Logo APMT
Logo APMT

Rev. Vinicius Bantim e Elizabeth

17/10/2023 03:00:00

Queridos amigos e familiares, como o tempo está voando, já passamos o terceiro trimestre do ano. Estamos com saudades de vocês e estamos trazendo nosso informativo de tudo que aconteceu conosco neste período.

Deixe-me justificar logo no início que nosso informativo tomou um pouco mais de tempo para ser escrito, pois as coisas no campo levam tempo para se definir. Estávamos trabalhando em nosso projeto, em diálogo com a agência, viagens e reuniões com outra igreja para que as coisas fossem concretizadas antes de serem reportadas. Agora, sim, vamos aos fatos. Antes de falar de nosso projeto, vou relatar sobre nossa família: Com a graça de Deus, estamos todos bem, apenas aguardando a definição concreta do nosso novo termo com a agência.

Beth segue dando atenção a Sarah em seus primeiros meses de vida, para depois retornar ativamente ao ministério.

Esther segue com bom desempenho escolar, sempre muito dócil, gentil e inteligente. No dia 04 de outubro, completou sete anos, sendo seis aqui na África do Sul.

Sarah completou agora seis meses de vida e tem tido uma ótima melhora nos refluxos e na laringomalácia. Por orientação da pediatra, foi introduzida a alimentos sólidos aos quatro meses para ganhar peso.

Eu concluí o penúltimo módulo do mestrado, restando apenas a dissertação para o próximo ano. Sigo firme em concluir o projeto em andamento e buscando direcionamento para nossa próxima caminhada, seja continuando por aqui ou mudando para o sul do país.

Finanças

Desde junho, estamos enfrentando dificuldades quanto ao fechamento das despesas, já que tudo tem aumentado por aqui.

Ainda não conseguimos quitar a última parcela da escola da Esther no valor de 17 mil Rand (R$ 4.500,00). Como já relatado em outros informativos, não há serviços públicos de educação e saúde para estrangeiros no país, resta-nos apenas os serviços particulares.

Vocês sabem que nosso carro está integralmente a serviço do reino. Ele comporta 5 pessoas, mas para a realização de nossas atividades, transportamos 8 estudantes toda semana, inclusive no porta- malas, nas idas e vindas de nossos encontros. Se não fizermos isso, os trabalhos não acontecem, já que o sistema de transporte público da cidade é ineficiente. O nosso carro está com 299,800 km rodas, ou seja esta semana completa 300 mil kilometros rodados.

No mês de setembro, repentinamente, o carro parou de funcionar e foi necessário fazer algumas manutenções, além de outros serviços que ainda precisam ser realizados. Tivemos um custo de R$ 4.900,00, além de nosso orçamento. Diferentemente do Brasil, aqui tudo precisa ser pago à vista.

Os gastos aumentam, mas as entradas não. Além disso, alguns parceiros deixaram de nos apoiar sem sequer nos avisar. Contudo, seguimos firmes em nosso compromisso de levar o evangelho do Reino adiante.

Por fim, fizemos um empréstimo para conseguir comprar as passagens para o Brasil, contudo, apenas de ida, no valor de R$ 10.500,00. Estamos na reta final do segundo termo de nosso contrato com a APMT. Temos as passagens compradas para o Brasil no dia 30 de novembro, quando as aulas da universidade terminam. Queremos apresenta a Sarah Emunah para nossos familiares no Mato Grosso a conhecerem, encontrar amigos, parceiros e igrejas, realizar exames médicos, resolver questões com o consulado da África do Sul (aqui é outra novela), passar pela agência para renovar o cfontrato e depois voltar ao campo.

Ministério

Agora, quanto ao nosso ministério, este trimestre foi cheio de atividades e oportunidades para anunciar o evangelho de Cristo. Desde que as aulas retornaram no final de julho, a universidade está em greve devido a problemas com as bolsas do governo federal e mudanças nos prestadores de serviços. Esta greve tem origem em questões políticas da extrema esquerda. As aulas passaram a ser ministradas no regime online. Embora não seja o ideal, foi necessário. Nosso ministério com universitários foi prejudicado, e tivemos que reformular a modalidade dos estudos bíblicos devido à situação. Nos esforçamos ao máximo para manter nossa rotina de trabalho e também os acampamentos mensais. Destacaremos os principais eventos realizados:

Grow

Este ano tem sido o melhor em termos de adesão e envolvimento dos estudantes. Eles têm se aproximado, mesmo com os desafios de transporte que já mencionamos, além da greve na universidade e da dispersão geográfica dos estudantes em toda a região de Nelspruit. A média semanal é de 35 alunos, mas chegamos a ter 60 alunos em um encontro recente. Não conseguimos atender mais do que 40 devido à limitação de transporte. Estamos no meio de uma série de sermões chamada "Cristianismo Autêntico" em 1 João, que se estenderá por todo o semestre.

Dia Nacional da Mulher

No dia 9 de agosto, as senhoras do comitê estudantil organizaram um evento do Dia da Mulher no Jardim Botânico de Nelspruit. O que foi mais encorajador é que elas fizeram tudo sozinhas, desde a publicidade até a coleta de nomes, o catering e o programa. Beth Bantim foi a palestrante no evento (Lara estava de cama com gripe). Meu único trabalho foi ajudar no transporte!

Acampamento de Matemática

Realizamos um acampamento de matemática - teoremas e teologia – nos dias 18 a 20 de agosto, com 26 participantes. (Lembrando que há 500 alunos fazendo a disciplina de matemática. Devido à nossa limitação de pessoal, espaço e recursos financeiros, conseguimos atender apenas 26 alunos desta vez). Utilizamos todos os espaços da casa do pastor Paul e mais duas tendas no quintal. Foi gratificante ver os estudantes fortalecendo os laços de amizade, além de se envolverem em atividades sociais e demonstrarem interesse em nosso ministério. No domingo, tivemos uma mensagem sobre a parábola do Filho Pródigo, gerando discussões edificantes.

