OF e CL (Oriente Médio) 05/08/2017


A DOR DA ALMA…

As histórias dos refugiados são as mais terríveis e tristes. Cicatrizes dolorosas que vão ficar para o resto da vida deles. Nessa semana conhecemos duas dessas histórias de cortar o nosso coração. A primeira de um homem que perdeu toda a sua família na guerra na Síria. Ele que era de classe alta no país e gozava de privilégios de poucos. Preso pelos terroristas viu sua família ser morta por eles, um a um. Primeiro sua esposa, depois seus 3 filhos. Ele foi torturado até quando os terroristas o deram como morto. Seu corpo foi jogado em um container de lixo. Um lixeiro o encontrou e percebeu que ele ainda está com vida, apenas inconsciente. Ele foi levado para diversos lugares para tratamento e voltou a consciência depois de 3 meses. Um ano já se passou desse ocorrido e hoje ele vive sozinho com os movimentos do corpo todo atrapalhado devido as torturas. Suas mãos são totalmente tortas, a mente as vezes fica atrapalhada e sente muitas dores ainda em diversos órgãos internos do corpo. Conheceu a Jesus recentemente e vive hoje para Cristo somente. Ele testemunha em lágrimas tudo o que ele passou, principalmente vendo toda a sua família sendo morta. Ele disse que perdeu tudo, todos os seus bens, toda a sua família, mas o pior de todas essas dores é a dor da alma. Com alegria nos olhos ele declara, mas Jesus tem curado todas as minhas feridas, principalmente as da alma. Esse homem é um testemunho vivo e nunca se cala de compartilhar sua nova fé.

A outra história é de uma adolescente. Jovem de apenas 14 anos ficou nas mãos dos terroristas com toda a sua família por 6 meses. Depois desse período os terroristas resolveram matar toda a família, mas de uma maneira diferente. Os prenderam em estacas e fizeram um fogo próximo deles, para que eles fossem cozinhando e morrendo aos poucos. Os terroristas fizeram fogo e os deixaram. Essa adolescente conseguiu se soltar da estaca, mas perdeu o equilíbrio e caiu no fogo. Em chamas no corpo ela tenta ajudar sua família, quando é vista por um terrorista que corre em sua direção. Ela então deixa sua família e ainda com o corpo em chamas corre desesperada. Recebeu ajuda de um senhora no caminho da fuga, que posteriormente a adotou. Hoje ela vive com o trauma de ter perdido sua família, além das queimaduras no corpo 80%. A senhora que a adotou é cristã e levou essa jovem a Cristo. Atualmente ela serve no socorro de outros refugiados, apesar das debilidades que ela sofre em seu físico. Ela afirma “a alegria do Senhor é a minha força diária”. Que Deus continue sustentando essa adolescente, que tem vivido sua fé para Cristo somente. A Ele, o grande restaurador das nossas almas seja toda a glória.

IGREJA NO PAQUISTÃO
Nossa igrejinha no Paquistão caminha a todo o vapor. Acesse o link e veja um pequeno video do culto da semana passada.  https://vimeo.com/228405206 – Ore pelos nossos irmãos que cultuam debaixo de forte perseguição. 
 
COREIA DO NORTE…
Segue em anexo o boletim do Projeto Abraão referente a Agosto. Ore pelos norte coreanos e divulgue nosso boletim. O email do Projeto Abraão é  projetoabraao@gmail.com 

ENTRANDO NO CAMPO MISSIONÁRIO...

Quando você ouve a expressão “campo missionário” o que lhe vem à mente? Tipicamente pensamos numa terra distante, com pessoas vivendo numa cultura diferente, falando uma língua não familiar, até mesmo estranha. Você já pensou no campo missionário que existe bem do lado de fora de seu escritório ou cubículo, ou nas pessoas que vai encontrar na próxima ligação de vendas? Anos atrás, Ken Johnson, um homem de negócios estabeleceu um ministério para empresários e altos executivos. Um de seus objetivos era ajudar cada membro a reconhecer que eles eram missionários – em seus prédios de escritório, construindo fábricas e territórios de vendas. Ken distribuiu a esses empresários emblemas impressos, onde estava escrito: “Você agora está entrando no campo missionário”. Quando Jesus comissionou Seus seguidores, próximo ao final de seus dias na terra, Ele os direcionou a irem e fazerem “...discípulos de todas as nações...ensinando-os a obedecer a tudo o que Eu lhes ordenei. E Eu estarei sempre com vocês, até o fim dos tempos.” (Mateus 28:19-20).  De modo similar, em Atos 1:8 Jesus declara onde deveria ter lugar o serviço prestado aos outros em Seu nome: “Mas receberão poder quando o Espírito Santo descer sobre vocês, e serão Minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judeia e Samaria, e até os confins da terra.” Ao dizer isso, Jesus estava descrevendo todo o mundo conhecido naquele tempo. Ele estava instruindo Seus seguidores: “Falem às pessoas sobre mim aonde quer que vocês forem, seja no escritório ao lado, sua vizinhança, em toda a cidade ou em uma parte do mundo totalmente diferente.” Pensando sobre isso, vemos a indicação de que, não importa qual seja a fonte de nossos rendimentos, somos encarregados de servir como representantes de Jesus Cristo. Não precisamos de um chamado específico para deixarmos nossa profissão ou nos mudarmos para outra parte do mundo. Como alguém já disse sabiamente, Deus quer que nos envolvamos com outras pessoas onde estamos – porque obviamente não podemos servir a Deus onde não estamos. (Extraído e adaptado)    
 

ORANDO PELOS POVOS NÃO-ALCANÇADOS

POVO: Os Maká – Paraguai. POPULAÇÃO: 1..800 pessoas. MODO DE VIVER: Vivem nos Estados de Presidente Hayes e Central, em três comunidades. Andrés Chemei participou da tradução dos Evangelhos ao Maká, sendo um dos primeiros cristãos de sua etnia. Atualmente é o Cacique e Pastor da 1a Igreja Batista Maká. Possuem o Novo Testamento no seu idioma. OREMOS: Para que a Igreja seja fortalecida e sinta anseio por alcançar as outras tribos do seu país. 

 
OF & CL

“Coragem para ser diferente, compromisso para fazer diferença”

Oriente Médio – Golfo Pérsico

Comentários