Rev. Celso e Leiliane Alves (Portugal) 18/12/2018


“Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz. (Isaías 9.6).”

Aos irmãos e parceiros da obra missionária,

Chegamos ao fim de mais um ano. É tempo de felicitações de natal e desejo de vitórias e um bom término de ano. Neste ensejo, queremos desejar a todos os nossos irmãos e parceiros da obra missionária um FELIZ NATAL e um ano de 2019, repleto de bênçãos e melhor do que foi o ano de 2018. A nossa esperança é que o nosso querido Brasil encontre rumo em termos econômicos, sociais, educacionais e que haja mais segurança e estabilidade para todos os que residem no nosso querido Brasil. Que a vida espiritual da nossa nação seja grandemente abençoada e que o Evangelho possa ocupar mais espaço nas terras brasileiras. Assim, todos vocês que estiveram conosco em nossa caminhada missionária em Portugal, desejamos as mais ricas bênçãos e que as suas famílias sejam abençoadas e todas as igrejas que conosco estiveram colham dos mais altos céus as mais ricas bênçãos de Deus.

Aqui em Portugal, infelizmente as coisas não iam bem do ponto de vista espiritual, porém iam bem do ponto de vista econômico, mas agora economicamente começam a dar sinais de problemas. Se no Brasil, há pelo menos uma esperança de melhora, e de fato esperamos que as coisas melhorem no Brasil, aqui não podemos dizer o mesmo. Esperamos que a economia aqui continue estável, porque tem estado muito bem até agora. O grande problema de Portugal e europeu em geral, continua de ordem espiritual e piorando a cada dia. Não podemos de maneira alguma desfalecer da luta, mas as coisas são bem difíceis e precisamos das orações dos irmãos para dar continuidade o trabalho. Deus é soberano e se quiser poderá abençoar esta nação, vamos orar para isto, para que Ele use de misericórdia e possa salvar muitos portugueses e muitos outros que tem vindo para Portugal para morar como nação de acolhimento.

A ICPP (Igreja Cristã Presbiteriana de Portugal), a denominação portuguesa que a APMT tem convênio conseguiu algum resultado no ano que está findando. Houve crescimento e a abertura de uma nova congregação na terceira cidade do país, que está numa das regiões mais resistentes ao Evangelho aqui em Portugal. Diante disto, podemos considerar uma vitória retumbante, mas ainda precisa administrar alguns problemas que tem surgido para a sua consolidação como Igreja nacional. É uma denominação nova e muito longe de ter uma boa estruturação e não sobrevive sem a presença missionária. Esta parceria tem sido de vital importância no desenvolvimento do trabalho e assim a participação da Igreja Presbiteriana do Brasil é básica para um bom andamento do trabalho aqui.

O nosso campo no bairro de Campo de Ourique, enfrentou dificuldades no ano de 2018, especialmente porque esperávamos um envolvimento maior dos irmãos nas atividades da igreja. No entanto, estamos terminando o ano de uma forma razoável. Temos esperança que o próximo ano possa ser melhor e nós consigamos ver mais frutos do trabalho, já que estes são escassos por estes lados, e nós gostamos de ver. Cremos que o Senhor nos abençoará nos dando alguma colheita para o bom andamento da Igreja e progresso do Evangelho.

Como família temos sido abençoados pelo Senhor. A saúde em geral da família está muito boa. Mesmos com o inverno chegando, quando aumenta as doenças respiratórias, temos estado muito bem. Os nossos filhos estão bem nos seus cursos universitários. O Luigi está estudando bastante no seu curso e tem dado conta das suas atividades. A Sarah continua ainda mais envolvida com a APEC, participando de congressos, cursos e acampamentos e cooperando dentro do que ela pode com esta instituição que cuida da evangelização de crianças. Ela voltou a fazer um outro curso, o que tem exigido bastante dela, porque o curso é bastante puxado e ela tem se cansado bem com os estudos, porém está dando conta e tem cumprido bem as suas tarefas.

O projeto de distribuição de alimentos, que a nossa Igreja começou a estar envolvida anda bem. A Leiliane tem estado mais a frente deste trabalho. Muitas famílias da Igreja Cristã Presbiteriana de Portugal, na região de Lisboa têm sido beneficiadas com esta atividade. Tem se evitado o desperdício de alimentos e ao mesmo tempo, muitas pessoas tem recebido comida de qualidade nas suas casas. Outras igrejas da nossa denominação também são beneficiadas com este projeto da nossa Igreja local. Esperamos a consolidação deste trabalho no próximo ano.

A obra missionária em Portugal é um grande desafio, mas Deus vai mostrando os caminhos onde devemos passar e devemos estar atentos a tudo isto. E para a glória de Deus, os resultados virão.

 

MOTIVOS DE LOUVOR

1. Pelo bom andamento do projeto de distribuição de alimentos, que temos recebido aqui no bairro.

2. Por termos vencido mais um ano de trabalho aqui em nossa igreja.

3. Pelo Luigi, que tem estado bem na faculdade e continua envolvido com o trabalho evangelístico e acadêmico.

4. Pelo envolvimento ainda maior da Sarah no trabalho da APEC e o bom desempenho no curso, que ela está fazendo.

 

MOTIVOS DE ORAÇÃO

1. Para que o Brasil encontre mais estabilidade política, econômica, social e também espiritual.

2. Para que colhamos frutos em nossa igreja no ano de 2019.

3. Para a firmeza das pessoas que achegaram a nossa Igreja.

4. Para que o Senhor abençoe Portugal na pregação do Evangelho e não tenhamos uma nova crise econômica.

    

Rev. Celso Dias Alves

Pastor Presbiteriano e Missionário da APMT em Portugal -

Comentários