Rev. Gustavo Custodio e Sarah (Kosovo) 28/12/2017


“Ó Senhor, tu és o meu Deus; exaltar-te-ei a ti e louvarei o teu nome, porque tens feito maravilhas, e tens executado os teus conselhos antigos, fiéis e verdadeiros.” Isaías 25:1

 

Olá queridos irmãos e companheiros de jornada cristã.

Desde nossa última carta vários foram os momentos de alegria e desafios.  Neste tempo tivemos a alegria de comprar nosso carro para uso em nossas atividades pessoais e ministeriais. Foi uma boa compra e tudo aconteceu antes de nossa segunda incursão ao Kosovo, o que foi uma benção. Este veículo é 4x4 possibilitando assim nossa ida a lugares mais remotos.

Em outubro comemoramos os 500 anos da reforma juntamente com a Igreja Presbiteriana da Albânia. Foi um tempo de unidade entre algumas igrejas reformadas da região central da Albânia.

Também lembro-me de ter pedido que vocês orassem pelo primeiro curso de maquiagem que a Sarah estava planejando. O curso aconteceu  no dia 12 de novembro nas dependências de uma Igreja local. Segundo as palavras da Sarah: “Foi um tempo maravilhoso de compartilhar a palavra de Deus para cerca de 20 mulheres, sendo 6 não cristãs. Cada participante ganhou um kit básico e eu agradeço a todos que tornaram este momento possível.”

No dia 24 de novembro fomos ao Kosovo para realizar nossa segunda incursão. Lembrando que no próximo ano, mais precisamente no meio do ano, estaremos de mudança para a cidade de Pristina, se Deus assim permitir.  Então tínhamos algumas obrigações nesta incursão, a primeira era de conversar com uma equipe de missionário que já atuam no Kosovo. Para este fim nos dirigimos a Peja, que é uma das principais cidades.  Conhecemos o trabalho que eles desenvolvem junto a mulheres vitimas de maus tratos, crianças em situação de risco e também  a atividade educacional e religiosa que acontecem em uma cidade chamada Deçan, que fica a 13km de Peja. Um local simples, mas, tudo feito com muito amor.

Depois fomos a Pristina onde nossas atividades foram mais específicas. Podemos então conhecer a escola que as crianças devem estudar no próximo ano, conhecemos o lugar onde se pode morar com maior segurança, tudo isto indicado por um amigo local. Tivemos um tempo com a Igreja internacional e também uma reunião com o Pastor Artur que nos orientou sobre o trabalho em solo Kosovar e quais são os maiores desafios.

Retornamos para casa com algumas anotações preciosas. A primeira é de atuar como igreja e como agente de transformação social naquela nação, sendo testemunha de Cristo efetivamente e promovendo as boas obras que nos acompanha como parte de nosso viver diário. Temos a certeza de alguns caminhos a percorrer para a questão do visto.

Nossos desafios neste momento são grandes. Continuamos a estudar a língua, vemos alguma evolução e nos alegramos por poder fazer toda a nossa comunicação nas reuniões em Albanês. Ainda não temos fluência plena, mas, aos poucos estamos caminhando. É uma jornada de três anos de estudo constante.

O Lucca e a Isabelly estão bem. Ambos estudam de segunda a sexta. Como motivo de oração da nossa última carta foi a adaptação das crianças na escola, hoje queremos agradecer imensamente a Deus pelo seu cuidado com nossos filhos. Eles encerraram esta primeira parte do ano escolar com um ótimo desempenho. A Isabelly terminou o ano compreendendo melhor o inglês se sentindo um pouco mais tranquila em relação a língua. O Lucca se desenvolveu muito nas matérias, mesmo sendo totalmente em inglês.

Motivos de agradecimentos:

  •  Adaptação das crianças na escola;
  • Viagem ao Kosovo, e todas  orientações recebidas;
  • Compra do carro;
  • 1º. Curso de auto maquiagem em solo albanês e pelas pessoas alcançadas;
  • Por nossa saúde e de nossos familiares.

Motivos de oração:

  • Que Deus continue nos capacitando no aprendizado da língua albanesa;
  • Pelo 2º. Curso de auto maquiagem que será realizado agora no final de janeiro em uma comunidade cigana;
  • Pela nossa saúde, neste período de inverno;
  • Pelo valor da escola das crianças no Kosovo, a matrícula deve ser feita em março e como é a única escola não muçulmana as vagas são limitadas.
  • Por toda documentação necessária para termos o visto no Kosovo.

Somos gratos a Deus por todo o cuidado que nos é dispensado através de igreja e irmãos que tão amorosamente nos acompanha nesta jornada. Estamos convictos que estamos no lugar certo, sendo cuidado pela boa mão do Senhor. 

 

Um grande abraço a todos.

At.

Família Custódio.

Comentários