Assine e compartilhe a Revista Alcance


Você não pode perder esta Revista Alcance!! 
Veja reportagens, depoimentos, artigos e muito mais.  

Faça sua assinatura! 

revista@apmt.ort.br

https://www.apmt.org.br/loja/revistas

 

Palavras do Executivo - Editorial

Eis aqui nossa primeira edição de 2019! Parece que acabamos de passar pelas comemorações de final de ano, mas já se passaram três meses!

Nossos campos e a nossa Base já vivenciaram tantas situações de janeiro pra cá, que tivemos que exercitar alta capacidade de síntese, para selecionar tudo o que queríamos compartilhar. Você encontrará nas próximas páginas textos extremamente edificantes. 

Louvamos muito ao Senhor pelos nossos autores e pelas ricas experiências de vida que os levam a registrar conteúdos valiosíssimos não só para nossa Revista, mas também para a Missiologia Brasileira. 

A sessão ‘Da linha de frente’ discorre sobre os 20 anos de ministério de M.M. Essa missionária, que por questões de segurança não pode ter seu nome divulgado, explica como o Senhor lhe foi mostrando cada passo em direção à consolidação de seu projeto missionário, que a princípio parecia ter determinado rumo, mas que depois mudou de direção. Apesar de algumas incertezas, no início de sua caminhada, ela percebeu o quanto o Senhor a amava e a queria usar para proclamar Sua Palavra e testemunhar o Seu amor a um grupo muito específico de pessoas. Enfim ela compreendeu e se rendeu a Sua vontade. 

Na Reflexão Missionária, Ronaldo Lidório nos traz uma palavra extremamente pertinente, espelhada nas experiências do apóstolo Paulo no capítulo 16 de Atos, cujo título é “O que fazer quando os planos falham?”.

Na Coluna, Gabriel Neubarth faz um apanhado muito apropriado, destacando o valor dos Cânones de Dort, que estão completando 400 anos de existência, no que se refere ao seu conteúdo e exortação à prática missionária. Não foi apenas um documento de valor teológico, mas também de profunda conscientização sobre a importância de a Igreja Reformada ser também uma Igreja Missionária. 

Ainda na Coluna, Tirza Mendonça, Luís Otávio Gomes e Ronaldo André nos brindam com textos instigantes e desafiadores. 

A matéria de capa discorre sobre o valor das viagens missionárias de curto prazo. Não são poucos os testemunhos de irmãos, irmãs e também igrejas locais que foram grandemente impactados por participarem de ações desse tipo. Pessoas que pensavam ser praticamente impossível cruzar o oceano um dia, para levar as Boas Novas do Evangelho. Pessoas que têm suas profissões, seus empregos, suas famílias, mas que decidiram separar um tempo de suas agendas a fim de servirem a Jesus num contexto transcultural. Para quem coordena uma viagem dessa natureza, o desafio é quase “hercúleo” diante de tantos detalhes e imprevistos que surgem, mas ao final a gratidão a Deus supera qualquer outro sentimento. Independentemente da sua formação ou profissão, é possível sair para um projeto de curto prazo. Nas páginas da matéria, você verá algumas possibilidades.

Um motivo de alegria para toda a Família APMT é que na última reunião da Diretoria foi recebido como missionário o Rev. Cornélio Caldeira de Castro que, no passado, serviu por um bom tempo como missionário no Paraguai. 

Enquanto fecho esta edição, já estou com meus pensamentos direcionados à próxima, aguarde porque muita coisa boa vem por aí. 


Rev. Marcos Agripino 

Executivo da APMT/Missionário na Base

-----------------

 Assista ao vídeo abaixo para saber mais sobre como participar de viagens de curto prazo: 

 

Comentários