Central de Noticias

Leia a Declaração do CONPLEI sobre a FUNAI


 

 

Mais interesse indígena e menos jogo político na FUNAI.

O CONPLEI (Conselho Nacional de Pastores e Líderes Evangélicos Indígenas), vem declarar sua profunda preocupação com o jogo politico na FUNAI (Fundação Nacional do Índio), especialmente nos assuntos ligados a cargos e funções, nitidamente orientados por motivação política e não pelos interesses indígenas. Os rumores sobre a possível demissão do presidente da FUNAI, bem como as listas de pessoas para funções e cargos apenas pelo critério politico, e não técnico, causam preocupação e lançam nossos olhares para os diversos momentos históricos em que nas últimas décadas (e séculos) o direito dos povos indígenas foi posto em segundo plano.

Tanto os cargos e funções, quanto as atribuições e decisões da FUNAI, deveriam ser regidos pelo direito, interesse, necessidade e realidade dos povos indígenas do Brasil, e não por agendas religiosas, políticas, ideológicas ou econômicas.

Não se deveria discutir se o presidente da FUNAI é evangélico, católico romano ou ateu, mas sim sua integridade, interesse e competência para o cargo.

Não se deveria medir a FUNAI pelos partidos que definem os cargos, mas sim pela pauta indígena nacional que passa por assuntos gravíssimos, como discriminação cultural, direitos humanos, participação efetiva da vida nacional, terras, injustiças e mortandades.

Não se deveria discutir o benefício politico com possíveis mudanças na FUNAI, mas o benefício dos povos indígenas perante realidades gritantes. Enfim, não se deveria dar mais voz a forças políticas de Brasília do que a forças sociais dos povos indígenas.

O que desejamos, e oramos, é vivermos em um país em que o indígena seja ouvido, respeitado e tome suas próprias decisões, dentro da diversidade linguística, cultural, religiosa e social na qual os povos nativos brasileiros vivem.

Fazemos, assim, um apelo, por mais interesse pelos povos indígenas e menos jogo politico na FUNAI.

 

Conselho Nacional de Pastores e Líderes Evangélicos Indígenas (CONPLEI)

APOIO: Departamento de Assuntos Indígenas da Associação de Missões Transculturais Brasileiras (DAI-AMTB)

 

Comentários