Skip to content

Charles T. Studd – O Atleta que Perdeu para Ganhar

Um dos fortes movimentos missionários que causou muito impacto no mundo, no século XIX, foi o movimento jovem – Movimento Voluntário Estudantil, que nasceu em 1886, nos EUA. Esse movimento missionário durou cerca de 50 anos e enviou cerca de 20.500 estudantes para o campo missionário estrangeiro. Concentrou-se na China, Índia e África.

O que inspirou a criação desse movimento estudantil foi o fato de sete jovens da Universidade de Cambridge terem feito um pacto de sacrificar tudo o que tinham para se entregar ao trabalho missionário na China. C. T. Studd é considerado o mais famoso de todos os estudantes voluntários ao campo missionário. Era ele filho de pai abastado e possuidor de uma grande fortuna, além de ser um destacado atleta universitário.

Recebeu do pai uma parcela de sua grande fortuna, quando fez 25 anos, já na China, e decidiu doar toda ela para Cristo. Doou parte para o Instituto Bíblico de Moody; parte para o orfanato de George Müller, Inglaterra. Reservou parte para sua noiva Priscilla Stewart e, no dia do casamento, quando ele estendeu a mão para lhe entregar o valor, ela lhe perguntou: “O que o Senhor mandou o jovem rico fazer?” Ele lhe disse: “vende tudo”. Ela disse: “Então vamos começar só com o Senhor no dia de nosso casamento”. Então doaram tudo para a obra do Senhor.

Foi muito difícil o trabalho dele na China entre os viciados em ópio. Passaram muita escassez financeira. Ficou lá até 1894, uma década, mas devido aos problemas de saúde retornou para a Inglaterra. Lá tornou-se um missionário itinerante, realizando conferências missionárias, como também nos Estados Unidos, para o despertamento de jovens, a fim de se envolverem com o MVE. Centenas se envolveram com o trabalho missionário.

Em 1900, Studd se mudou com a família para a Índia e ali permaneceu seis anos, pregando aos agricultores. Devido à má saúde, retornou novamente à Inglaterra e para as conferências; todavia seu coração estava inquieto. Ao ver um aviso numa porta com os seguintes dizeres: “Canibais Querem Missionários”, o curso de sua vida mudou totalmente. Soube que na África Central havia milhares de tribos que jamais tinham tido o privilégio de ouvir o evangelho. Decidiu ir para o continente africano, mesmo que sua saúde e a de sua esposa estivessem péssimas.

Sem dinheiro, reprovado pelo médico, abandonado por um grupo de empresários que concordaram em apoiá-lo, mas convicto quanto ao chamado de Deus para ir, mais uma vez Studd apostou tudo na obediência a Deus. Sua resposta ao grupo de empresários foi: “Senhores, Deus me chamou para ir e eu vou. Vou abrir o caminho, mesmo que minha sepultura se torne apenas um trampolim para que os mais jovens possam seguir”.

Deixando sua esposa e mais quatro filhos na Inglaterra, Studd rumou para o coração da África em 1910, até o ano de sua morte em 1931. C. Studd colheu muitos frutos para o Salvador enquanto permaneceu na África; perdeu a maioria de seus dentes e sofreu vários ataques cardíacos; enfrentou muitas durezas lá.

Numa carta que escreveu à família, Studd deu a seguinte retrospectiva de alguns eventos marcantes de sua vida: “Como creio que minha partida deste mundo está se aproximando, tenho algumas coisas para nelas me alegrar. São estas: 1. Que Deus me chamou para a China e eu fui, apesar da grande oposição de todos os meus queridos; 2. Que fiz exatamente o que Cristo disse para o jovem rico fazer; 3. Que eu, ouvindo prontamente ao chamado de Deus, ao me ver sozinho no navio Bibby em 1910, me entreguei totalmente a este trabalho, que era para ser, doravante, não apenas para o Sudão, mas para todo o mundo não evangelizado. Minha única alegria é a de que quando Deus me confiava uma obra para realizar, jamais a recusava”.

Em julho de 1931, logo após as 22:30, Charles Studd foi para os braços de seu Senhor, a quem havia amado de forma tão terna e servido tão fielmente. A última palavra que pronunciou foi “Aleluia!”.

Rev. José João de Paula

Compartilhe esta postagem

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on twitter

Últimas postagens

Você pode contribuir para o Evangelho a qualquer momento com sua oferta.
Informativos