Logo APMT
Logo APMT

Rev. Cácio e Elisângela

Se alegrem conosco pelas principais atividades do 3º trimestre de 2023:

1. Na APMT seguimos nos múltiplos contatos com os missionários de campo e candidatos. Foram recebidos sete candidatos em preparação, um casal efetivado como novos missionários, enquanto outro casal e uma solteira seguiram para seus respectivos campos. Na parte estrutural, foi concluída a primeira fase de readequações operacionais, agora com dez áreas de coordenação regional e nove equipes de campos, cada uma com seu respectivo coordenador e líder de equipe.

2. Tivemos a alegria de visitar dois campos da APMT, um com refugiados afegãos e outro entre os indígenas Arara do Vale do Xingu, onde dois casais servem perseverantemente ao Senhor, um deles há 41 anos. As Escrituras estão sendo traduzidas e uma igreja nativa segue se consolidando. Também visitamos indígenas Guarani-Mbyá no Vale do Ribeira, litoral paulista, onde tem mais de 40 aldeias sem o evangelho e em breve um casal será enviado para aquela região.

3. O trimestre foi intenso com pesquisas, fazendo contato com pessoas e instituições estratégicas nas mais diferentes partes do mundo, para revisão dos alvos prioritários da APMT a nível global. Junto com uma comissão, estamos encaminhando para a Assembleia uma proposta com vários países e blocos de povos alvos, todos dentre os menos evangelizados do mundo. Junto com colegas de campo, iniciamos também a elaboração de planejamentos estratégicos para países específicos onde a APMT já atua e demanda avanços. Um já foi aprovado e trabalhamos agora em dois outros.

4. Seguimos com a gestão do Instituto Proclamar, canalizando apoio ministerial a 54 missionários, desenvolvendo 32 projetos em 17 países dos menos evangelizados, nas áreas de plantio de igrejas, formação de liderança e tradução bíblica. O Senhor tem feito coisa lindas!

5. No “Pira”, comunidade da Zona Leste de São Paulo, o plantio da igreja segue avançando com um zeloso obreiro à frente e uma boa equipe de voluntários. Nossa participação tem sido pontual, basicamente com atos pastorais a cada mês.

6. Tivemos dezenas de reuniões estratégicas, ministramos em cinco conferências, eventos missionários e num módulo do CFM, mantendo contato e acompanhando as boas notícias do Amanajé e dos Yuhupdeh.

7. A família está guardada no Senhor, todos em paz e com boa saúde.

8. Orem conosco pela reta final do ano, especialmente por uma viagem ao Oriente Médio e Eurásia.

Na alegria de servir ao Cordeiro,
Cácio e Elisângela Silva

caciosilva@terra.com.br
+55 11 91126-8910

Publicações recentes:

Rev Vinícius e Elizabeth

Cartas de Missionários

Ana Karina

Cartas de Missionários

Rev Jean e Ruanny

Cartas de Missionários

Um Templo para Angola

Campanhas