Mis. Lucas Lima e Juliana (Mongôlia) 13/06/2018


Olá queridos.

Nós vamos ter que deixar a Mongólia novamente. Perseverar até o fim é a voz que ecoa em cada passo de nossa vida cristã. Não é? Jesus nos adverte a perseverar na fé até que encontremos com Ele na eternidade. Porém, este conceito, devemos internalizar em todos os passos de nossa vida cristã, nos planos que traçamos com Deus, em cada etapa destes planos, nossas orações, etc. Agora sempre que somos atacados com a ideia de desistir, precisamos lembrar que Jesus em diferentes situações orou por nós para que permanecêssemos e assegurou que estaria conosco até o fim. Que segurança temos em Jesus!

Já estamos a quase um ano aqui na Mongólia, e há 7 meses estudando a língua mongol. Neste tempo tivemos momentos turbulentos em que sentimos vontade de ir embora, saudades de familiares e amigos, enfermidade, sentindo desencorajados. Porém, continuamos vendo a mão poderosa de Deus nos sustentando, guiando, provendo, guardando e nos fortalecendo em meio a todas dificuldades. Então, só temos a louvar o poderoso nome de Jesus!

Em fevereiro tivemos nosso primeiro Ano Novo Mongol, onde conhecemos bastante da cultura.

No início de março, visitamos a província de Huvsgul no Norte na Mongólia. Nesta viagem viajamos em família e pudemos conhecer uma tribo quase em extinção. Eles são nômades criadores de renas, moram no alto das montanhas e vivem em tendas diferentes das comuns usadas pelos Mongóis – chamadas gers. Também nesta viagem conhecemos uma família de missionários Batistas que estão aqui a quase vinte anos e que ainda sonham e planejam como jovens. Foi impactante e motivador ver como criaram seus 4 filhos muito felizes no meio do nada, sem nenhuma modernidade. E hoje todos são envolvidos com missões e dois deles, já casados planejam voltar a Mongólia como missionários.

Agora em abril, viajei à duas provícias ao extremo leste da Mongólia e uma ao sul, já no Deserto de Gobi. São elas Dornod, Suhbaatar e Ominun Gob. Com estas 3, completo 16 províncias visitadas no total de 21. Como parte do projeto, planejamos conhecer a realidade de todas as províncias da Mongólia, e então ouvir de Deus onde iremos trabalhar com a plantação de Igrejas para os nômades. Essas províncias têm poucas igrejas, mas todas elas com uma preparada liderança, e que tem se multiplicado. E algo muito especial em toda Mongólia é como todos trabalham, aprendem e se multiplicam juntos. A unidade da Igreja Mongol ainda é algo impressionante de se ver. Independente de visão teológica e diferenças denominacionais e doutrinárias.

 

No mais, temos todos os dias estudado a língua, e por 4 horas a cada dia servido como voluntario na Visão Mundial da Mongólia como Designer e Fotógrafo, algo que tem me ajudado a crescer na língua, dado o privilégio de servir crianças e famílias que vivem na extrema pobreza e também garantido meu visto por este primeiro ano.

 

Queremos agradecer a Deus pela evolução da Flora. Flora sempre foi muito tímida, mas de 4 meses para cá, Deus tem transformado a vida dela. Temos com muito amor recebido conselhos muito práticos de uma psicóloga especializada em filhos de missionários, Dra Cíntia Vilani. Em paralelo, as aulas de balé têm libertado ela da timidez. Flora também está estudando em casa por meio de vídeo aulas de uma excelente escola americana (Abeka). Em 4 meses cursando a primeira séria, ela está lendo e fazendo cálculos simples de matemática, e aprendendo muito das escrituras, tudo isso em inglês. Deus seja louvado.

O João, graças a Deus, se adaptou muito bem a escola mongol, já compreende a professora e os amigos, e acreditamos que logo estará nos ajudando no aprendizado do Mongol.

Um motivo de grande gratidão, é que o Senhor providenciou de forma maravilhosa um motor home que usaremos para visitar as famílias nômades. Há onze anos atrás recebia de Deus uma visão de uma casa sobre rodas e de pessoas, que sem esperança recebia a Jesus com muita alegria. A casa sobre rodas está conosco, agora, continuamos a sonhar o alvo do coração de Deus que será nossos futuros irmãos alcançando graça de Deus para a Salvação.

Orem pelo nosso visto que será renovado agora em junho. Costuma ser um processo imprevisível. Para o visto ser renovado e transferido para a Cruzada Estudantil da Mongólia, teremos que sair do país mais uma vez, e esperar por um mês. Orem por este tempo! Estamos pedindo a Deus que possamos usar o motor home para sair do país, algo que nos garantirá uma grande economia em nosso orçamento. Por favor, também continuem orando por nossos irmão e igrejas parceiras para que Deus dê a eles fé para perseverar conosco mesmo em meio a dificuldades financeiras. Que possamos confiar em Deus para alcançar novos parceiros financeiros.

Queremos agradecer a Deus pois nos guardou com saúde e alegria, vivendo na considerada cidade mais fria e poluída do mundo. Tivemos tempo de muita saudade, e algumas vezes desejamos muito voltar para casa, porém o Espírito Santo nos lembrava daqueles os quais alcançarão esperança e vida por meio do nome de Jesus, e assim, estamos resistindo e permanecendo na graça de Deus, lembrando a cada dia que nossa casa será na eternidade com Jesus.

No mais, desejamos a todos incluindo nós, que sejamos cheios do Espírito Santo para que a cada dia possamos proclamar com autoridade o Evangelho e implementar o Reino de Deus e sua justiça enquanto vivemos aqui. 

Nosso abraço e carinho,

Lucas, Juliana, Flora e João

 

 

 

 

Comentários