Acampamento Bíblico: Colossenses

No último fim de semana das férias universitárias (8 a 10 de setembro), realizamos o ReFresh Camp com o objetivo de ensinar a leitura eficaz da Bíblia. Iniciamos com uma palestra sobre interpretação bíblica, seguida da leitura de Colossenses em grupos para entender o contexto. Cada grupo estudou e ensinou passagens de Colossenses no domingo. Este livro é pequeno em tamanho, mas profundo em conteúdo. Ao final, aplicamos uma prova com 60 questões sobre o conteúdo do livro. O nível de aprendizado foi muito elevado. Todos gostaram muito da experiência. Além das atividades formais, fortalecemos amizades e nos divertimos.

Depoimento de Lungile

"Ao senhor Paul e ao senhor Vinicius, fico sem palavras quando penso em vocês e em suas famílias. Que o Senhor os guarde, que ele ilumine seus rostos, suas famílias, seus filhos e os filhos deles. Eu vim para a Universidade de Mpumalanga sem saber o que realmente é uma igreja, vendo-a apenas como um edifício onde as pessoas se reúnem em adoração. Quero dizer exatamente isso. Mas agora entendo o que significa ser uma igreja, uma família."

Novo Comitê Estudantil

Este ano marca um grande marco na vida da ThriveStudents (o nome do nosso ministério em inglês). A maioria dos membros fundadores está concluindo seus estudos. Esta será, sem dúvida, a primeira de muitas despedidas em nosso ministério. Precisamos eleger uma nova comissão que nos ajudará a conduzir a sociedade adiante nos próximos anos. Orem pela orientação e sabedoria de Deus enquanto elegemos novos membros e enquanto eles assumem as rédeas.

Discipulado e Empreendedorismo

Como vocês sabem, antes de assumir o pastorado, fui professor na Universidade de Cuiabá nos cursos de gestão de negócios, marketing, gestão de pessoas, planejamento estratégico e empreendedorismo. Há muito tempo, tenho duas grandes áreas de estudos: o discipulado (10 anos) e o empreendedorismo (18 anos). Recentemente, fui desafiado a desenvolver um programa de desenvolvimento de empreendedorismo e discipulado com o propósito de expandir o Reino de Deus, transformando pessoas e a sociedade por meio de negócios que tenham impacto econômico, social, ambiental e espiritual entre os universitários. Atualmente, o índice de desemprego na África do Sul está em torno de 32,9%. Orem conosco sobre este assunto.

Viagem a Cidade do Cabo

Nos dias 18 a 25 de setembro, estive em Cape Town. Quando o avião pousou, senti alegria por ter voltado, mesmo que por poucos dias. Uma sensação boa dominou meu coração e trouxe boas lembranças do dia em que chegamos à África do Sul, em 28 de fevereiro de 2018. Tive a sensação de voltar para casa. Participei do treinamento de imersão do City to City – África e conversei com vários plantadores de igrejas que estão com projetos em andamento ou para iniciar na Cidade do Cabo. Conversei com três plantadores da PARC-SA (Igreja Presbiteriana e Reformada da África do Sul) que estão estruturando seus grupos- base para iniciar o plantio até março de 2024. Dois grupos têm 15 adultos e um grupo tem 18. Estão a uma média de 20 km um do outro, em bairros residenciais grandes, com apenas uma ou outra igreja reformada. Os três plantadores demonstraram interesse em contar conosco para plantar uma das três igrejas, contudo, disseram que nos deixarão livres para tomar a decisão. Destes três grupos, consegui visitar dois. Agora, de volta para casa, precisamos tomar uma decisão orientadora para nossa família e ministério.

Pedidos de oração

Rogamos por sabedoria na tomada de decisão. Se permaneceremos na África do Sul (2024-2026), precisamos decidir se ficaremos no norte ou sul do país. Se ficarmos no Norte, consolidaremos o ministério estudantil; se formos para o Sul, cooperaremos com o projeto de plantação de igreja.

Em dezembro, retornaremos ao Brasil. Orem por provisão dos bilhetes aéreos, tanto para voos domésticos quanto para o retorno à África do Sul, para continuarmos com nosso trabalho.

Precisamos urgentemente pagar a escola da Esther até o dia 15/10, no valor de R$ 4.500,00.

Precisamos também de provisão para renovar os vistos e tirar o segundo passaportea Sarah Emunah - R$ 3.000,00.

Estando no Brasil, queremos visitar as igrejas e também estar com nossos familiares.

Orem pela saúde física, emocional e espiritual da família, mas especialmente pelo Vinicius, que tem se sentido drenado devido à demanda de tanto trabalho. Precisamos de um renovo.

Rev. Vinicius Bantim
+27 65 505 7979 (Zap)
viniciusbantim@yahoo.com.br
Pix – 003.242.661-54 (CPF)

Banco do Brasil
Ag: 1817-1 
C. Poup: 23001-4

Elizabeth Bantim
+27 83 977 9810 (zap)
bethbantim.eb@gmail.com
Pix – 007.104.301-24 (CPF)

Banco Itaú
Ag: 0772
Conta: 06037-2

Publicações recentes:

Rev. Luiz Augusto e Rachel Bueno

Cartas de Missionários

Rev Edivaldo e Valéria

Cartas de Missionários

Rev Humberto e Brandali

Cartas de Missionários

Ibijara e Patricia Culina

Cartas de Missionários