Cartas de Missionarios

Rev. Luiz Augusto e Rachel Bueno (Portugal) – 22/02/2017


Queridos parceiros e amigos do Projeto Missionário Lusófono, 

“Lembramos das palavras do apóstolo Paulo: "Temos porém este tesouro em vasos de barro, para que a excelência seja de Deus e não de nós"  (II Coríntios 4.7)

Quando servimos a Deus de todo coração, mirando o nosso semelhante, podemos ter a certeza de que quanto mais nos sentimos frágeis como um vaso de barro, mais o Senhor vai se manifestando realizando sua vontade e sua glória sendo mais e mais aparente. Este é nosso sentimento e nossa oração por você que tem sido um(a)​ parceiro(a) do Projeto Missionário Lusófono.

Enviamos nossas últimas notícias com muita alegria:

No dia 26/1, viajamos para São Paulo para uma série de atividades e compromissos. O mês de Fevereiro foi intenso:

1) No dia 29/1 estivemos presentes na Escola Dominical da Igreja Presbiteriana de Americana, uma cidade que situa-se a 130 Km da capital/São Paulo. Desafiamos esta amada igreja a ser uma parceira do Projeto Lusófono e tivemos o privilégio de ensinar aos irmãos quanto às demandas missionárias da igreja de hoje; 

2) Dos dias 30/1 a 03/2 estivemos presentes participando da Semana de Orientação (SO-APMT), em Campinas/SP, pr​omovida pela nossa Agência Missionária (APMT-IPB). Ali nos encontramos com vários missionários e candidatos a missionários. Esta Semana é de grande importância para os que estão sendo enviados para o trabalho transcultural. Neste tempo, fomos orientados quanto ao relacionamento: ​ Agência Missionária - Igreja​ - Missionário. Ouvimos também sobre as responsabilidades de cada parte.  Também encontramos com missionários mais antigos que nos estimularam e nos orientaram quanto ao processo de partida para o campo. Todos os dias, tínhamos tempo para orar uns pelos outros e interceder por outros ​campos transculturais; 

3) No dia 08/2 estivemos presentes na Reunião da Diretoria da APMT para a entrevista final afim de sermos recebidos oficialmente como MISSIONÁRIOS. Foi uma alegria receber a palavra do Presidente da APMT Rev. Sérgio Paulo do Nascimento dizendo que havíamos completado todos os pré-requisitos e estávamos prontos para rumarmos ao campo missionário. Durante todos estes dois anos e meio, o Senhor foi levantando igrejas e irmãos nesta parceria e confirmando todo o processo;

4) Dos dias 13 a 17/2, eu fui convidado mais uma vez pela APMT para dar o Módulo no CFM (Centro de Formação Missiológica) como geralmente ele tenho feito desde 2006 quando o CFM foi criado. Foi um módulo da disciplina de História de Missões para os candidatos a missionários. Foram aulas intensas das 8 horas as 17 horas, mas realizadas com muita satisfação e alegria; 

Retornamos para Recife na sexta-feira dia 17/2 e encontramos os filhos (Beatriz e Pedro) com saúde e já no retorno das aulas na Universidade. 

Louvamos a Deus pelos caminhos que Ele tem nos conduzido e rogamos suas orações para a continuidade de outros desafios:

1) Pela compra das passagens para Lisboa. Esperamos viajar até a primeira quinzena de abril;

2) Pela venda de todos nossos móveis, como, também, pela venda do nosso carro/Sandero. Esperamos em Deus que possamos fazê-lo até a data de viagem, repassando tudo que envolve nossa casa e consigamos enviar alguns livros para o campo, pois, vou necessitar muito deles para o ministério docente;

3) Pelo início das aulas no IBP - Instituto Bíblico Português onde iniciarei como professor já neste semestre;

 

4) Para que consigamos levantar o restante dos nossos recursos.

 

Assim, agradecemos a Deus por suas vidas que têm se colocado como parceiros nesta obra missionária. A Deus toda honra e a vocês nossa gratidão pela fraternidade e amizade que têm nos unido. Esperamos e oramos para que possam continuar a serem estes "vasos de barro" e para que a excelência do poder seja somente dEle. 

Esperamos enviar nossa próxima cartinha do campo missionário.

 

Um abraço fraternal em Cristo,

Senhor de todos os povos!

 

Rev. Luiz Augusto e Rachel Bueno

 

“A Missão se faz com os PÉS dos que vão, com os JOELHOS dos que oram e com as MÃOS dos que contribuem.”

Comentários