Rev. Aldo e Elisabeth Fernandes (povos Indígenas) – 07/08/2017


Como é precioso saber e ver a transformação que o conhecimento da Palavra de Deus traz às pessoas, mesmo diante da rejeição de alguns. Pela graça do Senhor temos presenciado isso na aldeia Cerrito. Algumas pessoas que ouvem regularmente o ensino bíblico têm testemunhado que agora estão conhecendo verdadeiramente a Deus, entendendo a Palavra e a aplicando em suas vidas diariamente. É a graça e o poder transformador de Deus em ação nas vidas aqui, produzindo conversões genuínas, e como ‘meninos novamente nascidos’ estão desejando ‘o leite’, o alimento que vem da Palavra de Deus. Pedimos que orem pelos novos convertidos e por aqueles que têm expressado o desejo de também ouvir o Evangelho.

Para que haja o crescimento e amadurecimento da fé é necessário que tenham sua própria Bíblia. Em resposta a essa necessidade, louvamos a Deus que a Sociedade Bíblica Brasileira, estará viabilizando a impressão da Bíblia na língua Guarani, do dialeto Nhadeva, a língua do coração deste povo. Orem para que logo este projeto se torne realidade, para que em breve tenham a Palavra de Deus em suas mãos.

Aqui na região onde estamos e no vizinho estado do Paraná, existem outras aldeias e há alguns dias visitamos algumas aldeias nos municípios de Guaíra e Terra Roxa (ambos no PR). Entre esses dois municípios existem treze aldeias. Juntamente com um colega missionário, visitamos cinco dessas aldeias e para nossa surpresa e alegria, todas estão abertas para ouvir o Evangelho, porém percebemos também grandes necessidades sócioeconômicas, o que implica em projetos que contemplem uma melhora na qualidade de vida dessas pessoas.

Apesar do contato com a sociedade dominante, o idioma Guarani está presente bem como a cultura. Num primeiro momento houve a timidez por não nos conhecerem, mas logo recebemos a habitual amabilidade do povo Guarani. Em uma dessas aldeias, durante a reunião que tivemos com a liderança local, um fato nos marcou profundamente: eles falaram que estavam pedindo a Deus para que mandasse alguém que lhes ensinasse a Bíblia. Alguns deles já tiveram algum contato com a Palavra de Deus e querem conhecer mais, inclusive sugeriram que morássemos ali com eles para lhes ensinar mais as verdades bíblicas. Orem para que muito em breve esse pedido feito por eles seja respondido e almas sejam alcançadas com o Evangelho de Cristo.

Queremos também agradecer suas orações em favor da Beth. Graças a Deus ela está bem, já mais adaptada com as reações da medicação que deverá tomar nos próximos cinco anos, isso faz parte do tratamento contra o câncer. Ela já está retomando as atividades, inclusive já fez alguns bolos de aniversário a pedido de algumas famílias da aldeia, o que não acontecia a um bom tempo devido a sua situação física. Nossos filhos Auana (15 anos) e Kauã (12 anos) estão bem, enfrentando os desafios da adolescência juntamente conosco. É um período de aprendizado para todos, e contamos com suas orações para que o Senhor nos capacite como pais para orientá-los dentro da Palavra de Deus.

Louvamos a Deus por Seu cuidado conosco, suprindo nossas necessidades através de Igrejas e preciosos irmãos. Porém pedimos que orem conosco pelo sustento de nossa família e ministério. Com os filhos maiores surgem outras necessidades, e as constantes viagens para a aldeia são dispendiosas, não só em combustível, como na manutenção do carro na estrada de chão. Queremos agradecer pelo sempre apoio dispensado a nós, seja este financeiro ou através de suas preciosas orações que certamente nos sustentam e nos animam a prosseguir. Sabemos que esta obra é da Igreja de Cristo e queremos que em tudo Ele seja glorificado e engrandecido. Um abraço fraterno de todos nós e que o Senhor seja refletido sempre em nossas vidas.

Aldo & Beth, Auana e Kauã

Comentários