Skip to content

A obra que Simonton começou não pode parar

 

O dia 12 de agosto de 1859 é uma data que marca a chegada do Rev. Ashbel Green Simonton ao Brasil, para dar inicio à IPB – Igreja Presbiteriana do Brasil.

Ao ouvir o sermão do Dr. Charles Hodge, um dos seus professores no Seminário de Princeton,  no dia 14 de outubro de 1855,  expondo sobre a tarefa da Igreja, Simonton foi despertado para o ministério no exterior. Após anos de preparo, chegou ao Rio de Janeiro, no dia 12 de outubro de 1959.

No seu curto ministério, de apenas oito anos, deixou marcas profundas:

  • Organizou a escola dominical em 22 de abril de 1860 com apenas cinco crianças, usando como livros textos: a Bíblia, o Catecismo e o Peregrino, de John Bunyan;
  • Organizou a Primeira Igreja Presbiteriana do Rio de Janeiro em 12 de janeiro de 1862;
  • Criou o primeiro jornal – A Imprensa Evangélica, em 5 de novembro de 1862;
  • Organizou o primeiro presbitério. Presbitério do Rio de Janeiro, em 17 de dezembro de 1865, quando foi ordenado ao sagrado ministério o ex-padre José Manoel da Conceição;
  • Criou o primeiro Seminário Teológico em 14 de maio de 1867.

Simonton deixou sua família nos Estados Unidos e um ministério confortável, para plantar a igreja no Brasil. Ele e muitos outros que o seguiram, trouxeram a mensagem do Evangelho em tempos difíceis, de perseguição e doenças, que na época não tinha tratamento eficaz para combate-las. Expuseram suas vidas, proclamaram a Palavra e morreram em solo brasileiro.

No dia 9 de dezembro de 1867, aos 34 anos de idade, morreu de Febre Amarela em São Paulo. Sua irmã, Elizabeth, esposa do Rev. Blackford, lhe perguntou nos seus últimos dias: "O que será dos crentes e do trabalho que você está deixando?", ao que respondeu: "Deus levantará alguém para tomar o meu lugar. Ele fará o seu trabalho com os seus próprios instrumentos. Nós só podemos apoiar-nos nos braços eternos e estar quietos".

Reflita:

Alguém deixou seu pais; outros investiram seus bens materiais e muitos foram somando-se a este ministério para semear o Evangelho em solo brasileiro.

Nós, também, podemos olhar para outros povos, nos dispor para sermos enviados e investir nossos recursos materiais, nossas orações, nosso tempo e assim tornar-nos parceiros da obra missionária transcultural da IPB através da APMT que hoje está em 34 países com 139 missionários.

Participe desta grande obra, não perca tempo, entre em contato conosco! E-mail: apmt@apmt.org.br

 

 

 

Compartilhe esta postagem

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on twitter

Últimas postagens

Você pode contribuir para o Evangelho a qualquer momento com sua oferta.
Informativos