Luiz Gomes e Cláudia (Portugal) 6/04/2018


 

 “Louvando a Deus e contando com a simpatia de todo o povo. Enquanto isso, acrescentava-lhes o Senhor, dia a dia, os que iam sendo salvos.” Atos 2:47

Graça e paz irmãos,

Com estes versículos, começamos a planejar e sonhar o ano de 2018, tendo a certeza de que somos simples instrumentos da obra maravilhosa que Deus tem realizado no seio da sua igreja. Uma destas grande bênção é ver que a igreja que ajudamos a plantar no bairro de Benfica-Lisboa (Igreja da Luz) tem se consolidando como uma igreja saudável por ter uma membresia sempre crescente, inclusive com crianças e adolescentes, mas principalmente por ter a palavra sendo pregada, os irmãos sendo edificados e crescendo na fé. Temos durante todos estes 3 anos trabalhado em quase todas as frentes deste projeto, quer como tesoureiro, quer como líder de louvor, quer na assistência aos irmãos com visitas, mas em tudo procurando servir ao Senhor de todo coração, pois Ele é fiel para suprir-nos em tudo.

Graças a Deus, temos hoje, homens e mulheres que podem e querem assumir partes destas tarefas numa demonstração de maturidade e compromisso com o trabalho do Senhor. No próximo mês de julho, teremos a igreja organizada e legalizada para que possamos melhor servir a Deus e aos irmãos portugueses.

Deus tem sido maravilhoso para conosco e já estamos acompanhando um novo grupo de irmãos desejosos de estar em comunhão com Deus e com outros irmãos. Temos realizado culto nos lares onde já alcançamos 3 famílias. Orem conosco para que em breve possamos ter um local para reuniões e possamos juntos glorificar a Deus por mais este trabalho aqui em Portugal.

Centro de convivência para idosos

Quanto ao trabalho do Centro de Convivência que funciona no lar de idosos, Deus tem transbordado nosso coração de alegria ao vermos a gratidão nos olhos e nas palavras daqueles que ali vivem. Temos ampliado nosso trabalho no lar desde que recebemos autorização para visitarmos nos quartos aqueles utentes que não tinham acesso ao culto pela manhã e o trabalho cultural a tarde. Lembramos que este Lar tem convénio com o Governo e por isto não era possível acessar a aqueles que não procuravam voluntariamente aos trabalhos por nós desenvolvidos.

Apoio domiciliário

Fomos convidados por uma instituição de solidariedade social, a fazer parte de uma equipe multidisciplinar como capelão voluntário. Já temos desenvolvido este trabalho nas casas de alguns idosos. Nenhum destes assistidos conhecem a Jesus pois são Ateus, Agnósticos, católicos e outros nem sabem bem se definir. Vimos ali uma grande oportunidade missionária pois temos também acesso nas casas aos demais parentes, amigos e vizinhos. Esta equipe é conhecida como apoio domiciliário e sua função de detectar idosos que vivem só e assisti-los. Nossa função é orarmos, louvarmos de conforta-los com a palavra de Deus. Temos convicção de que esta porta foi aberta por Deus e Nele esperamos que sejamos grandemente usados para sua Honra e Glória. Ainda não nos é permitido fotografar os utentes em suas casas.

Visitas domiciliárias a não crentes

- Continuamos acompanhando, na sua residência, ao de casal de Romenos Cláudia e Bogth. Eles ainda não tiveram um encontro pessoal com Jesus embora conheçam um pouco da Bíblia. Recentemente ela descobriu um câncer e tem sofrido muito com o tratamento. O esposo teve que conseguir um trabalho extra para conseguir pagar o tratamento deixando-a em casa só já que não tem amigos ou parentes aqui em Portugal. Temos, eu e minha esposa Cláudia, visitado e compartilhado com ela a palavra sabendo que Deus, quando permite passemos por provações, tem sempre um propósito.

