com o arrombamento e o prejuízo, hoje olhamos para traz com imensa gratidão a Deus por nos ter guiado dessa maneira. A região onde morávamos tem sido uma das mais afetadas com a terceira onda nesta Província. Já o local atual nos oferece mais condições de distanciamento e melhor controle no acesso de pessoas, um divisor de águas. Sabemos que essas medidas, por si só não nos isenta de contrairmos o vírus, mas temos melhor condições de administrar a situação para evitar a contaminação.

Considerando que ainda não há vacina suficiente na África do Sul (apenas 2,1% da população foi imunizada até o presente), nossa possibilidade de sermos vacinados pelo menos até setembro ainda é bastante incerta. Isso justifica ainda mais a necessidade de continuarmos nos precavendo, face às nossas comorbidades.

Tivemos o privilégio de participar da VIII Consulta Teológica Anual do Mukhanyo, sob o tema “Standing for the Truth in Bible Education within Africa” que aconteceu em Pretória entre os dias 08 a 10 de junho, para mais de 100 participantes e mais de uma dezena de escolas bíblicas da África. A maioria dos temas foram abordados por preletores africanos, entre eles Rev. Rodgers Atwebembeire, Pr. Sipho Mfusi, Dr. Siegfried Ngubane, Dr. Billy Sichone, Prof. Vhumani Magezi, entre outros. Se por um lado fomos alertados sobres os erros que afetam negativamente a propagação da fé cristã no continente, por outro lado, foi bastante encorajador observar o sério e incansável trabalho que vem sendo realizado por líderes locais visando testemunho do evangelho puro e, consequentemente, a expansão do Reino de Deus neste continente, sobretudo nessa região.Tivemos o privilégio de nos envolvermos em uma ação evangelística da igreja da qual fazemos parte aqui, apesar das restrições que o momento requer, auxiliando na entrega de cerca de 500 kits evangelísticos. Nossa oração é que a Boa Semente tenha caído em terreno fértil, germine e produza frutos para a glória de Deus. Em relação à igreja, temos orado nesse instante pelo crescente número de pessoas que vem testando positivo para o covid-19, para que as misericórdias do Senhor sejam sobre as vidas daqueles que se encontram em estado mais crítico.

Com o nosso contrato de trabalho junto à APMT vencendo em abril, tivemos reunião virtual com a nossa liderança que aprovou a continuação do atual projeto de parceria com o Seminário Mukhanyo e direção da Base de nossa Agência para a região Austral. Nosso retorno ao Brasil para cumprir pré-requisitos necessários (apresentação exames médicos e odontológicos) deverá acontecer tão logo se resolva a pendência em relação aos vistos de trabalho (ainda sem posição do Departamento de Assuntos Internos), bem como, tenhamos sido imunizados conta o coronavírus.

Nossa equipe na região ficou menor com saída da família Bandia de volta ao Brasil para acompanharem os estudos da filha Sara, e com o remanejamento de campo da nossa irmã Eliane Machado. No entanto, Deus está nos dando reforços com o crescimento na família Machado (a chegada de Athos, mais novo membro da equipe) e com a aprovação da APMT para a nossa irmã Mônica Alves reforçar o trabalho em Moçambique.

Alegramo-nos com a possibilidade de realizarmos o encontro missionário. Tão logo as restrições sejam suspensas,

começaremos a preparação. Tudo indica que poderá acontecer ainda no primeiro semestre de 2022. Alegrem-se conosco!

Sempre gratos por sua participação em nosso trabalho. Convidamos-lhe a orar pelos seguintes motivos:

Gratidão e louvor:

  1. Pela oportunidade de apresentar o evangelho de Cristo aos familiares de nossa vizinha Annatjie (falecida no mês
  2. passado). Oremos para que os seus corações ainda sejam alcançados pelo poder do evangelho;
  3. Pela distribuição dos kits de evangelismo, que foi possível realizarmos apesar das restrições;
  4. Pelas ocupações do Philipe e Leo, as quais tem lhes possibilitado a manutenção;
  5. Pelo clima agradável e convivência saudável e amistosa entre os membros de nossa equipe de trabalho;
  6. Pelas portas se abrindo (documentação para visto aprovada) para vinda de nossa colega Mônica Alves a
  7. Moçambique;
  8. Pelas oportunidades de trabalho que se apresentam aos nossos irmãos Ana Cristina e Maurício no Zimbábue;
  9. Pela excelente contribuição que o irmão Luciano Azevedo vem dando na formação de líderes moçambicanos;
  10. Pelo início dos trabalhos em White River (Mpumalanga, África do Sul) através da família Bantim.

Intercessão e súplica:

  1. Pela atual crise na saúde na província onde moramos (Gauteng) em virtude da terceira onda do Covid-19 e para
  2. que o processo de vacinação seja acelerado no país;
  3. Pelo nosso sustento financeiro que teve uma redução drástica esse mês, dificultando ainda mais
  4. acompanharmos as altas nos preços de praticamente tudo no país;
  5. Saúde do nosso filho, Guilherme;
  6. Pelos preparativos da família Machado para retornar ao campo em Moçambique entre agosto e setembro;
  7. Pelos preparativos para o nosso encontro;
  8. Pela resposta sobre os nossos vistos e viagem ao Brasil;
  9. Pela viagem do Leo e pelos trabalhos que precisará desenvolver ali, para que em tudo o Senhor seja glorificado.

Para contribuir com o nosso trabalho:

 

APMT – usar o código de identificação de 0,14 centavos (ex.: R$ 100,14): Banco do Brasil – Agência: 5853-X (Cambuci) – C/C: 7500-0; Banco Bradesco – Agência: 119-8 (Cambuci) – C/C: 107965-4; Transferência online – CNJP: 04.138.895/0001-86; Boleto bancário – (011) 3341-8339, [email protected]

Conta pessoal:
Banco do Brasil – Agência 8413-1; C/C ou Poupança (variação 51): 14116-X – Pix 25307258534 ou
Bradesco – Agência 0250-0; C/C ou Poupança: 0052042-0

 

Gessé Rios e Iolanda

Compartilhe esta postagem

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on twitter

Últimas postagens

Você pode contribuir para o Evangelho a qualquer momento com sua oferta.
Informativos