Chamado para orar pelas vitimas do ciclone Idai


Rev. Luciano de Azevedo - missionário em Moçambique

 

Amados irmãos,

Convidamos a todos a interceder por Moçambique! Como devem ter acompanhado pelas redes sociais, TV e jornais, a região centro de Moçambique (sobretudo as províncias de Sofala e Manica) foi afetada por um forte ciclone entre os dias 14 e 15 de março. A região já vinha sendo assolada por fortes chuvas e o ciclone, denominado Idai, multiplicou os danos e o sofrimento das pessoas.

Eu estou longe de lá, a cerca de 1200 km ao sul, de forma que não senti os efeitos da tempestade. Entretanto, tenho muitos conhecidos, irmãos e colegas missionários que vivem naquela região, em especial na cidade da Beira, onde trabalhei por cerca de dez anos. 

Desde a passagem do ciclone, não conseguimos falar com aquelas pessoas pois as antenas de telefonia foram danificadas. Também estão isolados pois a única estrada nacional que liga a cidade da Beira ao resto do país está inundada em diversos pontos. Só podem sair via aérea. A região centro é muito plana e baixa. O ciclone fez transbordar todos os rios da região e saturou de água o solo, provocando inundações em diversos pontos. 

Em Beira, muitas casas, fábricas, lojas, escolas, igrejas e até mesmo hospitais foram total ou parcialmente destruídos pelos ventos de até 170 km/h. A cidade também está sem luz, água potável e mantimentos. Há equipes de socorro locais e de outros países a tentar socorrer os que estão desabrigados ou ilhados pelas águas. 

O governo calcula que a recuperação económica da região poderá levar décadas!

Orem também pelos diversos missionários que decidiram lá ficar para ajudar as pessoas (muito embora não perece haver muitas opções para os que querem sair!). Não temos ainda informações detalhadas do drama que, certamente, estão a viver. Orem que Deus lhes dê graça e forças para lidarem com a dor e ainda poder ajudar aos outros.

Orem também pelos irmãos da Igreja Presbiteriana em Beira – ainda não temos notícias de como foram afetados!

Fraternalmente,

--------------------------------

Rev. Gessé Rios - Coordenador da África Austral

 

Vivenciamos um ciclone na cidade da Beira, Moçambique, na década de 90 e foi horrível. Mas esse foi muitas vezes mais devastador. Sinto-me abalado com a dor do querido povo moçambicano.

Ainda há muita chuva em toda a região que atinge os países vizinhos (Malawi e Zimbábue), com muitas mortes e desaparecidos. Muitos que conseguiram se salvar estão em cima de telhados e árvores sem comida nem agua. As previsões indicam ainda muita chuva para os próximos dias.

A IPM (Igreja Presbiteriana de Moçambique) onde coopera nosso colega Luciano Azevedo está envolvida no processo de ajuda humanitária.

 

Campanha oficial

A Igreja Presbiteriana do Brasil, através da Agência Presbiteriana de Missões Transculturais, deu início a uma campanha para socorrer aos afetados pelo ciclone em Moçambique. Pessoas e igrejas poderão enviar suas contribuições através da conta indicada abaixo.

As doações podem ser feitas via transferência bancária:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Agência Presbiteriana de Missões Transculturais

Banco do Brasil

Agência: 5853-X

C/c: 7500-0

CNPJ: 04.138.895/0001-86

 IMPORTANTE: 

Ao fazer sua oferta é preciso acrescentar ao valor final da doação 0,03 centavos.
Exemplo, se desejar doar a quantia de R$100,00, será preciso depositar R$ 100,03.

Por favor, orem pela situação desesperadora. Orem também pelos recursos necessários, estratégias sábias e livramento de Deus sobre cada um envolvido nessa tarefa.

 

Comentários