- No dia 6 de março estivemos, como de costume, visitando a Dna. Maria Helena (87) e Sr. Norberto (93) . O Sr. Norberto foi professor universitário, declaradamente ateu, militou no partido comunista por longos anos em França e Portugal. Já algum tempo que ele estava com a saúde debilitada. Tivemos um bom tempo a conversar e ao fim, fiz-lhe um convite para que ele deixasse Jesus habitar em seu coração. Pela primeira vez ele não recusou o meu pedido para fazer-lhe uma oração. Ao final ele disse com uma voz fraca e embargada amém. Disse-me depois sua esposa que ele sentiu uma grande paz após nossa saída. Na sexta-feira 9 de março ele faleceu. A palavra foi pregada. Só Deus sabe se ele realmente se entregou a Cristo, porém nosso papel não é produzir resultados mas pregar a palavra a tempo e fora de tempo. Estamos agora a acompanhar sua esposa neste tempo difícil e trazendo-lhe a verdade do evangelho que o catolicismo sempre omitiu. Ela tem sempre demonstrado grande interesse pela pregação da palavra. Peço aos irmãos que orem por estas oportunidades de falarmos a Dona Maria Helena do grande amor de Deus.

Outros Trabalhos

- Temos pregado algumas vezes também na igreja Baptista da Brandoa. Trata-se de uma igreja que esta por fechar as portas por falta de membros. Actualmente existem 10 membros. Também estamos na escala do presbitério da Igreja cristã Presbiteriana de Portugal, para pregação nas últimas quartas-feiras de cada mês, onde participamos de uma reunião de oração conjunta com as igrejas do presbitério. Neste mês de fevereiro foi nossa vez na escala.

Atendemos também ao convite do Rev. Klelton para pregarmos alguns domingos na sua igreja em Alhos Vedros, enquanto ele estava ausente do pais.

Notícias da família

Completamos no final do ano passado, 5 anos de trabalho missionário aqui em Portugal. Meu filho Nathan está totalmente integrado a cultura local. Agradeço imensamente a Deus pois meu filho tem uma vida devocional em casa e um bom testemunho na escola e por onde ele passa. Minha esposa Cláudia continua sempre animada e me animando no serviço ao Senhor. Tivemos algumas dificuldades de saúde como calculo renal, mas Graças a Deus já estamos livres delas. Em tudo vemos a forte mão do Senhor a nos livrar, guardar e conduzir segundo seus propósitos.

Cremos grandemente que todo trabalho que é possível realizar aqui no campo missionário, tem a participação intensa dos irmãos que oram, choram, alegram- se e nos fazem companhia aqui no campo. Mas cremos principalmente, na soberania e poder de Deus para restaurar a os Portugueses para sua honra e glória.

Novos desafios

Outra grande bênção que queremos compartilhar é que fomos convidados por uma instituição de solidariedade social, a fazer parte de uma equipe multidisciplinar como capelão voluntário. Esta equipe é conhecida como apoio domiciliário e sua função de detectar idosos que vivem só e assisti-los. Nossa função será orarmos, louvarmos de conforta-los com a palavra de Deus. Temos convicção que esta porta foi aberta por Deus e Nele esperamos que sejamos grandemente usados para sua Honra e Glória.

Pedidos de oração

- Peço aos queridos irmãos que orem por minha esposa Cláudia, minha filha Liz, seu esposos e filhos, meu filho Lucas e sua esposa e filha (ambos

no Brasil) e meu filho Nathan aqui em Portugal.

- Pelos Brasileiros que tem chegado em grande quantidade a Portugal e muitos passam por grandes dificuldades.

- Para que a igreja no Brasil e em todo mundo jamais perca a paixão pelas almas perdidas.

Louvamos a Deus por todo trabalho que tivemos o privilégio de desenvolver aqui. Ele é fruto único e exclusivo da misericórdia de Deus para com os eleitos que ali tem se achegado, bem como para conosco que nos sentimos imensamente felizes por ser usados por Deus na sua obra.

Louvamos a Deus também por você, irmão em Cristo que ora por este projeto, que contribui e divulga. Que Deus continue abençoando ao irmão, sua família e igreja de forma poderosa para honra e glória de seu próprio nome. Percebemos que tudo é provisão de Deus.

 

Luiz Gomes e Cláudia

 

Projeto Convivência para idosos em Portugal

BANCO ITAÚ

Luiz Gomes

AGENCIA 9204

C. POUPANÇA 07522-1/500

CPF: 422.800.447-49

 

Comentários