Rev. Benilton dos Santos e Nancy (Albânia) 04/08/2017


 

Queridos amigos e irmãos em todas as partes:

Queremos brevemente, compartilhar com vocês alguns dos acontecimentos que temos passado  nestes últimos tempos.

Enquanto nos preparávamos (últimos dias de  maio) e corríamos com todos os preparativos para a nossa viajem para América do Sul,  aconteceu  algo inesperado para todos nós. Nosso irmão Arif, do qual comentamos nas nossas últimas cartas, foi preso, acusado de tráfico de drogas, por ter sido encontrado no terreno de uma  casa onde ele guardava seus materiais de trabalho ( no jardim da casa), uma alta quantidade de drogas, que tinha sido deixada ali por outras pessoas que alugavam essa casa.  Pouco depois, Arif foi deixado em prisão domiciliar, a qual durou quase dois meses, tempo em que todos nós como igreja nos unimos em oração por sua vida.  Foi um tempo de muito sofrimento para ele e sua ex-esposa (com quem já estava reconciliado e a ponto de voltar a viver junto).

Muitas vezes não entendemos o porque das coisas pelas quais  Deus permite que passemos, porem é seguramente o momento perfeito de Deus para tratar com as nossas vidas; e isso não foi diferente com a vida de Arif, que durante esse tempo leu a bíblia como nunca o tinha feito antes e começou a interessar-se e emocionar-se com as historias bíblicas que nunca tinha escutado. Apesar de estar afetado emocionalmente, tudo isto gerou um crescimento em sua fé e fortalecimento espiritual, pois mesmo estando longe, estávamos em constante comunicação animando-o. Ele também pode sentir esse fortalecimento através da comunhão com os irmãos da nossa Igreja Derë e hapur (Porta aberta)  que se reuniam cada semana na  casa dele para adorar ao Senhor.

Hoje damos Gloria a Deus pois Arif ficou livre de toda acusação, foi inocentado de todas as acusações, para testemunho de muitos. 

Outro momento que gostaria de compartilhar é que no dia 19 de Junho participamos do Encontro de Missionários  da nossa agência (APMT) que é realizada a cada dois anos e desta vez realizado na cidade de Málaga, Espanha. Como sempre esse encontro é uma oportunidade perfeita para fortalecermos, ser ministrados através de cada palavra compartilhada e participar de momentos preciosos de comunhão uns com  os outros, compartilhando mutuamente os testemunhos de tudo que Deus tem feito em cada campo missionário como também nossas lutas  pessoais.

No dia 26 de Junho  logo do Encontro Missionário, partimos rumo a Buenos Aires e logo para Bahia, Brasil, onde além de ter um tempo de reencontro com as nossas famílias tal como ter comunhão com os nossos amigos em ambos países,  aproveitamos para visitar algumas igrejas onde compartilhamos do nosso projeto e ministério na Albânia.

Foi um período de aproximadamente vinte dias em cada país, e mesmo que parece não ser tempo suficiente tendo em conta que são três anos longe da família, agradecemos a Deus por esta grande bênção que nos brinda.

 

Motivos de oração

 

Nossa Amada Igreja Porta Aberta na Albânia: Oremos para que neste tempo no qual estamos longe da Albânia, Deus continue cuidando, fortalecendo e ajudando em tudo aos irmãos da igreja e líderes responsáveis pelas atividades da igreja, especialmente a Klodi, nossa companheira de trabalho de muito tempo, a quem deixamos como responsável principal durante a nossa ausência.

Oremos pela família Napoli (missionários da APMT – Agência Presbiteriana de Missões Transculturais), que chegou à pouco tempo na Albânia e está num período de adaptação e aprendizagem do idioma.

Da mesma forma pedimos suas orações pela família Custódio, que também passa por um período de adaptação e aprendizagem do idioma por um ano, antes de partir para Kosovo.

Nós:  A partir do dia 7 de Agosto damos inicio ao tempo mais intenso de divulgação do nosso Projeto Albânia, visitando a todos os que fazem parte do nosso ministério: igrejas, amigos, irmãos, e aos que se somarão também a este projeto.

Até o dia 26 de Agosto estaremos juntos como família, logo Nancy e Karin retornarão para Albânia com motivo do inicio escolar, enquanto que eu, Benilton, seguirei no Brasil  ate o dia  2 de outubro. Oremos para que este tempo seja de muitas bênçãos e que o Senhor nos fortaleça e ajude em meio a todo o desgaste que normalmente isso produz.  Também para que o Senhor nos guie e nos guarde neste período que estaremos separados como família.

Fundação e atividades: Oremos por este novo ano letivo que começará no mês de setembro, pelos cursos que começarão, também pelos que desejamos reativar, que por falta de finanças tivemos que suspender, como já comentamos em cartas anteriores.

Também por artefatos ou moveis que até hoje não conseguimos comprar, como por exemplo alguns aparelhos de ar condicionado, os quais são muito necessários para algumas das salas do edifício da nossa fundação.

E porque não, orarmos sonhando juntos com a futura compra de um lugar próprio para a fundação e assim, entre outras coisas, poder sair do tão pesado gasto do aluguel.

Terminando esta carta queremos agradecer mais uma vez a todos os que o Senhor usa a cada dia para sustentar esse ministério e que são sensíveis a Sua voz através das orações, apoio financeiro e como sempre falamos: VOCÊS SÃO PARTE VIVA DESSE PROJETO, “PROJETO ALBÂNIA”.

 

Deus os abençoe grandemente!

 

Benilton, Nancy & Karin Dos Santos

Comentários