Rev. Reginaldo e Leonor Goulart (Ciganosl) 30/06/17


Caros Cooperadores na missão,

Nesse informativo, apresentamos o que acontece na seara cigana nestes dias. Este mês traz muitos desafios e constantes motivos de oração! ‘Ciga-Nos’, precisamos do seu apoio fiel em oração. Aqui em Goiás, esta é uma época de muitas festas religiosas com romaria para duas cidades: Trindade e Panamá – centros de devoção católica que perpetuam a idolatria cujas festas atrai muito os ciganos que são muito festeiros.

Por décadas, seguindo uma mera tradição, os ciganos participam destas festas e agora, os crentes especialmente os  novos convertidos que  abandonaram a idolatria recentemente, sofrem enorme pressão dos familiares para participar dos festejos. Entre os ciganos, os laços de família são muito extensos e fortes e é um período difícil para os crentes, mesmo os mais maduros devido à forte pressão por parte da cultura e  a tradição que exige deles participar com pena de serem excluídos do grupo. Orem para que fiquem na fé.

“A-Tenda” – um local para se reunir e cultuar a Deus culturalmente contextualizado à realidade da vida de ser cigano!

Com a participação das famílias adquirimos uma tenda de 10 x 10 m (100 m2) onde já estamos reunindo provisoriamente. Estamos no processo de preparar o local com um contrapiso simples; sanitário e depósito. As famílias estão engajadas na campanha para aquisição das cadeiras plásticas (5 por família). Ore pelos preparativos para adequar a tenda para nos reunir como Igreja cigana.

Nossa gratidão a vocês que oram, contribui e nos encorajam na seara cigana, um desafio transcultural urbano do tamanho do Brasil. (segundo estimativa do IBGE são cerca de 1 milhão de ciganos espalhados em 90 % dos estados brasileiros)

 

Miss. Reginaldo e Leonor Goulart

APMT / IPB

Projeto ‘A-Tenda ao Povo Cigano”

Comentários