Skip to content

George William Butler – O Médico Missionário

George Butler, missionário americano, foi um dos homens mais amados e um dos mais odiados do nordeste do Brasil. Era amado como médico, porém odiado como missionário. Veio como médico missionário, em nome da Missão Presbiteriana do Sul dos Estados Unidos, e se instalou, inicialmente, em São Luiz, MA. Começou ali o plantio da Igreja Presbiteriana.

Um ano após iniciar o trabalho evangelístico, já organizou a Igreja Presbiteriana de São Luiz, e um ano depois, construiu o templo presbiteriano. Ele alcançou muitos membros da elite do Império para o evangelho.

Butler estendeu seu trabalho ao interior da província. Foi a Teresina, capital do Piauí, e ali pregou o evangelho para várias autoridades importantes daquele lugar.

Em 1893, a Missão transferiu Butler para o Recife. Ali assumiu o pastorado da igreja até então dirigida pelo Rev. John Rockwell Smith. Na ocasião ele deu início à construção do templo presbiteriano. Depois, a pedido da Missão, foi residir na cidade de Garanhuns, no agreste pernambucano. Foi nesse lugar que Butler desenvolveu a maior parte de seu ministério. A obra missionária ali foi iniciada sob intensa perseguição.

Em 1895, Butler batizou os primeiros conversos, dentre eles, Jerônimo Gueiros, que se tornou importante pastor presbiteriano. A família Gueiros se tornou uma grande geração presbiteriana no Estado de Pernambuco.

O maior adversário dos evangélicos foi o frei Celestino de Pedávoli. Naquela época houve um grande surto de febre amarela, que ceifou mais de 800 pessoas em Garanhuns, e Butler se desdobrou para assistir à população. Isso lhe deu muito crédito para semear a Palavra de Deus a partir daquele tempo. Por causa disso, Garanhuns se transformou em um centro irradiador do Evangelho para todo o Estado de Pernambuco.

Deus é sábio demais para levar adiante a sua obra. Butler construiu ali o templo local, fundou uma escola presbiteriana (origem do Colégio 15 de Novembro), e contribuiu para a criação de um curso teológico, que mais tarde viria a ser o Seminário Presbiteriano do Norte.

Em Garanhuns, Butler exerceu a Medicina, mas, para não ser acusado de charlatanismo, passou o ano de 1896 em Salvador, com sua família. Após um período de estudos, no dia 17 dezembro de 1896, defendeu tese na Faculdade de Medicina e Farmácia da Bahia, para poder clinicar no Brasil.

Um relatório de 1896 diz que no último ano, o missionário fizera, em viagens evangelísticas, quase 7.000 km de trem, 500 km a cavalo, e prestara assistência médica a 1.500 pessoas.

A seguir, Butler se mudou para a cidade de Canhotinho, a 25 km de Garanhuns, onde passou o resto de sua vida e ministério. Em 7 de fevereiro de 1898 visitou a cidade de São Bento do Una, onde houve forte oposição quanto a sua presença.

Ao retornar, um carteiro, a mando do padre, se propôs a mata-lo. Andava com ele nessas viagens um homem simples e um verdadeiro discípulo, ajudando-o na obra evangelística, cujo nome era Manuel Correia Vilela (conhecido como Né Vilela). Quando o tal jagunço desferiu uma punhalada em Dr. Butler, Né Vilela pulou à frente para protege-lo e levou no coração a punhalada. Morreu no local. Dr. Butler sempre dizia que tinha dois salvadores: Jesus e Né Vilela.

Ele foi tão influente na área da Medicina e da pregação do evangelho, que pessoas de longe vinham para ser atendidas por ele. Era muito amado por todos. O próprio padre, que encomendara a sua morte, procurou-o chorando para tratamento de uma doença incurável, e com muito medo de morrer. Até o padre Cícero, de Juazeiro, lhe enviava pacientes para tratamento de saúde.

Tudo isso foi fruto do grande ministério do Rev. e Dr. Butler. O Colégio 15 de Novembro foi um grande centro de formação de pessoas famosas. O pequeno grão de mostarda naturalmente se transformou em uma grande e frondosa árvore; assim foi esse grão de nome Rev. e Dr. George William Butler. Ele faleceu em 27 de maio de 1919. Glórias a Deus por vidas que tanto nos inspiram!

Rev. José João de Paula

Compartilhe esta postagem

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on twitter

Últimas postagens

Você pode contribuir para o Evangelho a qualquer momento com sua oferta.
Informativos